Após 2º teste com Aprilia, Dovizioso diz que “não há motivo para pensar em correr agora”

Italiano teve o segundo teste com a RS-GP atrapalhado pela chuva em Mugello. O ex-Ducati tampouco quis dar detalhes sobre o que planeja para o futuro profissional

Jack Miller celebrou a vitória com os integrantes da Ducati (Vídeo: MotoGP)

Andrea Dovizioso afirmou que “não há motivo” para pensar em fazer um wild-card com a Aprilia na temporada 2021 da MotoGP. O italiano fez nesta semana apenas o segundo teste com a RS-GP, mas teve a atividade em Mugello atrapalhada pela chuva.

Andrea foi para a pista da Toscana para dois dias de testes com o protótipo de Noale, mas o clima foi de uma chuva fina o bastante para não molhar a pista o suficiente e tão forte que não permitia a pilotagem.

Andrea Dovizioso completou só 45 voltas no teste de Mugello (Foto: Aprilia)

LEIA MAIS
⇝ Sorte sorri para Miller, que apazigua críticos e sai protagonista do GP do Espanha
⇝ Falta de segurança irrita pilotos e coloca futuro da MotoGP em Jerez em xeque
⇝ Red Bull Rookies Cup: a categoria de base de ouro do Mundial de Motovelocidade
⇝ Pol Espargaró escancara frustração após quatro GPs e se mostra perdido na Honda
⇝ Ducati consegue raro desempenho em Jerez e se permite sonhar com título em 2021
⇝ Lado a lado: as vitórias de Jack Miller na classe rainha do Mundial de Motovelocidade
⇝ Azar desprestigia Morbidelli em 2021. Mas Yamaha tem obrigação de corrigir futuro
⇝ KTM sofre com novos pneus e desmancha evolução obtida em 2020 após quatro etapas

Recém-encerrada a atividade que teve apenas 45 voltas, Andrea falou com jornalistas, mas frisou que ainda não sabia se voltaria a testar a moto. A Aprilia, por sua vez, disse que vai conversar com o piloto de Forli.

“Nós ainda não conversamos, pois nosso plano era fazer esses dois testes”, disse Dovizioso. “Ficou claro desde o início e era a verdade. Eu queria fazer dois testes e foi isso que aconteceu”, seguiu.

“Depois disso, falamos falar disso e do futuro”, avisou.

Questionado se tinha vontade de testar a RS-GP mais uma vez ou correr com a moto da Aprilia, Andrea respondeu: “Em relação a correr, não acho que seja importante falar disso, pois não está no plano no momento”.

“Ainda não pude forçar com esta moto, então a minha sensação é de que não há motivo para pensar em correr neste momento”, justificou. “Vamos ver. Talvez eu tenha a chance de fazer algum outro teste, mas temos de conversar sobre isso”, ressaltou.

O teste desta semana em Mugello foi feito como pista molhada, o que limitou o feedback do italiano em relação a moto da Aprilia. Andrea contou, porém, que conseguiu melhorar a posição na RS-GP.

“Infelizmente, ainda não tenho muito feedback para explicar para a Aprilia, porque não pudemos pilotar, especialmente em Mugello, pois quando você faz o primeiro teste e muda a moto, é sempre um grande desafio. Você precisa de tempo para perceber e entender muitas coisas, muitos detalhes”, apontou. “Tudo mudou. A primeira coisa foi a posição de pilotagem e, depois, você pode forçar para entender todas as áreas”, continuou.

“Tenho algumas ideias, mas normalmente sou bem calmo para dizer as coisas, pois você tem de forçar e ser rápido para entender todos os detalhes, uma vez que você pode ter uma sensação imediata, mas é importante entender a sensação quando você está forçando”, explicou. “E eu ainda não tive essa condição”, ressaltou.

Vivendo um ano sabático, Dovizioso evitou dar muitas pistas sobre o futuro no esporte.

“Estou vivendo a minha vida dia a dia, então não tenho nenhum estresse com isso, pois se tiver uma boa situação para mim, vou agarrar”, declarou. “Não sei em relação ao meu futuro, acho que não é o momento de falar em relação ao futuro”, frisou.

“Estou muito feliz, agora tenho mais tempo para fazer outras coisas que não fiz nos últimos 19 anos. O que é bom”, concluiu.

A MotoGP volta à ação no dia 16 de maio, com o GP da França, quinta etapa do calendário. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar