Gardner bate Raúl Fernández por só 0s014 e vence GP da Itália de Moto2

O estreante espanhol parecia ter o triunfo encaminhado, mas viu o companheiro de Red Bull KTM Ajo descontar uma larga vantagem e dar o bote na volta final. Marco Bezzecchi completa o pódio

Jason Dupasquier sofre acidente grave no fim da classificação da Moto3 em Mugello (Vídeo: Reprodução)

A Moto2 teve uma corrida melhor que o esperado em Mugello. Ainda sob o impacto da morte da Jason Dupasquier, a classe intermediária entrou na pista no horário previsto, mas o que parecia ser uma disputa apenas protocolar ganhou um perfil mais agitado, com Remy Gardner assegurando a vitória no GP da Itália apenas nos metros finais.

Raúl Fernández comandou a disputa quase que de ponta a ponta e chegou a sustentar mais de 2s de frente após o abandono de Sam Lowes. Gardner, porém, conseguiu remar e partiu para o ataque até tomar a liderança em meados da volta final. O espanhol ainda tentou o contra-ataque no vácuo, mas acabou 0s014 atrás.

LEIA TAMBÉM
Com apenas 19 anos, Dupasquier morre após grave acidente da Moto3 em Mugello
Jason Dupasquier, 2001 – 2021

Remy Gardner bateu o companheiro de equipe depois de muito remar (Foto: Ajo)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Joe Roberts viu a bandeirada em terceiro, mas perdeu a posição por ter saído da pista na volta final. Assim, Marco Bezzecchi foi promovido ao pódio em casa. Marcel Schrötter ficou com o quinto posto.

Ai Ogura garantiu a sexta colocação, à frente de Tony Arbolino e Cameron Beaubier. Hafizh Syahrin e Stefano Manzi completam a lista dos dez melhores em Mugello.

Com o resultado, Gardner mantém a liderança da Moto2, agora com dois pontos de vantagem para Raúl. Bezzecchi é o terceiro na tabela, seguido por Lowes e Fabio Di Giannantonio. A Kalex domina o Mundial de Construtores com 103 pontos de frente, enquanto a Red Bull KTM Ajo lidera a disputa do Mundial de Equipes.

A Moto2 volta às pistas no próximo dia 6 de junho para o GP da Catalunha. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Saiba como foi o GP da Itália de Moto2:

Sem sequer um intervalo maior após o anúncio da morte de Jason Dupasquier, a Moto2 largou no horário previsto na Itália, desfalcada de Nicolò Bulega, que se machucou, e de Tom Lüthi, que preferiu não correr para acompanhar a família do piloto da Moto3 no acidente.

Quando as luzes se apagaram na largada em Mugello, Raúl Fernández manteve a liderança, à frente de Remy Gardner e Tony Arbolino. Ainda nos primeiros metros, Lorenzo Dalla Porta e Somkiat Chantra se enroscaram na San Donato, com uma queda do espanhol.

A largada do GP da Itália de Moto2 (Vídeo: MotoGP)

Pouco depois, foi Augusto Fernández quem caiu na curva 10, a Scarperia, encerrando mais cedo a participação na disputa.

Após quatro voltas, Raúl já sustentava 0s5 de vantagem para Gardner, com Lowes mantendo mais ou menos a mesma diferença em relação ao australiano. Fabio Di Giannantonio tinha a quarta colocação, seguido por Tony Arbolino e Marco Bezzecchi.

Ainda no início da corrida, Lorenzo Baldassarri abandonou após uma queda na primeira perna da Biondetti. Pouco depois, Jorge Navarro encerrou o GP mais cedo com um tombo na San Donato.

Marco Bezzecchi precisou se recuperar de uma largada ruim em Mugello (Vídeo: MotoGP)

Na sétima volta da disputa, a transmissão reexibiu a largada, mostrando que Bezzecchi patinou no ponto de partida. Apesar do movimento, não houve punição para o piloto da VR46.

Na ponta da corrida, Raúl Fernández ia se afastando mais e mais de Gardner, abrindo 0s916 de margem para Gardner após sete giros. Lowes, porém, vinha mais próximo de Remy, mas já com ampla folga em relação a Di Giannantonio.

Sam não tardou em chegar em Gardner. Na volta 10, o britânico atacou na curva 1, mas abriu um pouco a trajetória e permitiu o troco. O titular da Marc VDS insistiu e, apesar da resistência do filho de Wayne, conseguiu tomar a segunda posição.

