Ferrari faz mudança e realiza teste privado em Mugello com carro de 2018

A Ferrari decidiu mudar o palco para o teste privado da próxima semana. Focada na preparação para o início da temporada da Fórmula 1, leva Charles Leclerc e Sebastian Vettel para Mugello

A Ferrari está se preparando para o início da temporada 2020 da Fórmula 1. Para isso, vai conduzir um teste em Mugello, na Itália, com o carro de 2018, no dia 23 de junho . Charles Leclerc e Sebastian Vettel vão participar das atividades.

O calendário começa no dia 5 de julho, na Áustria. A atual dupla da equipe italiana vai comandar o SF71H, sendo a primeira vez que vão para a pista com um carro da categoria desde os testes pré-temporada que aconteceram em fevereiro, em Barcelona.

Originalmente, o ensaio estava programado para acontecer em Fiorano, mas com o mesmo carro. Entretanto, o palco do treino mudou para Mugello por conta dos boatos de que a pista pode receber uma segunda etapa italiana em 2020.

A Ferrari mudou o palco do teste privado (Foto: Ferrari)

Outro fator que pode ter incentivado a Ferrari na mudança do circuito são as características do traçado. As mudanças de elevação e desenho são mais próximos do Red Bull Ring, que recebe as duas primeiras provas do ano.

Nesta semana, em Maranello, Leclerc já pilotou o carro de 2020. Com o SF1000, o monegasco deixou a fábrica da escuderia e desbravou as ruas da pequena cidadezinha.

Diversas equipes já promoveram testes ou vão para a pista nos próximos dias. Renault usou Red Bull Ring como palco, enquanto Mercedes e Racing Point foram à Silverstone. Já a AlphaTauri se prepara para filmar em Ímola.

Mugello é um dos circuitos mais importantes do calendário da MotoGP. Entretanto, o circuito italiano nunca recebeu uma prova da Fórmula 1 em sua história.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube