Rossi aparece no fim e lidera equilibrado TL2 no Alabama. Grosjean é 17º

Alexander Rossi foi um dos pilotos que surgiram no minuto final do TL2 do GP do Alabama e, com 1min06s080, fechou a atividade na dianteira. Romain Grosjean deu uma melhorada em relação ao TL1 e foi 17º

O segundo treino livre do GP do Alabama foi equilibrado e acidentado, com Alexander Rossi aparecendo com cronômetro zerado e anotando a melhor marca. Neste sábado (17), o americano da Andretti virou 1min06s080, superando uma série de rivais que também foram surgir só no finalzinho da sessão.

O segundo lugar do TL2 no Alabama ficou com Marcus Ericsson, que colocou a Ganassi apenas 0s139 atrás do carro de Rossi. Aliás, a equipe de Chip Ganassi colocou uma trinca ali a começar pelo sueco, com Scott Dixon e Álex Palou, que foi líder do TL1, surgindo na sequência.

GUIA INDY 2021
+ Indy escapa bem da pandemia e se prepara para novo Penske x Ganassi
+ Grid cheio, Penske e Ganassi em expansão: as equipes e pilotos da Indy
+ Enzo Fittipaldi troca Europa por Estados Unidos e mira título na Pro 2000
+ Porto mira estabilidade e luta “de igual para igual” por título da USF2000

+ Grosjean é cereja no bolo do intercâmbio recente de Fórmula 1 com Indy
+ Novatos ‘fakes’, Johnson e McLaughlin encaram realidades distintas
+ “Mais completo do que nunca”, Castroneves mira pódios com Meyer Shank

A McLaren voltou a andar forte, com Felix Rosenqvist sendo o quinto e Pato O’Ward ficando em sétimo. Ed Jones colocou a Dale Coyne em sexto, enquanto que o parceiro e novato Romain Grosjean deu uma crescida em relação ao TL1, fechando em 17º.

A Penske teve um desempenho discretíssimo. Will Power, em oitavo, foi o melhor, enquanto que o atual vice-campeão, Josef Newgarden, não passou da 14ª colocação, perdendo a chance de fazer a última volta por conta de uma bandeira vermelha que ele mesmo causou. Conor Daly e Jack Harvey fecharam o top-10.

A definição do grid de largada do GP do Alabama acontece ainda neste sábado, a partir das 18h55 (em Brasília).

ALEXANDER ROSSI; INDY; INDYCAR; INDY 2021; SEBRING;
Alexander Rossi foi o mais rápido do TL2 no Alabama (Foto: IndyCar)

Confira como foi o TL2 no Alabama

A bandeira verde para a segunda atividade do fim de semana de abertura da Indy, no Alabama, apareceu pontualmente às 15h40 (em Brasília). E a divertida pista de Barber foi ficando cheia desde o primeiro instante.

Alexander Rossi e Scott McLaughlin começaram em ritmo forte, já virando na casa de 1min08s baixo, mas nada ainda que fosse muito competitivo. A primeira boa marca saiu com a McLaren de Pato O’Ward, que cravou 1min07s2, acompanhado de perto, na sequência, por McLaughlin e Marcus Ericsson.

Depois de TL1 de adaptação e ritmo não mais que mediano, Romain Grosjean assumia a dianteira do TL2 com 1min06s9, sendo o único, em 10 minutos, a romper a barreira de 1min07s. Jack Harvey surgia em segundo, com Pato, Ed Jones, McLaughlin e Scott Dixon atrás.

GUIA INDY 2021
+ Dixon e Newgarden chegam favoritos em duelo que pode marcar geração
+ Pós-pandemia, Indy mantém regulamento e atrasa nova geração de carros
Pietro Fittipaldi retorna à Indy depois de três anos e consolidação é objetivo
+ Ganassi muda tudo, mas ainda precisa apostar fichas em Dixon na Indy

Colton Herta saltava para a liderança com 1min06s7 e, então, veio a primeira bandeira vermelha patrocinada por Dalton Kellett, figurinha carimbada em ações do tipo. O piloto da Foyt rodou e ficou um tempo atravessado no meio da pista.

Felix Rosenqvist andou bem com a McLaren (Foto: IndyCar)

A bandeira verde voltou, James Hinchcliffe, Rossi e Josef Newgarden até melhoraram seus tempos, mas não deu 5 minutos de pista liberada e a bandeira vermelha retornou. Só que ali foi com o então líder da sessão, Herta, que perdeu o controle, invadiu brita, grama e foi parar no muro, batendo com alguma força.

O resgate do carro do jovem americano foi bem demorado e a ação só foi finalmente retomada com 10 minutos apenas restando no cronômetro. Novamente, pista bem cheia assim que liberada e O’Ward voltava ao primeiro posto, cravando 1min06s755, praticamente a mesma marca de Herta.

No melhor estilo ‘happy-hour’, muito comum nos ovais, os tempos foram todos despencando nos minutos finais. Felix Rosenqvist, Ed Jones, Ericsson, O’Ward, Conor Daly, todos cresceram bastante, mas quem voltava para a ponta era Álex Palou, o líder do TL1: 1min06s320 para o catalão.

Marcus Ericsson colocou a Ganassi em segundo (Foto: IndyCar)

Com menos de 5 minutos pela frente, uma nova bandeira vermelha mais por susto do que qualquer coisa: Newgarden abusou da zebra, quase rodou, mas conseguiu salvar antes de encontrar o muro interno da reta principal. De todo modo, sessão parada e só voltaria com mais uma volta para cada piloto.

Só que essa volta única causou uma reviravolta completa nos tempos. Marcus Ericsson e Dixon surgiram na frente, desbancando Palou, mas a primeira marca seria de Alexander Rossi, colocando a Andretti na ponta com 1min06s080.

Indy 2021, GP do Alabama, Barber, TL2:

1A ROSSIAndretti Honda1:06.080 18
2M ERICSSONGanassi Honda1:06.219+0.13918
3S DIXONGanassi Honda1:06.302+0.22217
4A PALOUGanassi Honda1:06.320+0.24018
5F ROSENQVISTMcLaren Chevrolet1:06.395+0.31514
6E JONESDale Coyne Honda1:06.475+0.39516
7P O’WARDMcLaren Chevrolet1:06.515+0.43515
8W POWERPenske Chevrolet1:06.523+0.44320
9C DALYCarpenter Chevrolet1:06.559+0.47914
10J HARVEYMeyer Shank Honda1:06.589+0.50917
11S BOURDAISFoyt Chevrolet1:06.622+0.54219
12S McLAUGHLINPenske Chevrolet1:06.664+0.58418
13J HINCHCLIFFEAndretti Honda1:06.679+0.59913
14J NEWGARDENPenske Chevrolet1:06.716+0.63617
15C HERTAAndretti Honda1:06.755+0.67511
16R HUNTER-REAYAndretti Honda1:06.789+0.70915
17R GROSJEANDale Coyne Honda1:06.856+0.77617
18S PAGENAUDPenske Chevrolet1:07.097+1.01721
19R VEEKAYCarpenter Chevrolet1:07.100+1.02014
20T SATORLL Honda1:07.276+1.19619
21M CHILTONCarlin Chevrolet1:07.305+1.22517
22D KELLETTFoyt Chevrolet1:07.465+1.38517
23G RAHALRLL Honda1:07.468+1.38820
24J JOHNSONGanassi Honda1:07.882+1.80217

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar