Confira declarações dos pilotos após sexta-feira do GP de Mônaco da F1 2022

A sexta-feira de treinos livres do GP de Mônaco viu o domínio de Charles Leclerc e da Ferrari. A Red Bull ficou a quase 0s4 dos italianos, enquanto a Mercedes precisou lidar com os quiques. Confira o que cada um dos pilotos disse após as atividades em Monte Carlo

A Ferrari dominou o primeiro dia de treinos livres do GP de Mônaco, a sétima etapa da temporada 2022. Charles Leclerc puxou a dobradinha dos italianos e mostrou que a F1-75 possui um ritmo de classificação invejável, o que em Monte Carlo é essencial, dada natureza da charmosa pista do Principado. Em um circuito de baixa velocidade e em que os muros estão perto, qualquer vacilo pode significar o fundo do grid – que o diga Daniel Ricciardo, que foi bateu durante o TL2 e provocou a única bandeira vermelha da tarde monegasca.

Quem mais se aproximou dos vermelhos foi Sergio Pérez. O mexicano da Red Bull ficou a pouco menos de 0s4 da marca do dono da casa. Max Verstappen terminou o dia quarto, mas quase 0s5 atrás. O holandês trabalhou no acerto de corrida do RB18, andando bastante em cima dos pneus médios da Pirelli.

O posto de melhor do resto coube a Lando Norris. O inglês da McLaren virou 1min13s294 e ficou a 0s6 do líder ferrarista. Apenas impressiona o fato de ter deixado a Mercedes para trás. Os prateados se viram novamente às voltas com o porpoising. Os quiques voltaram com força, especialmente nos trechos mais lentos de Mônaco. Além disso, o W13 parece sofrer com o ritmo de classificação. Dessa forma, a noite deve ser longa nas garagens alemães.

Pierre Gasly salvou o dia da AlphaTauri com o sétimo tempo do TL2, logo à frente dos campeões Fernando Alonso e Sebastian Vettel. Yuki Tsunoda, que reclamou demais da equipe italiana, fechou o top-10.  

LEIA TAMBÉM
+Ferrari se impõe e coloca pressão na Red Bull em Mônaco. Mercedes retoma calvário

+Leclerc visa ‘ajuste fino’ no acerto em Mônaco e vê Ferrari ‘consistente’
+2º, Sainz vê ‘dia encorajador’ para a Ferrari e busca ‘pequenos detalhes’
+Verstappen foca em equilíbrio e diz que ‘dá para sentir peso dos carros’

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Confira as declarações dos 20 pilotos do grid da F1:

Charles Leclerc, primeiro: Leclerc foca em “ajuste fino” no acerto em Mônaco e vê Ferrari “consistente

Carlos Sainz, segundo: Sainz vê “dia encorajador” para Ferrari e mira “pequenos detalhes” no GP de Mônaco

Sergio Pérez, terceiro: Pérez vê “bons treinos livres” em Mônaco, mas admite: “Estamos atrás da Ferrari

Max Verstappen, quarto: Verstappen foca no equilíbrio e diz que “dá para sentir peso dos carros” em Mônaco

Lando Norris, quinto: Norris diz que está “quase 100%” recuperado da amidalite e exalta confiança na McLaren

George Russell, sexto: Russell se frustra com tempo mais lento que do “atrevido Norris” no TL2 em Mônaco

Lando Norris foi o quinto mais rápido em Mônaco (Foto: McLaren)

Pierre Gasly, sétimo: “Estou bem feliz com a performance que tivemos nesta sexta-feira. É sempre difícil aqui, mas tivemos o ritmo hoje, ficamos ali na parte de cima do meio do pelotão o dia todo. Até aqui, muitas coisas de positivas, com voltas limpas, tudo certinho, bem competitivos. Não digo que estou 100% feliz, mas estou satisfeito e vamos tentar mais um passo adiante para amanhã. Classificar aqui é sempre complicado, é uma pista curta, então é achar o momento certo, mas temos muitos carros e pilotos fortes contra nós. Temos o ritmo, é manter as coisas dando certo”.

Fernando Alonso, oitavo: Alonso ressalta que Mônaco exige “confiança no carro” e garante que “há mais por vir”

Sebastian Vettel, nono: Vettel fala em visão limitada em Mônaco por pneus maiores e torce por volta limpa no Q1

Yuki Tsunoda, décimo: “Hoje foi um dia bem difícil, quase toda volta rápida eu peguei tráfego, não tive uma volta para ficar feliz. Também errei com o primeiro jogo de pneus do TL2 e aí acabei meu stint antes do planejado. Espero que as coisas amanhã estejam melhores, mas acho que vai ser a mesma situação. Preciso me concentrar na minha parte, no que posso fazer para melhorar para a classificação”.

Kevin Magnussen, 11º: “É complicado. Mônaco virou um desafio ainda maior com esses carros. As ondulações, muitas ondulações, a gente nem sabia que existiam, agora sentimos. O carro entra estranho em várias curvas, se você pegar uma ondulação assim, perde a traseira. Muito intenso e ainda ótimo guiar aqui. É uma pista curta, a mesma coisa de todo ano, mas é muito difícil não se perder no tráfego”.

Lewis Hamilton, 12º: Hamilton vê volta do porpoising e avalia Mônaco como “pista com mais quiques”

Lewis Hamilton foi 12º o TL2 em Mônaco (Foto: Mercedes)

Valtteri Bottas, 13º: “Não foi uma sexta-feira ideal, mas ainda tivemos uma boa recuperação no TL2. Perdi a primeira sessão com problema no motor e aí levamos duas horas para arrumar, o que é uma pena, especialmente em uma pista que você precisa de tanta volta para se sentir confortável, tem o tráfego, a preparação para a classificação no meio dele. É crucial ter um bom TL3 agora. O TL2 foi meu primeiro no fim de semana, então, trato passo a passo. Sei que temos performance para tirar do carro e também de mim. Ainda vejo potencial de top-10 amanhã, estaremos no bolo pelo Q3”.

Alex Albon, 14º: “Foi um bom dia hoje. Estávamos bastante otimistas antes do TL1, já que a pista é semelhante ao circuito de Miami, que parecia se adequar um pouco mais às características do nosso carro, então eu diria que não estamos muito longe de alcançar o que queremos da configuração. Existem algumas curvas no segundo setor onde temos de encontrar tempo, então é nisso que vamos trabalhar essa noite. Estou confiante e vamos nos esforçar para entrar no Q2 amanhã.”

Guanyu Zhou, 15º: “Meu primeiro dia em Mônaco foi duro, mas gostei de guiar aqui. Você sente a velocidade nas ruas e precisa se comprometer o tempo todo, sem deixar passar nada. E beijar o muro se quiser tirar o melhor tempo. Não é fácil, é um baita desafio e eu ainda estou aprendendo, mas é divertido. Terminamos o dia com uma quantidade digna de voltas, o que é importante, especialmente porque o Valtteri ficou fora do TL1. É dar mais um passo para amanhã”.

Lance Stroll, 16º: “É ótimo voltar a Mônaco. Independentemente dos regulamentos, ainda é a mesma pista com as mesmas curvas e desafios. Hoje foi uma boa oportunidade para continuar entendendo as últimas atualizações do carro e aproveitar nossa experiência em Barcelona. Os pneus estavam superaquecendo um pouco, por isso gerir a degradação será uma parte fundamental da corrida de domingo. Como sempre, ainda há algumas coisas para trabalhar, mas estou confiante de que faremos progressos antes da classificação.”

Daniel Ricciardo cravou o carro da McLaren no muro da Piscina (Vídeo: Reprodução/F1 TV)

Mick Schumacher, 17º: “Tivemos uns problemas, principalmente pela manhã, então não andei no TL1, basicamente. Continuo entendendo o carro com a pista. Mas andamos bem no TL2, é questão de entender o que o carro precisa para ser mais veloz. Está, definitivamente, diferente em relação ao ano passado, quicando bem mais, mas também a dirigibilidade está complicada pelas ondulações. Vai ser uma abordagem um pouco diferente em relação ao ano passado”.

Esteban Ocon, 18º: “É bom voltar a guiar em Mônaco e ver como esses novos carros trouxeram um desafio diferente em uma pista tão específica. É óbvio que precisamos melhorar para estarmos onde queremos no fim de semana, claro. Aprendemos muito hoje com acertos diferentes entre os carros e agora temos de trabalhar durante a noite por uma posição melhor amanhã. O TL3 vai ser importante”.

Nicholas Latifi, 19º: “Foi muito difícil hoje. Acho que, em geral, esses carros novos são mais complicados por aqui, é muito duro e a visibilidade é complicada, o que significa que em algumas curvas você está adivinhando para onde virar. Tenho certeza de que muitas outras pessoas estão passando por coisas semelhantes. Em termos de carro, temos uma direção clara do que fazer do meu lado”.

Daniel Ricciardo, 20º: Ricciardo lamenta acidente “muito rápido” em Mônaco: “Senti o carro escapando de mim”

A classificação para o GP de Mônaco acontece neste sábado, às 11h [Brasília, GMT-3]. O GRANDE PRÊMIO acompanha a decisão da pole-position AO VIVO e EM TEMPO REAL.



Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar