SIC diz que acordo com Pedrosa ficou “muito perto” de acontecer: “Yamaha garantiu que daria todo apoio”

Diretor-executivo do circuito de Sepang, Razlan Razali afirmou que a SIC chegou “muito, muito perto” de um acordo com Dani Pedrosa para a temporada 2019 da MotoGP. Dirigente contou que a Yamaha garantiu que daria todo o apoio necessário, mas o #26 optou pela aposentadoria

Diretor-executivo de Sepang, Razlan Razali afirmou que a SIC, nova equipe satélite da Yamaha, ficou muito perto de um acordo com Dani Pedrosa para a temporada 2019 da MotoGP. O dirigente confirmou que a Yamaha garantiu que daria todo apoio necessário ao #26.
 
Depois de defender a Honda durante toda a carreira no Mundial de Motovelocidade, Pedrosa acabou perdendo a vaga para Jorge Lorenzo. O piloto de Sabadell foi, então, cotado para o time privado da casa de Iwata, mas acabou optando por encerrar a carreira.
Dani Pedrosa negociou para valer com a SIC (Foto: Divulgação/MotoGP)
Pedrosa, porém, assinou com a KTM por dois anos para o posto de piloto de testes, mas teve o início de seu trabalho com os austríacos adiados por conta de uma fratura na clavícula.
 
“As negociações com Pedrosa foram uma realidade. Ficou muito, muito perto”, disse Razali ao site britânico ‘Crash.net’. “Nós conversamos com a Yamaha e a Yamaha garantiu que a ele que daria todo o apoio de que ele precisasse. Eu sentei com ele, junto com Carmelo [Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna] e foi a mesma coisa”, relatou.
 
“Mas quando um piloto não está mentalmente certo sobre continuar correndo, não tem muito que possamos fazer”, comentou. “Mas foi uma negociação séria. Quando decidimos encerrar, ele de fato me ligou e me agradeceu pela oportunidade. Ele se desculpou por não responder mais rápido, mas eu entendo que era uma grande decisão para ele e respeito a decisão dele. Ele foi muito profissional em tudo”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube