Confira declarações dos pilotos após classificação do GP da Emília-Romanha 2021

O que cada piloto sentiu durante a classificação para o GP da Emília-Romanha? Eles mesmo contaram após a sessão e o GRANDE PRÊMIO traz aqui

Repórter da Band recebe resposta atravessada e retruca piloto da Haas (Vídeo: F1)

A classificação para o GP da Emília-Romanha foi disputada até o final – mas a volta que deu o topo para Lewis Hamilton não foi a decisiva. O britânico precisou esperar alguns rivais tentarem alcançá-lo – mas nenhum, como outras 98 vezes na Fórmula 1, conseguiu.

Assim, após a classificação, os pilotos deram suas declarações: alguns celebrando seus resultados (como Hailton e Lance Stroll), outros achando que poderiam ter ido melhor (como Sergio Pérez), e alguns lamentando besteiras feitas (Lando Norris…). O GRANDE PRÊMIO traz tudo que foi dito, abaixo.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB-STORIES: o grid de largada do GP da Emília-Romanha!

Sergio Pérez (Foto: Red Bull Content Pool)

Confira as declarações:

Lewis Hamilton, primeiro: Hamilton curte pole conquistada com batalha contra duas Red Bull: “Estou amando”

Sergio Pérez, segundo: Pérez exalta trabalho da Red Bull após batida e diz que “deveria estar na pole”

Max Vertappen, terceiro: Verstappen admite erro na última volta e lamenta: “Não dá para ser bom sempre”

Charles Leclerc, quarto: Leclerc revela frustração com quarto lugar no grid em Ímola: “Não foi o suficiente”

Pierre Gasly, quinto: Gasly vibra com top-5 no grid em Ímola: “Hoje foi muito bom, estou muito feliz”

Pierre Gasly brilhou de novo e se colocou novamente no top-5 do grid em 2021 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Daniel Ricciardo, sexto: “No papel não é um resultado ruim. Está apertado na frente. Acho que este final de semana tem sido um pouco mais lento para mim. Acho que melhorei na classificação mas, e odeio dizer isso, acho que vai demorar para encontrar o limites. Estou chegando lá. Obviamente, gostaria de estar lá desde a primeira volta, mas acho que tem sido um final de semana de progresso. Trabalhamos bem para nos recuperarmos de uma sexta difícil. Não estou super feliz, mas contente.”

Lando Norris, sétimo: Norris se diz desapontado por volta anulada em Ímola: “Fodi tudo”

Valtteri Bottas, oitavo: Bottas culpa “estalo” em traseira do W12 por 8º lugar no grid em Ímola: “Decepcionante”

https://open.spotify.com/episode/56EWZtjjXZerTSc5mEGdpr?si=dXJwGloaQQ6ZEGdY1gUInQ&nd=1

Esteban Ocon, nono: “É um ótimo resultado para nós hoje. Tiramos o máximo de potencial do carro, e creio que a nona colocação era o máximo que conseguiríamos obter. Chegar ao Q3 foi satisfatório e estou bem feliz com isso. É difícil ultrapassar aqui, então é importante começar já em uma posição do top-10. Nossos rivais estão um pouco à frente, o que significa que ainda temos de melhorar e encontrar esse desenvolvimento, fatores que serão chave nesta temporada. E tudo pode acontecer.”

Lance Stroll, 10°: “Estou muito feliz com a sessão, uma pena que minha volta foi anulada no Q3. Estávamos em nono, então isso me derrubou uma posição. Os limites de pista são bem pequenos e alguns pilotos passaram deles hoje. Disse ontem o quanto gosto desta pista e o carro esteve bom hoje, veio forte para este final de semana. É encorajador, mas é um grid apertador e queremos nos aproximar do topo. Estamos trabalhando duro para isso. Não estamos tão distantes e sabemos no que podemos melhorar. A corrida vai ser interessante para nosso desempenho e para observarmos os rivais.”

Carlos Sainz, 11°: “O resultado de hoje não foi o que eu queria. Não consegui acertar todas as curvas na mesma volta desde o começo. Todo pequeno erro te custa algumas posições neste grid apertado, então não estou feliz, porque sei que o tempo de volta era possível de fazer. Ao mesmo tempo, acho que essa pista expôs que me falta um pouco de experiência com o carro para saber exatamente o que esperar e como extrair o máximo dele. Isso virá, com certeza, mas ainda estou aprendendo. Para amanhã, tenha certeza de que darei meu melhor para ganhar posições e lutar pelo melhor resultado possível. Estou confiante em meu ritmo e vamos tentar usar a escolha de pneus para termos vantagem.”

George Russell, 12°: “O carro tem estado bem neste fim de semana. Pessoalmente, estive fora do ritmo durante todo o fim de semana e o Nicholas foi mais rápido do que eu em todas as sessões. Eu estava lutando, sem confiança, mas no Q2 fizemos tudo funcionar. Passamos pelo Q1 com os dentes e, em seguida, fizemos um trabalho muito bom no Q2, quando tudo era importante. Estou muito contente com a P12, o carro parece rápido em linha reta, o que nos vai ajudar amanhã numa pista difícil de ultrapassar. Acho que vai ser emocionante.”

Sebastian Vettel, 13°: Vettel diz que está melhor, mas que “falta confiança” após cair no Q2 em Ímola

Nicholas Latifi, 14°: “Estou muito satisfeito com o desempenho de hoje. Quase não conseguimos a qualificação devido ao meu pequeno choque com a parede no TL3. Apesar de termos voltado à pista, ainda tínhamos algumas coisas residuais que a equipe precisava verificar. Fizemos um bom Q1 e fiquei muito satisfeito com a volta. No Q2 eu fiquei um pouco desapontado porque não consegui a melhoria que precisava devido a um pequeno erro no início da minha segunda volta. No geral, estou muito satisfeito com o resultado. Espero que o carro se sinta bem em condições de corrida. É uma pista realmente difícil de ultrapassar, mas estou de dedos cruzados para uma boa corrida.”

Fernando Alonso, 15°: Fora do Q3 em Ímola, Alonso admite decepção: “Não fui rápido o suficiente”

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Kimi Räikkönen, 16°: “Perdemos uma vaga no Q2 por apenas um décimo, mas quando as margens estão tão próximas, é o suficiente para sairmos antes do esperado. Sabíamos desde a manhã que iríamos lutar, não havia nada de errado especificamente, mas perdemos um pouco do ritmo que tínhamos ontem. Amanhã teremos um grande trabalho para voltar aos pontos: muito vai depender do tempo, se chover ou não. A julgar por ontem, parecemos estar mais fortes no ajuste de corrida, mas ultrapassar não é fácil por aqui: vamos dar o nosso melhor e ver o que podemos tirar desta corrida.”

Antonio Giovinazzi, 17°: “Muito decepcionante não ter a chance de definir minha volta final por causa do que aconteceu hoje. Os pilotos normalmente se respeitam na pista, mas não era o caso hoje – o Mazepin simplesmente não deixou para o carro à frente o espaço que todos os outros pilotos sempre dão e destruiu minha volta. Ainda não falei com ele, mas este não é o comportamento que esperamos um do outro nas pistas. É uma pena, porque o ritmo que tivemos no carro ontem foi muito bom e poderíamos ter conseguido um bom resultado aqui: veremos o que podemos fazer amanhã, mas começar do P17 não é o ideal, pois é muito difícil ultrapassar aqui. Vamos pensar positivo e tentar obter o melhor resultado possível – marcamos pontos no final do grid em 2020, então não vamos desistir ainda.”

Mick Schumacher, 18°: “Estava forçando mais, mas infelizmente perdi o carro na Variante Alta. Acho que uns dois décimos, ali. Mas o lado bom é que sei que posso melhorar. Vimos melhorias em relação ao Bahrein, estou vendo isso. Vamos esperar e ver o que acontece na corrida, sempre diferente. É difícil prever o que vem por aí pelos treinos livres, com todos tentando coisas diferente. Estou ansioso.”

Nikita Mazepin, 19°: “Toda classificação traz algo novo para mim. Antes de ir para a pista, esperava uma sessão limpa, temos nosso plano, mas aí algo acontece cedo e, de repente, há menos tempo para fazer dar certo. O elemento de estresse traz algum entusiasmo. Foi difícil dar uma boa volta, a pista estava fria e foi importante acertar a temperatura dos pneus. Para isso, é necessário ser veloz, e outros carros estavam desacelerando. Para mim, é uma curva crescente em minha carreira, estou feliz. Estamos tirando o máximo do carro por enquanto.”

Yuki Tsunoda, 20°: “A batida hoje na classificação foi erro meu e quero pedir desculpas à equipe. Forcei demais ao entrar na chicane e simplesmente não consegui controlar o carro depois disso. É uma pena porque, até aquela curva, o carro estava muito bom e era uma volta forte, poderíamos ter chegado ao Q2 com apenas um jogo de pneus. Acredito que temos potencial com chuva no começo da corrida amanhã, tudo pode acontecer, por isso vou tentar dar o máximo para avançar partindo de trás. O carro parece muito bom, então vou me concentrar nesta noite e voltar ao carro amanhã para acelerar.”

A largada para a segunda etapa de 2021 acontece às 10h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube