Confira declarações dos pilotos após classificação do GP da Espanha 2022

Charles Leclerc encaixou excelente volta — 1min18s750 — e conquistou sua quarta pole-position em 2022. Max Verstappen e Carlos Sainz estão atrás

FÓRMULA 1 2022 AO VIVO: CLASSIFICAÇÃO GP DA ESPANHA DE F1 | Briefing

Charles Leclerc conquistou sua quarta pole-position do ano neste sábado (21), para o GP da Espanha. O monegasco anotou uma volta voadora — marcou 1min18s750 — e deixou Max Verstappen, que teve problemas nos momentos finais, para trás por 0s232.

Carlos Sainz abre a terceira fila, já que marcou 1min19s166. George Russell colocou o W13 na quarta posição, enquanto Sergio Pérez, que lamentou o desempenho abaixo, fecha o top-5. Lewis Hamilton é quem aparece na sexta posição.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Para fechar o top-10: Valtteri Bottas, Kevin Magnussen, Daniel Ricciardo e Mick Schumacher completam as posições.

GRANDE PRÊMIO cobre in loco as ações da categoria no Circuito de BarcelonaCatalunha com Eric Calduch e, além disso, acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL. No domingo, a largada está marcada para as 10h [Brasília, GMT-3].

Charles Leclerc é pole em Barcelona (Foto: AFP)

Confira todas as declarações dos pilotos após a classificação em Barcelona:

Charles Leclerc, pole: Leclerc celebra pole, mas faz alerta: “Vamos perder vitória se não controlarmos pneus”

Max Verstappen, segundo: Verstappen lamenta problema no final, mas vê “boa conquista” em largar da primeira fila

Carlos Sainz, terceiro: Sainz vê “tudo em aberto” na Espanha e quer atacar para “liderar a partir da largada”

George Russell, quarto: Russell vê Verstappen “muito mais rápido” e espera briga com Ferrari na Espanha

Sergio Pérez, quinto: Pérez lamenta Q3 e admite dificuldades com carro em Barcelona: “Não estava confortável”

Lewis Hamilton, sexto: Hamilton reconhece estar “muito atrás” de Russell: “Ainda tenho dificuldades com o carro”

Valtteri Bottas, sétimo: “Estou feliz com o resultado de hoje, tivemos uma classificação forte e estamos muito bem para amanhã. Na teoria, não esperávamos que essa pista nos servisse muito bem, mas acho que as atualizações foram um bom passo à frente em termos de desempenho. Tivemos um TL3 sólido, o que nos permitiu recuperar parte do terreno que perdemos ontem, e fomos bastante consistentes ao longo do dia. Estou feliz por termos nos classificado bem, pois não acho que será fácil ultrapassar nesta pista. Acho que a sétima posição foi o melhor resultado que conseguimos hoje, então estou feliz por termos conseguido. Nosso carro geralmente é melhor na corrida, então podemos ter um bom domingo”.

Charles Leclerc e Max Verstappen em Barcelona (Foto: Red Bull Content Pool)

Kevin Magnussen, oitavo: 8º, Magnussen celebra ‘Q3 duplo’ da Haas na Espanha e diz: “Poderia ser ainda melhor”

Daniel Ricciardo, nono: “Foi uma sessão bem boa. Estou feliz com o Q3. Acho que era a nossa meta, com certeza, então nosso trabalho duro compensou. Acho que foi um fim de semana bem complicado até aqui, apenas tentando entender as partes novas do carro, mas estou relativamente feliz de chegar ao Q3 e ficar no topo o suficiente para fazer isso. Acho que ainda estamos lutando um pouco em algumas áreas, então estou tentando aperfeiçoar, mas, no papel, nono é um lugar sólido para começar e seguir avançando. Tomara que eu siga encontrando coisas e consiga pontos sólidos amanhã”.

Mick Schumacher: 10º: Magnussen celebra ‘Q3 duplo’ da Haas na Espanha e diz: “Poderia ser ainda melhor”

Lando Norris, 11º: “Foi um jeito frustrante de terminar o que parecia ser um dia promissor. Pelo que pude ver do cockpit, achei que eu estava na linha de dentro, mas, infelizmente, não estava e, por iss, tive o tempo deletado. É frustrando, pois temos um bom ritmo no carro e poderíamos estar duas ou três posições mais para frente. Ultrapassar é difícil em Barcelona e não será uma corrida fácil, mas tomara que possamos recuperar algumas posições e ter um bom GP da Espanha”.

Esteban Ocon, 12º: “Não foi o dia ideal para nós hoje e, definitivamente, é frustrante, já que sabíamos que tinha mais performance para destravar no carro. Nossos pneus estavam superaquecendo um pouco na classificação quando mantínhamos a velocidade mínima da volta de saída, mas seria um desafio chegar ao Q3. Várias estratégias são possíveis para amanhã, então isso torna as coisas interessantes para a corrida. Podemos jogar com basicamente todas as combinações de pneus e sabemos que a estratégia será muito importante para o nosso dia correr bem. Vamos começar a corrida em uma posição melhor do que em Miami, então vamos ver o que podemos fazer para sair com pontos”.

Yuki Tsunoda, 13º: “Hoje acho que tiramos o máximo do carro, então tenho de estar satisfeito. As coisas não estão indo bem desde o TL1, aqui em Barcelona realmente lutamos para encontrar o ritmo, especialmente em comparação com Miami. Estávamos cientes desde o início que entrar no Q3 seria muito difícil. Certamente não é um dos melhores finais de semana para a equipe, mas esperamos poder acertar na corrida de amanhã”.

Hamilton em ação no sábado do GP da Espanha (Foto: Mercedes)

Pierre Gasly, 14º: “Trabalhamos muito desde ontem. Esta manhã, no TL3, ocorreu um problema durante uma volta e nos impediu de continuar. Quero agradecer a todos os mecânicos que consertaram o carro a tempo da classificação de hoje, porque tiveram de trabalhar muito. Faltou ritmo nesta pista e queríamos tentar algumas coisas nesta manhã, mas infelizmente não foi possível. Então pensamos em tentar algo diferente na classificação, com o objetivo de tirar um pouco mais de velocidade do carro, mas não funcionou, foi uma sessão complicada. Amanhã é outro dia e é também aquele que dá pontos. Uma corrida bastante longa e difícil nos espera, especialmente em termos de desgaste dos pneus. Acreditamos que haverá muitas paradas”.

Guanyu Zhou, 15º: “Estou convencido de que poderíamos ter lutado por P10 ou P11 hoje. Queríamos evitar a situação que tivemos em Miami, onde ficamos presos no trânsito no final do Q1, então optamos por fazer três voltas com pneus macios na primeira parte da classificação. Foi a escolha segura, embora, pensado melhor, minha segunda volta tenha sido suficiente para entrar no Q2. O segundo segmento. Vamos tentar ganhar algumas posições amanhã e terminar entre os dez primeiros no final do dia”.

Sebastian Vettel, 16º: Vettel culpa equilíbrio, mas diz que prêmio por esforço da Aston Martin “ainda virá”

Fernando Alonso, 17º: Alonso vê carro “difícil de guiar” e assume: “Não lidamos bem com a classificação”

Lance Stroll, 18º: “Foi um resultado decepcionante hoje. Tive dificuldade com o equilíbrio do carro durante todo o fim de semana e, quando você não se sente confortável, não consegue fazer voltas rápidas. Sabemos que ainda é cedo com estas novidades do carro, então precisamos ter certeza de que entendemos o que aconteceu hoje e ver como podemos melhorar a configuração daqui para frente. Agora, trata-se de focar no amanhã. O clima provavelmente será muito quente e os pneus precisam ser controlados, então talvez possamos recuperar terreno com uma boa estratégia. Vamos ver”.

George Russell está otimista com a Mercedes, finalmente (Foto: Jiri Krenek/Mercedes)

Alex Albon, 19º: “Nós realmente tivemos dificuldades com o tráfego no fim da sessão. É sempre um problema aqui, já que são muitos carros na pista. Tive algumas saídas decentes e senti que o carro estava em um bom lugar depois do trabalho que fizemos para resolver alguns problemas. Tinha mais ritmo no carro hoje, mas quando chegou a hora da última saída, o tráfego complicou as coisas e eu não pude melhorar meu tempo final. É frustrante, já que o carro e os pneus estavam desempenhando, então estou frustrado por não termos conseguido um resultado mais representativo”.

Nicholas Latifi, 20º: “Acho que amanhã será uma corrida muito longa para todo mundo. Amanhã será o dia de mais calor e o alto desgaste do pneu será um problema em todo o pit-lane, independente do ritmo, então se alguém errar, pode criar muitas oportunidades. Por isso, ainda há razão para ser otimista. Hoje foi muito complicado. Estavamos realmente com dificuldades ontem, mas fizemos algumas mudanças ao longo da noite para tentar ir na direção certa e o carro ficou mais normal do que tende ser na classificação, mas ainda nos falta ritmo e falta muito nas curvas de alta”.

FÓRMULA 1 2022 AO VIVO: TREINOS LIVRES GP DA ESPANHA DE F1 | Briefing
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar