Acosta brilha e vence com tranquilidade GP da Alemanha da Moto2. Arbolino é 2º

Pedro Acosta fez o que quis no GP da Alemanha da Moto2. O espanhol se distanciou de Tony Arbolino no início da corrida e foi cerebral para vencer com 2s7 de vantagem

Pedro Acosta até teve pressão de Tony Arbolino no início do GP na Alemanha de Moto2, mas não o suficiente para impedi-lo de triunfar em Sachsenring. Já nas primeiras voltas o espanhol conseguiu se distanciar e bastou gerenciar sua vantagem para triunfar pela quarta vez em 2023.

Arbolino terminou em segundo lugar e segue na liderança do campeonato: o #37 está ainda 15 pontos distante de Acosta no Mundial de Pilotos. Jake Dixon completou o pódio — ele tentou todas as formas roubar o segundo lugar do piloto da Marc VDS, mas finalizou em terceiro.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Acosta sobrou na Alemanha (Foto: Ajo)

Somkiat Chantra, Alonso López, Manuel González, Sam Lowes, Fermín Aldeguer, Albert Arenas e Celestino Vietti completam o top-10.

No Mundial, Arbolino agora soma 139 pontos contra 124 de Acosta. López é terceiro colocado e tem três pontos a mais que Dixon.

Moto2 volta na próxima semana com o GP da Holanda, em Assen. GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2023.

Saiba como foi o GP da Alemanha de Moto2:

O sol apareceu para a corrida da classe intermediária em Sachsenring. Antes da largada, os termômetros mediam 25°C, com o asfalto chegando a 40°C. A umidade relativa do ar estava em 48%, com o vento soprando a 8 km/h.

No quesito escolha de pneus, uniformidade no grid: todos com um par de médios.

Na largada, o pole-position da prova, Pedro Acosta, viu o líder do campeonato Tony Arbolino tomar a ponta logo nos primeiros metros. Na primeira curva, dois pilotos já no chão: Bo Bendsneyder e Darryn Binder. O impacto foi forte, mas ambos se levantaram aparentemente bem.

Acidente envolvendo Bo Bendsneyder e Darryn Binder na Alemanha (vídeo: reprodução/MotoGP)

Lá na frente, o #37 da Ajo já retomava a ponta. Arbolino, Alonso López, Jake Dixon e Arón Canet estavam atrás. Na terceira volta, o espanhol havia girado em 1min23s673, melhor volta da prova, mas tinha dificuldades em abrir vantagem.

Arbolino, por outro lado, estava numa distância de mais de 1s5 de Canet e mantinha Acosta à vista. A direção de prova puniu Jeremy Alcoba em uma volta longa por espalhar e causar o toque entre Binder e Bendsneyder na volta 1.

Dois giros mais tarde, Pedro abriu um pouquinho mais, estava 0s9 à frente de Tony. A segunda queda da corrida foi do alemão Lukas Tulovic.

Minutos depois, Canet fazia boa prova, mas também foi ao chão, sozinho, na curva 13. Dixon, portanto assumiu o terceiro posto da prova.

E a curva 13 vitimou mais um: Izán Guevara, da Aspar, que também abandonou. A MotoGP informava, inclusive, que Tulovic fora encaminhado ao centro médico. Em 11 voltas, cinco quedas.

Ultrapassagem de Chantra sobre López na Moto2 na Alemanha (vídeo: reprodução/MotoGP)

Lá na frente, bastava a Acosta gerenciar bem sua prova e evitar erros. A diferença já era de 2s3 para Arbolino, que precisava repetir o mesmo para manter Dixon distante.

O piloto da Aspar, no entanto, ia se aproximando do italiano. Cortou a distância para apenas 0s4 a nove voltas do fim.

Joe Roberts anotou a sexta queda da corrida. Prova bastante acidentada neste domingo.

A quatro voltas do fim, a tabela não mudava e, muito provavelmente, não mudaria: Acosta seguia na ponta com Arbolino, Dixon Somkiat Chantra e López formando o top-5. Os mesmos pilotos que, minutos depois, receberam a bandeirada nessas mesmas posições — ainda que o #96 tenha tentado de todas as formas roubar o segundo lugar do piloto da Marc VDS, terminando só 0s095 atrás.

*Atualização: a MotoGP informou após a prova que Bendsneyder fraturou a clavícula direita na queda sofrida com Binder no início da corrida.

Moto2 2023, GP da Alemanha, Sachsenring, Corrida:

1P ACOSTARed Bull KTM Ajo Kalex 25 voltas
2T ARBOLINOMarc VDS Kalex+2.730 
3J DIXONAspar Kalex+2.825 
4S CHANTRATeam Asia Kalex+9.013 
5A LÓPEZSpeed UP Boscoscuro+12.274 
6M GONZÁLEZVR46 Master Camp Kalex+13.540 
7S LOWESMarc VDS Kalex+14.457 
8F ALDEGUERSpeed UP Boscoscuro+15.053 
9A ARENASRed Bull KTM Ajo Kalex+15.219 
10C VIETTIFantic Kalex+15.397 
11S GARCIAPONS Kalex+22.204 
12B BALTUSRW Kalex+23.478 
13F SALACGresini Kalex+23.586 
14A OGURATeam Asia Kalex+23.879 
15D FOGGIAItaltrans Kalex+24.947 
16J ALCOBAGresini Kalex+28.448 
17S KELLYAmerican Kalex+32.574 
18Z VAN DEN GOORBERGHRW Kalex+35.241 
19C TATAYAmerican Kalex+36.630 
20M RAMÍREZForward+48.790 
21T HADASAG Kalex+1:11.766 
22K DANIELVR46 Master Camp Kalex+1:23.431 
23J ROBERTSItaltrans KalexAbandonou 
24L DALLA PORTASAG KalexAbandonou 
25I GUEVARAAspar KalexAbandonou 
26A CANETPONS KalexAbandonou 
27L TULOVICIntactGP KalexAbandonou 
28B BENDSNEYDERSAG KalexAbandonou 
29D BINDERIntactGP KalexAbandonou 

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.