Newgarden tem momento à Castroneves e mostra que Indy 500 também é de superação

Indianápolis também é o lugar das superações. Josef Newgarden deu a volta por cima após a desclassificação em St. Pete e conseguiu vencer do jeito mais incrível possível: correndo

Foi em 24 de abril, exatos 32 dias atrás, que Josef Newgarden viveu o pior momento da carreira na Indy. A irregularidade descoberta nos carros da Penske em St. Pete tirou a vitória do piloto americano, mesmo 45 dias depois da bandeira quadriculada. Não era apenas uma bandeira preta normal, mas algo que mexia com a lisura e imparcialidade do campeonato. E o pior: colocou um status de trapaceiro em Josef, ao ponto que os próprios companheiros de pista e os fãs de um dos nomes mais populares da categoria questionaram sua integridade em meio ao escândalo.

Quando a Penske cravou a primeira fila no grid da Indy 500 deste ano, também houve o questionamento: será positivo ou negativo ver a equipe no Victory Lane depois de tudo que aconteceu em St. Pete? Como seria a reação do público, que chegou a vaiar Newgarden na classificação, se ele estivesse lá de novo? Muitas interrogações que foram muito bem respondidas neste domingo.

Relacionadas


Indianápolis também é a terra da superação pessoal, e nem precisamos ir muito longe para relembrar isso. Em 2009, uma carga negativa também pairava em cima de Helio Castroneves, que precisou responder a um processo por evasão fiscal, chegando até a perder a primeira corrida do campeonato. Na época, deu a volta por cima com uma Indy 500 dominante. Foi a terceira do brasileiro, e suficiente para apagar a polêmica que marcou aquele início de ano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Indy 500 2024 foi uma das melhores da história (Foto: Indycar)

Para Newgarden, um cenário semelhante. Durante toda a corrida, esteve nos primeiros lugares e escapou das confusões. E teve muita confusão. Um total de oito bandeiras amarelas ao longo da prova, sendo a maior parte delas ainda na primeira metade da corrida. Acidentes malucos, falhas de motor, mas nada que envolveu Josef, que esteve ali e viu a prova se desenhar de forma bela, sem interrupções na reta final. Era pura velocidade e estratégia nas últimas 40 voltas.

Teve Scott Dixon dando golpe estratégico e surgindo na frente mesmo após largar de 21º, teve Alexander Rossi também na briga pela segunda vitória no Brickyard, depois de um ritmo impressionante durante toda a corrida, mas coube ao destino desenhar uma batalha entre Josef e Pato O’Ward nas voltas finais. Desde que foi bumpado com a Carlin, em 2019, o mexicano virou um ator muito importante em Indianápolis, estando nos primeiros lugares em quase todos os anos, com direito a uma dolorida derrota em 2022.

E Pato fez tudo certo. Se em 2022 não pôde atacar Marcus Ericsson como queria, desta vez foi mais cerebral e planejou o bote final na primeira curva da última volta. Parecia o cenário ideal, mas Newgarden foi mais esperto. Se aproveitou do fato do mexicano cortar o vácuo até demais. Ganhou o ritmo suficiente para fazer história, e se tornar o primeiro piloto a vencer duas edições seguidas desde Castroneves, em 2001 e 2002.

Demoraram 12 anos para Newgarden vencer em Indianápolis pela primeira vez, mas apenas 12 meses para a segunda. Além da sua enorme competência em ser um dos melhores pilotos de ovais da Indy há anos, também tinha uma narrativa pronta para recuperar o prestígio que ainda tem. E o público respondeu muito bem. Não importava mais o que aconteceu em St. Pete. Josef é um racer, que vive Indianápolis da forma mais pura. Dá para perdoar. E ele foi perdoado.

Pato O’Ward ficou extremamente abalado com a derrota. Compreensível. Indianápolis é diferente e você nunca sabe se vai ter essa oportunidade de novo. Já são dois revezes difíceis de engolir em um lugar absolutamente especial, que não tem troféu de segundo lugar e onde medalhas de prata não valem nada. Mas a hora de O’Ward vai chegar. Um dia ele será o escolhido.

Em mais uma grande Indy 500, Newgarden conseguiu a superação do jeito mais bonito necessário: com corrida pura. Sem a discussão se a corrida deveria terminar em bandeira amarela ou vermelha, sem acidente grave em que o público precisa se preocupar com a condição médica do piloto. Foi corrida pura.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Indy direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.