Sam Lowes e Remy Gardner travaram um bom duelo em Mugello (Vídeo: MotoGP)

A briga dos dois, porém, abriu caminho para que Raúl se afastasse mais de 2s, enquanto Di Giannantonio, que vinha em quarto, reduziu o atraso para 1s4.

Com dez voltas para o fim, Albert Arenas encerrou um fim de semana que já não era dos melhores com uma queda. Pouco depois, foi Di Giannantonio quem tombou na curva 15 e encerrou a corrida.

Simone Corsi, por outro lado, voltou aos boxes com algum problema e também não viu a bandeirada em Mugello.

Uma vez em segundo, Lowes tratou de se afastar de Gardner e passou a recortar a diferença de Raúl. Com sete voltas para o fim da disputa em Mugello, a diferença tinha baixado para 0s898.

Sam Lowes se empenhou em cortar a diferença de Raúl Fernández (Vídeo: MotoGP)

Mais atrás, Joe Roberts caçou e passou Bezzecchi pelo quarto lugar. Marcel Schrötter era o sexto, seguido por Tony Arbolino, Ai Ogura, Marcos Ramírez e Hafizh Syahrin.

Restando seis voltas para o fim, o empenho de Lowes em caçar Raúl escoou pelo ralo com uma queda na Arrabbiata 1. Foi o terceiro abandono do britânico em seis corridas em 2021.

Sem Sam, Raúl ganhou mais de 2s de frente na tabela, mas a diferença desapareceu rapidamente, com Gardner colando no companheiro de equipe. Atrás, Bezzecchi conseguiu passar Roberts e voltou ao terceiro lugar.

Com dois giros para o fim, a diferença já não existia mais, mas Raúl ainda conseguia manter o companheiro de Red Bull KTM Ajo atrás.

Na última volta, Gardner conseguiu tomar a liderança na saída da Arrabbiata 2 e seguiu adiante para cruzar a linha de chegada só 0s014 à frente de Raúl.

LEIA TAMBÉM
⇝ Yamaha e Ducati mostram forças opostas e disputam protagonismo na MotoGP em 2021
⇝ Ducati ou Yamaha: quem vai equipar a VR46 na temporada 2022 da MotoGP?
⇝ Descoberta de Barros e fruto do motocross: Moreira é nova joia do motociclismo brasileiro
⇝ Quartararo versus Miller: a trajetória dos protagonistas da temporada 2021 na MotoGP

Moto2 2021, GP da Itália, Mugello, Corrida:

1R GARDNERRed Bull KTM Ajo Kalex39:17.66721 voltas
2R FERNÁNDEZRed Bull KTM Ajo Kalex+0.014 
3M BEZZECCHIVR46 Kalex+8.021 
4J ROBERTSAmerican Kalex+8.004P+1
5M SCHROTTERIntact Kalex+12.343 
6A OGURATeam Tady Kalex+23.170 
7T ARBOLINOIntact Kalex+23.764 
8C BEAUBIERAmerican Kalex+34.825 
9H SYAHRINAspar Speed Up+34.849 
10S MANZIForward MV Agusta+34.965 
11A CANETAspar Speed Up+35.250 
12F ALDEGUERSpeed UP+35.300 
13H GARZÓPONS Kalex+35.450 
14J DIXONSIC Kalex+36.161 
15B BENDSNEYDERRW NTS+40.700 
16C VIETTIVR46 Kalex+46.263 
17B BALTUSRW NTS+46.403 
18S CHANTRATeam Tady Kalex+48.566 
20M RAMÍREZAmerican Kalex+1:16.213 
21S LOWESMarc VDS KalexAbandonou 
22F DI GIANNANTONIOSpeed UPAbandonou 
23S CORSIForward MV AgustaAbandonou 
24A ARENASAspar Speed UpAbandonou 
25X VIERGESIC KalexAbandonou 
26J NAVARROSpeed UPAbandonou 
27L BALDASSARRIPONS KalexAbandonou 
28L DALLA PORTAItaltrans KalexAbandonou 
29A FERNÁNDEZMarc VDS KalexAbandonou 
30N BULEGAGresini KalexNão largou 
31T LÜTHIIntact KalexNão largou 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar