Confira declarações dos pilotos após sexta-feira do GP do Canadá da F1 2024

Em dia marcado pelas condições climáticas traiçoeiras em Montreal, Fernando Alonso encerrou as atividades como o mais rápido. Max Verstappen teve problemas no sistema de recuperação de energia do RB20 e ligou sinal de alerta na Red Bull

Chegou ao fim o primeiro dia de atividades da Fórmula 1 para o GP do Canadá, a nona etapa da temporada 2024. Depois de um TL1 marcado pelas fortes chuvas que caíram no circuito Gilles Villeneuvecom direito até a granizo —, as condições foram razoavelmente melhores para a segunda sessão. Fernando Alonso fechou a sexta-feira (7) em Montreal como o mais rápido, apesar de ele mesmo ter dito que dia “não foi muito útil”.

George Russell levou a Mercedes para o topo da tabela de tempos e ficou em segundo, sendo acompanhado de perto por Lance Stroll, que garantiu a dupla da Aston Martin no top-3. Charles Leclerc mostrou bom ritmo com a Ferrari, embora tenha terminado o TL2 apenas em quarto. Daniel Ricciardo fechou a lista dos cinco primeiros.

Kevin Magnussen, Lewis Hamilton, Yuki Tsunoda, Alexander Albon e Sergio Pérez completaram o embaralhado top-10. Após liderar o primeiro treino livre no início da tarde, Lando Norris não conseguiu avançar nada com a McLaren algumas horas depois e ficou em 20º.

Max Verstappen teve problemas no sistema de recuperação de energia — também conhecido como ERS — do RB20 e teve de abandonar após completar apenas quatro voltas no TL2.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente:Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Max Verstappen teve de sair rapidamente do RB20 (Vídeo: Reprodução/F1)

Confira declarações dos pilotos na sexta-feira do GP do Canadá:

Fernando Alonso, primeiro: Alonso cita “dia não muito útil” e alerta para condições no Canadá: “Cara ou coroa”

George Russell, segundo: Russell admite dia traiçoeiro, mas se diz “confiante” com Mercedes no Canadá

Lance Stroll, terceiro: Stroll destaca asfalto diferente e celebra “dia em casa” no Canadá: “Sempre ótimo”

Charles Leclerc, quarto: Leclerc lamenta “condições muito diferentes” no Canadá: “Não havia muito para aprender”

Daniel Ricciardo, quinto: “Foi um bom dia e estou me sentindo muito bem. Pouco antes do TL1, parecia que não faríamos nenhuma volta hoje, então estou feliz por terminar o dia dando alguns giros no TL2. Sentimos que estamos em uma boa posição, então não acho que vamos fazer muita coisa na garagem, apenas ajustar algumas partes. A pista secou muito rapidamente e também está muito mais lisa do que costumava ser, por isso parece ser um pouco mais fácil para os pneus. Acho que, se as condições forem mistas amanhã, será importante estar com o pneu certo na hora certa”.

Kevin Magnussen, sexto: “Você nunca aprende o suficiente, mas tive a chance de andar com pneus slicks e intermediários. Tive uma boa sensação no carro, com todos os conjuntos de pneus, então isso é positivo. Estou ansioso para amanhã. O que estamos levando de hoje é a sensação no carro e o ritmo que tivemos no seco, que pareceu muito positivo.”

Lewis Hamilton saiu satisfeito dos treinos livres desta sexta-feira, no Canadá (Foto: Mercedes)

Lewis Hamilton, sétimo: Hamilton vê evolução e crê em Mercedes competitiva no Canadá: “Eu me senti bem”

Yuki Tsunoda, oitavo: “Como equipe, foi um dia positivo. Para mim, ainda há algumas coisas a melhorar, mas, no geral, foi um dia muito divertido por causa das várias mudanças de condição da pista. Foi um bom treino e um bom aprendizado, especialmente pilotar com os pneus intermediários no molhado, pois não tivemos muitas corridas em pista molhada este ano. Também foi bom para coletar dados. Todos estavam fazendo coisas diferentes, mas olhando para o nosso ritmo, não estamos em uma posição ruim.

“Ainda sinto que conseguimos ter um bom desempenho em condições de chuva, então estou confiante, tanto no seco quanto no molhado. Como sempre, há alguns aspectos das corridas de hoje que podem ser melhorados. Vamos continuar fazendo o que temos feito nas últimas corridas, ajustando certas áreas e juntando tudo amanhã”.

Alexander Albon, nono: “No geral, tivemos uma boa sessão de treinos no TL2 e foi divertido chegar lá e correr um pouco de risco. Parece que teremos condições semelhantes durante o fim de semana, por isso estou feliz por podermos fazer algumas voltas com os slicks e os intermediários. O carro parecia forte em ambos os compostos, e os slicks estavam muito bons mesmo com o DRS fechado, então definitivamente há mais desempenho para desbloquear. Em todos meus stints de hoje fiquei entre o quarto e o nono, por isso estou otimista para amanhã.”

Sergio Pérez, décimo: Pérez cita “bom progresso”, mas diz que é “difícil tirar conclusões” sobre ritmo no Canadá

Sergio Pérez fechou a lista dos dez primeiros no TL2 (Foto: Red Bull Content Pool)

Esteban Ocon, 11º: “Foi um bom dia, apesar de Jack [Doohan] não ter conseguido andar muito no TL1 por causa das más condições climáticas, o que também foi uma pena para ele. À tarde pudemos conduzir tanto em condições secas como molhadas e alcançamos o que não foi possível esta manhã. A pista está muito melhor com o novo asfalto. É muito mais divertido, então parabéns aos organizadores. Esperamos que amanhã possamos testar adequadamente a aderência da pista e espero uma boa classificação.”

Logan Sargeant, 12º: “Obviamente, foi um dia extremamente complicado. Olhando para isso como um todo, não conseguimos guiar em condições adequadas de pista seca ou molhada. Talvez tenha havido uma pequena oportunidade perdida por não fazer nenhuma volta quando estava um pouco mais molhado no TL1. No entanto, em geral, tudo bem, com algumas coisas para resolver. Acho que amanhã teremos um padrão climático semelhante, então será uma questão de estar com o pneu certo na hora certa e acertar a estratégia.”

Carlos Sainz, 13º: Sainz vê sexta-feira “inconclusiva” no Canadá e diz que Ferrari tem de voltar “foco para si”

Valtteri Bottas, 14º: “Parece que estamos em uma posição melhor em comparação com onde estávamos em Mônaco, o que é obviamente animador para o fim de semana. A chuva de hoje afetou ambas as sessões, o que significa que sempre que íamos para a pista as condições eram diferentes. Isso tornou mais complicado obter uma leitura detalhada do comportamento e desempenho do carro. Ainda assim, a sensação com o carro é positiva e conseguimos fazer um número decente de voltas durante o TL2, reunindo dados importantes para nós e para a equipe. Com uma previsão meteorológica variável, será importante confiar totalmente no carro amanhã na classificação.”

Charles Leclerc ficou em quarto no TL2 do Canadá (Foto: Ferrari)

Nico Hülkenberg, 15º: “Há uma mistura de sensações em diferentes partes das sessões. Alguns momentos foram bons, outros foram ruins, então vamos analisar isso para entender. Não foi muito bom porque não tivemos um bom ritmo, então temos de trabalhar nisso. Isso torna as coisas complicadas, mas, às vezes, temos esses finais de semana. Isso apimenta as coisas. Amanhã será mais do mesmo em termos de clima, então estou me preparando para um dia interessante.”

Oscar Piastri, 16º: Piastri vê indefinição sobre posição da McLaren após TLs no Canadá: “Difícil saber”

Guanyu Zhou, 17º: “É ótimo voltar a correr em Montreal, apesar de ter sido um dia complicado para todos. Durante o TL1, esperava um pouco mais de aderência na pista molhada, então aquaplanei e tive a sorte de minimizar os danos antes de tocar no muro. A equipe fez um ótimo trabalho preparando o carro para o TL2, e isso me permitiu rodar tanto no molhado quanto no seco. Dadas as condições mistas, no entanto, é difícil dizer onde estamos, mas o carro definitivamente parece muito melhor do que em Mônaco.”

Max Verstappen, 18º: Verstappen lamenta problema no RB20 e se preocupa com “implicações” no Canadá

Pierre Gasly, 19º: “No geral, o carro estava bom hoje. Porém, devido às condições climáticas e à forte chuva, não tivemos muito tempo de pista. Mas também foi assim para todos os outros. Portanto, há muitos pontos de interrogação para todas as equipes, principalmente com o novo asfalto. ​​Veremos o que o resto do fim de semana nos reserva. Obviamente, seria ótimo continuar de onde paramos em Mônaco, mas estamos conscientes de que Mônaco é uma pista única e sabemos onde estamos com o desempenho atual do nosso carro. Esperamos que as condições climáticas aqui durante o resto do fim de semana possam bagunçar as coisas e abrir oportunidades para nós.”

Lando Norris, 20º: Norris avalia “primeiro passo razoável” da McLaren após dia “complicado” no Canadá

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.