Confira declarações dos pilotos após classificação do GP da Turquia da F1 2021

Lewis Hamilton foi o mais rápido, mas sai de 11º pela punição por troca em componente do motor no GP da Turquia. Valtteri Bottas puxa o grid de largada, com Max Verstappen em segundo

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Valtteri Bottas herdou do punido Lewis Hamilton a pole do GP da Turquia. Neste sábado (9), o finlandês fez a segunda melhor marca do Q3, mas, com o companheiro de equipe tendo de pagar 10 posições no grid por uma troca de componente do motor, parte na frente na prova de domingo.

E Bottas tem a missão de segurar Max Verstappen, grande rival de Hamilton na briga pelo título, que sai do segundo lugar. O grid segue com Charles Leclerc e Pierre Gasly formando a segunda fila e Fernando Alonso e Sergio Pérez na terceira.

Na sequência partem: Lando Norris, Lance Stroll, Yuki Tsunoda, Sebastian Vettel e, então, Hamilton, o 11º. Esteban Ocon, George Russell, Mick Schumacher, Daniel Ricciardo, Nicholas Latifi, Antonio Giovinazzi, Kimi Räikkönen, Nikita Mazepin e o também punido Carlos Sainz fecham o grid.

O GP da Turquia tem largada marcada para 9h (de Brasília, GMT-3) deste domingo e vai ter transmissão ao vivo do canal em TV aberta Band e do serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Valtteri Bottas sai na pole na Turquia (Foto: Mercedes)

Confira as declarações dos pilotos após a classificação na Turquia:

Valtteri Bottas, pole: Bottas celebra “melhor resultado possível” da Mercedes, mas diz: “Focarei na minha prova”

Max Verstappen, segundo: Verstappen mostra satisfação com 2º no grid do GP da Turquia: “Nos recuperamos bem”

Charles Leclerc, terceiro: Leclerc vibra com 3º lugar na Turquia e avalia novo motor Ferrari: “Não muda o jogo”

Pierre Gasly, quarto: Gasly mira “muitos pontos” na Turquia e diz: “Melhoramos bastante de ontem para hoje”

Fernando Alonso, quinto: Alonso se empolga com rendimento da Alpine na Turquia: “Melhor sábado do ano”

Fernando Alonso é quinto no grid da Turquia (Foto: Alpine)

Sergio Pérez, sexto: Pérez admite dificuldades com pneus e estratégia na Turquia: “Não avançamos muito”

Lando Norris, sétimo: “Um dia complicado com condições complicadas. Faltou ritmo hoje para nós, então foi muito difícil buscar mais do que nós fizemos. Havia uma pequena possibilidade de conseguirmos o sétimo lugar [sexto com a punição a Lewis Hamilton], mas até Sergio Pérez foi um pouco mais rápido do que nós. Não é o resultado que gostaríamos, mas acho que foi o melhor que realmente poderíamos alcançar. Vamos tentar novamente amanhã e ver se podemos fazer um trabalho melhor.”

Lance Stroll, oitavo: “Depois do treino de ontem, fizemos algumas mudanças úteis no carro durante a noite, e acho que isso ficou claro em nosso desempenho hoje. No geral, estou satisfeito, foi um bom esforço. Tive uma pequena perda na minha última tentativa no Q2, mas minha volta anterior foi boa o bastante para chegar ao Q3. Amanhã vamos largar em oitavo e com pneus médios, o que nos deve colocar numa boa posição para o primeiro stint. Existem alguns carros rápidos fora de posição no grid, por conta das condições e das várias punições, então teremos de aproveitar isso, lutar até o fim e acelerar a cada volta para ver onde vamos parar.”

Yuki Tsunoda, nono: “Devo dizer que ainda estou um pouco decepcionado com meu desempenho hoje. Acredito muito que o ritmo do carro esteve lá e poderia largar mais à frente do grid amanhã. A equipe fez um trabalho fantástico, mas, infelizmente, não consegui encaixar tudo no Q3. Vou largar na corrida amanhã com pneus macios, o que é uma estratégia diferente da maioria dos outros carros à minha volta, então vou ter de me preparar nesta noite e aproveitar cada oportunidade que aparecer amanhã. Ainda é positivo classificar no top-10. A principal meta para mim neste fim de semana é terminar nos pontos, e espero que amanhã eu possa conseguir isso partindo de uma boa posição na largada.”

Sebastian Vettel, décimo: Vettel lamenta posição ganha no grid do GP da Turquia: “Preferia largar do lado direito”

SEBSTIAN VETTEL; GP DA TURQUIA; ASTON MARTIN; CLASSIFICAÇÃO
Sebastian Vettel não ficou feliz por ter ganho uma posição no grid em Istambul (Foto: Aston Martin)

Lewis Hamilton, 11º: Hamilton prevê GP da Turquia complicado por largar em 11º: “Será difícil ultrapassar”

Esteban Ocon, 12º: “É decepcionante não estar entre os dez primeiros hoje, já que provavelmente tínhamos ritmo para estar lá. Infelizmente, tive de abortar minha volta no Q2 em razão do tráfego, não consegui completar a volta. Ficaria perto de chegar ao Q3, mas às vezes as coisas são assim. Estamos lutando contra algumas inconsistências com o carro no momento, estamos trabalhando muito para consertar isso. Vamos seguir trabalhando em equipe para progredir e superar isso. Nosso foco está imediatamente no que podemos fazer amanhã, e o objetivo é tentar voltar aos pontos.”

George Russell, 13º: “Cometi muitos erros hoje. No fim do Q2, estava numa volta muito boa, que teria sido o suficiente para nos levar até o Q3. Infelizmente, perdi todo o tempo na última curva, o que é uma pena enorme porque a volta, até àquele ponto, era incrível. Estou buscando muito ultrapassar os limites, e analisei isso hoje e não foi bom o suficiente da minha parte. As condições não foram fáceis, mas são iguais para todos, e espero obter mais de mim. Vai ser uma corrida interessante amanhã porque a pista ‘verde’ significa que ninguém sabe ao certo qual a estratégia certa e como os pneus vão se comportar. Infelizmente, agora vai ser mais difícil para nós por largarmos do 13º lugar ao invés de estar no top-10, então é frustrante.”

Mick Schumacher, 14º: “As condições traiçoeiras da pista deixaram tudo divertido para guiar. Eu aproveitei e acho que nós, enquanto time, tomamos as decisões certas na hora certa. Conseguimos o acerto ideal, deu tudo certo. No TL1, senti bem o carro na pista, fiquei bem feliz. Talvez ainda tire mais 0s1 ou 0s2 do carro aqui. Espero manter a posição amanhã ou até avançar”.

Daniel Ricciardo, 15º: “Obviamente, não é onde queremos estar. A pista secou de forma contínua, e todos seguiram melhorando um pouco na última volta. Não demos um grande passo no segundo jogo de pneus macios e nos complicamos com os macios na maior parte do fim de semana, então é uma pena estar tão longe do grid. Vamos encontrar uma forma de reagir amanhã e tentar compreender o pneu macio um pouco melhor. Provavelmente também foi um pouco a questão do timing: pegamos algumas bandeiras amarelas na curva 1 que nos tiraram de sincronia. Mas já superei, vamos agora ficar focados para a corrida amanhã.”

Daniel Ricciardo ficou no Q1 (Foto: McLaren)

Nicholas Latifi, 16º: “O carro esteve bem, e as condições da pista foram bastante instáveis, com a chuva parando e voltando, de modo que era preciso estar na pista no momento certo e dar a volta quando fosse importante. A cada vez que fiz a volta, sempre consegui me colocar entre os 15 primeiros, mas, nas duas últimas, quando a pista esteve mais seca, não conseguimos. É muito frustrante, já que o desempenho tem sido bom o bastante para avançar para o Q2 nas últimas corridas.”

Antonio Giovinazzi, 17º: “Parecíamos bem na classificação, mas não encaixamos tudo quando foi necessário. As condições estavam difíceis, alguns trechos da pista estavam secando, mas outros ainda bem molhados. No fim das contas, é isso. Temos de trabalhar para melhorar de olho na corrida. Ainda é sábado, a corrida é amanhã e vamos dar nosso melhor. Nosso ritmo de corrida não foi tão ruim. Se fizermos uma boa primeira volta, poderemos ter o que dizer.”

Kimi Räikkönen, 18º: “Estivemos muito bem na chuva pela manhã, por isso é uma pena não passar do Q1 hoje. Tentamos nosso melhor, mas não conseguimos fazer as voltas. Quando finalmente conseguimos a aderência adequada no fim da sessão, ficamos presos atrás de outro carro. Muitas pequenas coisas deram errado hoje, então vamos nos concentrar no amanhã. Com esperança, teremos algumas condições que vão mudar e um pouco de caos para nos ajudar a recuperar posições”.

Nikita Mazepin, 19º: “Não tinha aderência suficiente em boa parte da pista para pneus de pista seca, mas a curva 1 me pegou e depois daquilo eu não sabia mais quando e como acelerar. Esperamos a chuva, então forcei por duas voltas, mas não veio a chuva. Fiz uma volta boa, mas não foi suficiente”.

Carlos Sainz, 20º: “O plano sempre foi o mesmo. Fazer o Q1 para eliminar alguém do Q2. Eliminamos Ricciardo, que é nosso concorrente direto na luta pelo terceiro lugar do Mundial de Construtores, e conseguimos mantê-lo atrás. No Q2, tinha de conseguir dar o vácuo para Charles, e o plano funcionou da melhor maneira. Estou bastante frustrado [por largar em último], especialmente depois de ver o ritmo dos outros carros no seco. Depois que a pista secou por completo, ficamos muito competitivos. Vimos isso na volta de Charles. Lamento não ter participado de uma das classificações mais competitivas da nossa equipe. Estou ansioso para correr amanhã e lutar para me recuperar. Teremos de entender como vai ser ultrapassar amanhã. Se for fácil, terei muitas chances de me recuperar. Não é fácil ultrapassar, deve ser complicado seguir os outros carros na Curva 8 e na Curva 9. Para nós, pode ser uma tarde frustrante.”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar