Rossi destaca dificuldades com pneus no Catar, mas vê rendimento “um pouco melhor”

A rodada dupla no Catar, que abriu a temporada da MotoGP, não foi fácil para Valentino Rossi. Mesmo assim, o italiano acredita que pode evoluir ainda mais nas próximas corridas, com diferentes compostos da Michelin

O GP de Doha mostrou muitas dificuldades para Valentino Rossi. Largando na 21ª e penúltima posição, o veterano italiano se esforçou muito para fechar a corrida em 16º, apenas uma colocação atrás da zona de pontuação em Losail. Mesmo assim, o piloto da SRT viu coisas positivas no fim de semana.

O heptacampeão da classe rainha do Mundial de Motovelocidade fechou a rodada dupla no Catar com resultados discretos: 12º e 16º, respectivamente, mesmo largando em 4º na abertura do campeonato. No GP de Doha, Rossi sentiu a M1 da Yamaha um pouco melhor, porém.

“Foi um pouco melhor. No treino da manhã, encontramos algo que me fez andar melhor, então eu esperava mais da corrida porque larguei no fim do grid”, disse após a corrida.

Valentino Rossi e Jorge Martín disputam posição no GP do Catar (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Eu estava muito mais rápido do que na semana anterior, mas todo mundo estava mais forte e não foi suficiente. Acredito que poderia ter me mantido no grupo da frente, mas não tinha o suficiente par alcançá-los e é muito difícil quando você larga no fim, pois todos são fortes agora. Sofremos muito com os pneus macios no Catar, então espero melhorar com compostos diferentes em outras corridas”, completou.

O Mundial de Motovelocidade volta no dia 18 de abril, com o GP de Portugal, em Portimão, palco da terceira corrida da temporada 2021. No ano passado, Miguel Oliveira sagrou-se o vencedor na pista que estreou no calendário.

LEIA TAMBÉM
⇝ Série à la ‘Drive to Survive’ é impulso necessário para expansão da MotoGP
⇝ WEB STORIE – Pedro Acosta: a nova pérola do Mundial de Motovelocidade
⇝ Zarco acerta ao confiar na Ducati e dá volta por cima após saída tumultuada da KTM
⇝ Miller sucumbe à pressão e derrete favoritismo em rodada dupla da MotoGP no Catar
⇝ Espargaró começa oscilante e deixa Honda longe de Yamaha, Ducati e Suzuki no Catar

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar