De McLaren a Ferrari, Fórmula 1 completa maratona de lançamentos da temporada 2021

Quase um mês depois de a McLaren ter sido a primeira equipe a mostrar seu novo carro para 2021, a Ferrari completou a marcha dos lançamentos que, pela primeira vez nos últimos anos, varou o mês de março

A Fórmula 1, enfim, completou a maratona de lançamentos dos carros para a temporada 2021. É bem verdade que a Haas, por exemplo, apresentou somente a nova pintura do VF-21, que vai ser mostrado pela primeira vez ao público na manhã desta sexta-feira, quando terá início a sessão de pré-temporada ao longo dos próximos três dias. Mas a apresentação da SF21, o novo carro da Ferrari para o Mundial, nesta quarta-feira (10), completou uma maratona de lançamentos iniciada há quase um mês, com a McLaren.

A seguir, o GRANDE PRÊMIO recorda quando e como foi cada uma das apresentações que animaram (ou não) os fãs da Fórmula 1 às vésperas de mais uma temporada.

Chegou ao Brasil a F1 TV Pro. Em parceria com o GRANDE PRÊMIO, a Fórmula 1 vai dar 25% de desconto na assinatura do plano que dá acesso aos testes da pré-temporada, às 23 corridas ao vivo e muito. Clique a página da F1 TV Pro por este link e digite o promo code F1TV25. Mas seja rápido: a promoção vai até 14 de março. 

McLaren: plateia virtual e até show de rock. E, sim, também teve carro

A McLaren lançou o MCL35M e espera muito da dupla Ricciardo-Norris (GP Notícias)
Detalhe lateral do novo carro da McLaren para 2021 (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre os lançamentos dos carros da F1 2021

O MCL35M foi apresentado ao mundo em 15 de fevereiro na sede da equipe, em Woking, na Inglaterra. A principal atração, claro, além do novo carro, foi a presença de Daniel Ricciardo, contratado pelos próximos dois anos e substituto de Carlos Sainz. O evento, realizado de forma online, contou com uma plateia virtual, que acompanhou as entrevistas do carismático e talentoso Lando Norris, Ricciardo em um ‘pocket show’ de rock, o CEO Zak Brown, o chefe Andreas Seidl e o diretor-técnico James Key, responsável por assinar o projeto.

Só então é que foi mostrado o MCL35M com pintura muito semelhante à do ano passado, com o laranja predominante, mas com boa parte do carro pintado em azul e detalhes em preto. Mas o carro em si trouxe um bico mais arredondado, mudanças para se adaptar às mudanças aerodinâmicas em razão da nova regra e também muitas partes completamente novas para adaptar o modelo ao motor Mercedes, que volta a ser um parceiro da McLaren a partir de 2021.Logo, a equipe mandou o novo carro e seus pilotos para a pista para um chuvoso dia de filmagem em Silverstone.

AlphaTauri: elegância e discrição para apresentar AT02

A AlphaTauri lancou o AT02 esperando avançar no pelotão (GP Notícias)
A nova AlphaTauri tem traços elegantes, mudanças no layout e o azul como protagonista (Foto: AlphaTauri)

A equipe sediada em Faenza foi a segunda equipe do grid a mostrar seu novo carro para a temporada. Com linhas elegantes e pequenas mudanças no layout, mas conservando o azul e branco da grife de moda da Red Bull, a AlphaTauri mostrou o AT02 por meio de um vídeo veiculado pelos canais da escuderia nas redes sociais. Bem longe de ser o evento estelar do ano passado e cheio de gente, esvaziado neste ano obviamente em razão da pandemia, a AlphaTauri primou pela elegância e discrição. Seus pilotos, Pierre Gasly e Yuki Tsunoda, posaram para fotos e vídeos com as roupas da grife italiana em 19 de fevereiro.

O chassi, como manda a regra, não mudou, mas o motor é totalmente novo, enquanto a parte traseira conservou boa parte do desenho usado pelo primeiro carro da nova geração da equipe filial da Red Bull. Mudanças pontuais foram vistas na parte dianteira do novo carro, especialmente na suspensão, assim como o bico apresentou um visual ligeiramente diferente do AT01. O novo modelo foi pilotado logo depois em Ímola, no autódromo bem próximo a Faenza, com Gasly, vencedor do GP da Itália do ano passado, e a grande novidade do time em 2021, Tsunoda, o primeiro piloto da F1 nascido nos anos 2000.

