Yamaha anuncia saída de Morbidelli e confirma Rins ao lado de Quartararo na MotoGP 2024

A Yamaha confirmou que Franco Morbidelli vai deixar a equipe ao fim da temporada e já aproveitou para oficializar a chegada de Álex Rins para formar dupla com Fabio Quartararo

A Yamaha mal confirmou a saída de Franco Morbidelli ao fim da temporada atual e já tem outro piloto confirmado para formar dupla com Fabio Quartararo a partir do ano que vem na MotoGP. Trata-se de Álex Rins, oficializado pelo time japonês nesta quarta-feira (2) como companheiro de equipe do campeão da temporada 2021.

O piloto, que segue em recuperação após sofrer duas fraturas na perna em acidente na sprint de Mugello, já acumulou seis vitórias e outros 18 pódios na MotoGP. Rins chegou à categoria rainha em 2017, pela Suzuki, e permaneceu no time até o ano passado. Em 2023, disputou cinco corridas pela Honda até a lesão na etapa italiana.

Relacionadas


“Esperamos que Álex seja um grande ativo”, disse Lin Jarvis, diretor da Yamaha. “Ele possui uma vasta experiência como piloto da MotoGP e é conhecido por ser um talento natural e múltiplo vencedor de corridas. Ele já possui experiência com outras duas fabricantes e pilotou motos com características similares à YZR-M1, o que deve ajudá-lo a se adaptar rapidamente à nossa”, elogiou.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Rins vai trocar a Honda pela Yamaha em 2024 (Foto: LCR)

“Sua vitória no Circuito das Américas, este ano, sublinha sua velocidade, sua fome e sua determinação em ter sucesso”, prosseguiu. “Álex tem estado fora do paddock por um tempo, devido à lesão de Mugello, mas estamos confiantes de que ele estará totalmente recuperado e pronto para a temporada de 2024. Estamos muito ansiosos para trabalhar com ele e acreditamos que ele irá colaborar bem com Fabio [Quartararo] para melhorar a performance da Yamaha”, finalizou.

Atualmente com 27 anos de idade, Rins desembarcou na MotoGP ainda em 2017, fazendo sua estreia no GP do Catar. A primeira vitória veio dois anos depois, no GP das Américas, e outras cinco a sucederam: Inglaterra-2019, Aragão-2020, Austrália-2022, Valência-2022 e Américas-2023.

Desde sua estreia na MotoGP, a melhor temporada de Rins veio em 2020, com a colocação no campeonato, somando 139 pontos. No ano anterior, o espanhol conquistou 205 tentos, mas terminou com o lugar.

Franco Morbidelli, por sua vez, deixa a equipe ao fim da temporada atual (Foto: Yamaha)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Morbidelli, por sua vez, encerra seu compromisso com a Yamaha ao fim da temporada, abrindo espaço para a chegada de Rins. Em três anos de equipe de fábrica com os japoneses, o italiano não conseguiu conquistar vitórias e faz seu melhor campeonato em 2023, com 57 pontos conquistados até aqui.

Ainda assim, insuficiente para a manutenção do cargo em 2024 e muito abaixo de seu melhor ano, em 2020, quando venceu três vezes e terminou na segunda colocação do Mundial de Pilotos — atrás apenas do campeão Joan Mir.

“Quero agradecer a Franky [Morbidelli] por seu trabalho duro e dedicação desde que começou a trabalhar com a equipe de fábrica, e também quando era um piloto satélite para a Yamaha”, agradeceu Jarvis. “Essa parceria levou a alguns grandes resultados, inclusive um vice-campeonato em 2020”, disse.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.