Alfa Romeo: viagem até Varsóvia e C41 com ‘pintura invertida’

A Alfa Romeo trouxe o C41 com mudança no esquema de pintura e esperança no motor Ferrari (GP Notícias)
A pintura invertida do novo carro da Alfa Romeo. Com o C41, a equipe de Hinwil tenta sair do último pelotão da Fórmula 1 (Foto: Alfa Romeo)

Uma semana depois da McLaren, em 22 de fevereiro, foi a vez de a Alfa Romeo mostrar seu novo carro. A equipe ítalo-suíça viajou de Hinwil até Varsóvia, capital da Polônia, para lançar o C41. A explicação é pura e simples: o patrocinador principal da escuderia, a petrolífera Orlen, é do país e quem traz a reboque Robert Kubica como reserva. O layout chamou a atenção pela beleza e com boa parte do carro, na comparação com antigo C39, com a pintura invertida na sua lateral, na troca das cores vermelha e branca.

Equipe dos pilotos Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi pelo terceiro ano seguido, a Alfa Romeo gastou duas fichas de desenvolvimento no novo C41 para redesenhar por completo o bico, mais estreito, em tendência lançada pela Mercedes em 2019, e a tampa do motor também ganhou novo desenho, bem mais compacto que a versão do carro do ano passado. Mudanças pontuais, como nos sidepods e nos bargeboards, também foram vistas, além das adaptações às breves mudanças no regulamento. O novo modelo foi à pista dias depois para um shakedown em Barcelona.

Red Bull: sem pompa, poucos detalhes e atualizações pontuais no RB16B

A Red Bull pouco mostrou ao apresentar o RB16B: muita coisa precisa ser escondida (GP Notícias)
Antes de Sergio Pérez ir à pista, a Red Bull postou poucas fotos do RB16B (Foto: Red Bull Content Pool)

A Red Bull mostrou a versão atualizada do seu carro do ano passado, batizada em 2021 como RB16B, em 23 de fevereiro. Não houve nenhuma grande surpresa em relação ao visual adotado nos últimos anos pela equipe taurina, mas chamou a atenção a escassez de imagens do novo modelo. Mas as poucas fotos foram o bastante para evidenciar mudanças pontuais.

A parte interna do bico foi levemente modificada, enquanto a ‘capa’, um pedaço longo e reto de carroceria ao lado bico em alguns casos, foi alongada. Os bargeboards e sidepods também foram atualizados para se adaptar ao novo regulamento. Pouco depois, Sergio Pérez, novo companheiro de equipe de Max Verstappen, foi o encarregado de completar as primeiras voltas com o novo modelo, também em Silverstone.

Mercedes: fotos antecipadas, aura de mistério, degradê e estrela de Lauda

Vem aí o carro campeão? Todos os detalhes do W12, que ganhou um degradê de cinza (GP Notícias)
MERCEDES; MERCEDES AMG; MERCEDES W12; FÓRMULA 1;
O novo Mercedes W12 vem em preto como cor predominante, mas traz detalhes em prata e vermelho e até marca d’água da AMG (Foto: Mercedes)

Depois da rodada de lançamentos em fevereiro, a Fórmula 1 conheceu mesmo a maioria dos carros para a temporada 2021 a partir de março. E logo no segundo dia do mês, foram duas apresentações. A Mercedes abriu o terceiro mês com dinamismo ao antecipar as fotos do novo W12 E Performance ao público meia hora antes do evento online de lançamento. À primeira vista, poucas foram as mudanças em relação ao vitorioso W11.

O carro novo manteve a pintura preta em alusão à luta antirracista liderada por Lewis Hamilton, mas substituiu as muitas estrelas na tampa do motor por um prateado tom degradê e com a marca d’água da AMG, marca de alta performance da Mercedes. A homenagem a Niki Lauda segue como estrela vermelha, mas agora mais próxima ao cockpit, na lateral do carro.

Alguns elementos aerodinâmicos importantes, como o assoalho, foram escondidas propositadamente pela Mercedes. O que não deu para ocultar foi o bico, mais longo e mais estreito. Mas a base do novo carro do maior de todos, Lewis Hamilton, e Valtteri Bottas, foi mantida. Afinal, em time que está ganhando não se mexe.

Alpine: horror de internet, lindeza de carro e ausência de Alonso

A Alpine lançou seu primeiro modelo na Fórmula 1 e encantou pela beleza (GP Notícias)
ALPINE; FÓRMULA 1; A521; FÓRMULA 1 2021; GRANDE PRÊMIO;
A Alpine apresentou um dos carros mais bonitos do grid da F1 para 2021 (Foto: Alpine)

Se a Alpine, marca que a Renault escolheu para representá-la na Fórmula 1 a partir deste ano, queria impressionar desde a sua apresentação, conseguiu. É verdade que os primeiros minutos do lançamento online do A521, novo carro de Fernando Alonso e Esteban Ocon, também em 2 de março, foram de total vexame. Tudo por conta de uma péssima conexão de internet, que tornou a transmissão ao vivo uma exibição de imagens quadro a quadro. Um primor de horror.

Mas na hora em que o carro novo finalmente foi revelado, ninguém mais lembrou da internet capenga. Isso porque o A521 é belíssimo e todo baseado nas cores da bandeira da França com uma incrível combinação de azul metálico e detalhes em branco e azul. Quanto ao design do projeto, há muitas semelhanças com o modelo R.S.20, o carro da Renault do ano passado.

A Alpine se apresentou sem Fernando Alonso, ainda em recuperação por conta do acidente sofrido no começo de fevereiro. Esteban Ocon fez as vezes da dupla de pilotos, e Davide Brivio fez sua primeira aparição como novo diretor de corridas da rebatizada equipe sediada em Enstone, enquanto Luca de Meo apresentou o grand-finale do evento virtual. No dia seguinte, Ocon acelerou pela primeira vez com o novo modelo em um dia de shakedown em Silverstone.

Aston Martin: apresentação estelar e lendário verde britânico

A Aston Martin lançou o AMR21 na volta à Fórmula 1 e espera alçar grandes voos (GP Notícias)
A Aston Martin também agradou com o belíssimo AMR21 (Foto: Divulgação)

Em 3 de março, Lawrence Stroll discursou todo orgulhoso na apresentação da Aston Martin como equipe de fábrica da Fórmula 1, regressando ao grid do Mundial depois de 61 anos. O orgulho do bilionário canadense tem razão de ser porque foi graças a ele e ao seu generoso bolso que a icônica marca — da qual é acionista majoritário — voltou a fazer parte da categoria. Antes conhecido apenas como o pai bilionário de Lance Stroll, Lawrence caminha para, cada vez mais, ser um homem muito influente nos bastidores da F1.

Com Lawrence Stroll como líder do projeto, Sebastian Vettel como o grande contratado para levar a nova Aston Martin a dias de glória na Fórmula 1 e Lance Stroll como um piloto em íngreme processo de evolução, a equipe de Silverstone apresentou ao mundo o AMR21.

O incrivelmente belo AMR21, pintado predominantemente com o tradicional verde britânico, traz também detalhes em rosa, alusão à BWT, empresa austríaca de tratamento hídrico, que continua sendo parceira neste novo ciclo da escuderia na Fórmula 1. O projeto assinado por Andy Green foi apresentado com algumas semelhanças inspiradas no Mercedes W11, mas o modelo tem identidade própria na esteira de grande trabalho de desenvolvimento. Destaque para a asa dianteira, muito diferente em relação ao ano passado, e linhas refinadas nos sidepods e bargeboards. Toda a parte aerodinâmica foi revista, assim como a suspensão traseira.

Para completar, a apresentação contou com as estelares presenças de Tom Brady, o maior jogador de futebol americano de todos os tempos, e de Daniel Craig, um dos atores que representou o não menos icônico James Bond. Foi o evento dos sonhos para Lawrence Stroll. Um carro lindo, um tetracampeão e uma marca lendária: uma combinação pra lá de promissora.

Haas: bandeira da Rússia dá o tom em lançamento fake do VF-21

A Haas lançou o VF-21 com cara de carro igual do ano passado, mas com pintura diferente (Vídeo: GP Notícias)
HAAS; VF-21; FÓRMULA 1; NIKITA MAZEPIN; MICK SCHUMACHER;
A bandeira da Rússia predomina no novo carro da Haas na F1 (Foto: Haas F1 Team)

Os fãs brasileiros e mexicanos do esporte a motor tiveram de madrugar para ver o oitavo lançamento de carro da Fórmula 1 para 2021 em 4 de março. A Haas, depois de dois anos muito abaixo da crítica, parte para sua temporada com dois pilotos novatos: Mick Schumacher, filho do grande heptacampeão Michael Schumacher, e do russo Nikita Mazepin, que ficou conhecido mesmo pelo caso de abuso sexual contra a modelo Andrea D’Ival protagonizado no fim do ano passado.

Às 5h (de Brasília), foram ao ar as primeiras fotos do VF-21. Aliás, do que vem a ser a nova pintura do carro para 2021. O modelo ainda é o do ano passado, mas apenas vestido com as cores da bandeira da Rússia: predominantemente branco, mas com listras em azul e vermelho. Tudo, claro, em razão da presença de Mazepin e do dinheiro que paga todo o negócio, vindo do conglomerado de empresas do seu pai, a Uralkali, uma das maiores produtoras de fertilizantes à base de potássio — e também uma das maiores poluidoras do mundo.

Não houve um evento de lançamento em si, apenas a publicação de algumas fotos nas redes sociais da equipe norte-americana. Horas mais tarde, a Haas promoveu entrevistas coletivas online com seus pilotos. E enquanto Mick Schumacher chega à F1 aclamado não somente pelo sobrenome pesado herdado do pai, mas pela conquista lograda na F2 no ano passado, Mazepin pouco foi perguntado sobre o carro e sobre seu ano de estreia na F1, mas sim em relação ao abuso cometido.

A equipe promete apresentar, aí sim, o novo carro, na manhã da abertura dos testes de pré-temporada em Sakhir nesta próxima sexta-feira.

Williams: ataque hacker, nova gestão e cara diferente com FW43B

WILLIAMS; FW43B; WILLIAMS FW43B; F1; FÓRMULA 1;
A Williams vem com layout totalmente renovado e também peculiar para 2021 (Foto: Williams)

Minutos antes da apresentação oficial do FW43B, na manhã da última sexta-feira, 5 de março, a Williams anunciou que o aplicativo de realidade aumentada, pelo qual faria o lançamento do carro, fora hackeado. Na tentativa de algo inovador, a equipe de Grove fracassou, tendo de recorrer ao formato habitual e simples de apresentações em tempos bicudos: fotos renderizadas, aqui e ali, do seu novo modelo.

E se o FW43B leva no nome a continuidade do projeto que zerou na temporada passada com George Russell e Nicholas Latifi, ao mesmo tempo representa também o início de uma nova era na Williams: a ‘era Dorilton Capital’, com o primeiro carro sem o envolvimento da lendária família liderada pelo patriarca, Frank Williams, e que nos últimos anos foi gerida pela filha, Claire.

O novo carro mostrou mesmo uma cara diferente, com vários tons de azul e mesclando com o também tradicional branco na dianteira e detalhes em dourado, remetendo aos tempos de glória. Feio? Bonito? A única dúvida é que o layout é mesmo diferente. Quanto às peças aerodinâmicas, atualizações pontuais nos bargeboards e sidepods para obedecer ao novo regulamento.

Ferrari: esperança de redenção com carro revisado e novo motor

A Ferrari apresentou a SF21 com esperança renovada (e o carro também): tudo revisado (GP Notícias)
Ferrari batizou o novo carro de SF21 (Foto: Ferrari)

Desta vez, a Ferrari não quis um lançamento suntuoso. De forma mais simples, a equipe apresentou os pilotos alguns dias antes e, nesta quarta-feira (10), revelou ao mundo a SF21 – sendo a última a mostrar as armas para 2021. É sempre difícil surpreender quando se usar sempre a mesma cor, mas a escuderia italiana geralmente consegue segurar o suspense. O carro da mais icônica esquadra do grid resgatou o design usado na celebração do GP 1.000 do ano passado. A fonte e a pintura comemorativa na tampa do motor estão semelhantes àquelas.

O tom do vermelho, com pegada mais para grená na parte de trás, vai se tornando mais vivo conforme chega à parte dianteira do carro. O modelo tem detalhes em verde também, por conta da patrocinadora Mission Winnow. Há também preto e os números dos pilotos apareceram em branco.

Com um lançamento às vésperas do início da pré-temporada, a Ferrari não fez questão de esconder nada, muito diferente de suas rivais. O carro tem bico pontudo e longo, o mais diferente de uma temporada em que esta parte dos carros teve mudanças pequenas nas outras equipes. Visualmente num primeiro momento, é o que mais salta aos olhos. O suporte da asa dianteira também aparece com desenho distinto.

A equipe italiana investiu muito em três componentes: o motor, a caixa de câmbio e a suspensão dianteira. A unidade de potência guarda também o desejo de um enorme de salto de qualidade, depois dos perrengues de 2020. O time mexeu em alguns componentes chave e, entende-se, o motor deve ganhar em torno de 30 cavalos neste ano. A escuderia trabalhou ainda com o assoalho, agora menor, e novas soluções aerodinâmicas, para melhorar o downforce, sobretudo com o difusor.

Além das alterações técnicas, a Ferrari também optou por dispensar o tetracampeão Sebastian Vettel e trouxe para o lugar dele o espanhol Carlos Sainz, que vem de ótima temporada com a McLaren. A outra SF21 será de Charles Leclerc, o homem em que a escuderia confia para levá-la de volta às vitórias na Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube