Aprilia dá salto de performance, vira estrela e mete colher até na briga pelo título

Depois de muito arrastar corrente no fundo do pelotão da MotoGP, a casa de Noale conseguiu, enfim, aprumar a RS-GP e agora é protagonista na temporada 2022. Com Aleix Espargaró, a equipe italiana fez uma primeira metade de ano de muito destaque e segue vivíssima na briga pelo título com Fabio Quartararo

ALEIX ESPARGARÓ CONDUZ APRILIA AO PROTAGONISMO E MUDA STATUS NA MOTOGP

A Aprilia é uma realidade na temporada 2022 da MotoGP. Depois de muitos anos agarrada ao fundo da tabela da classe rainha do Mundial de Motovelocidade, a casa de Noale, enfim, deu um grande passo e hoje é uma estrela do campeonato. A RS-GP é uma moto protagonista, que foi competitiva em vários cenários e permitiu a Aleix Espargaró formar uma ameaça sólida ao bicampeonato.

É verdade que a Aprilia tardou em chegar. E isso fica muito mais gritante quando a KTM vira padrão de comparação. Afinal, a marca de Mattighofen demorou muito menos tempo para alcançar a primeira vitória na MotoGP, mesmo com menos experiência em asfalto — a grande força dos austríacos sempre foi o off-road.

WEB STORY
▶️ Como está o grid da MotoGP para a temporada 2023?

A Aprilia fez um balanço mais do que positivo da primeira parte da temporada 2022 (Foto: Divulgação/MotoGP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Os italianos, todavia, tiveram de percorrer um caminho muito mais longo. Desde que voltou ao Mundial em 2015, após dez anos de ausência, a Aprilia teve uma caminhada marcada por decisões intempestivas e até erros. Duas coisas se destacam: as muitas trocas de pilotos e o acúmulo de função de Romano Albesiano, que juntava o comando técnico com a chefia do time.

As coisas só começaram a caminhar melhor em Noale quando Massimo Rivola chegou. Com 21 temporadas de experiência na Fórmula 1, o italiano foi contratado no fim de 2018 e, depois de pegar a mão com a MotoGP, começou a reorganizar as coisas. Pouco a pouco, a Aprilia foi entrando nos eixos.

O primeiro pódio desta nova fase veio ainda no ano passado, no GP da Grã-Bretanha, quando Aleix Espargaró conquistou o terceiro lugar depois de bater Jack Miller em Silverstone. A volta ao top-3 foi ainda mais espetacular: após um fim de semana dominante, o catalão venceu o GP da Argentina, dando à Aprilia o primeiro triunfo na MotoGP.

Conhecido como ‘capitão’ do time, Aleix Espargaró é a alma desse projeto. É o cara que acreditou no potencial da RS-GP e perseguiu a melhora do protótipo. O irmão de Pol era uma coadjuvante pouquíssimo valorizado na MotoGP, mas trabalhou com afinco e apostou todas as fichas em uma Aprilia que poucas vezes mostrou que podia mesmo sair do outro lado.

Hoje, Aleix colhe os frutos deste trabalho. E nada mais justo do que ser ele o cara a estar lá, carregando a bandeira de Noale no topo da classificação no melhor momento da RS-GP na MotoGP.

Pelo que mostrou na primeira parte do ano, a Aprilia tem uma moto competitiva e sólida, capaz de se adaptar a variados tipos de traçado, um trunfo na MotoGP atual. Como ainda pode atualizar o motor por conta das concessões — que perdeu para o próximo ano —, ainda tem chance de melhorar em áreas que os demais não podem, o que é uma carta extra para jogar em 2022.

Com só 21 pontos a menos que Quartararo na classificação do Mundial de Pilotos, Aleix está muito vivo na disputa e tem plenas condições de alcançar o sonho do título. Contra alguém que faz uma temporada tão cerebral quanto Fabio, é certo dizer que fácil não será, mas, qualquer que seja o desfecho de 2022, a Aprilia sai maior da MotoGP. Assim como Espargaró.

MotoGP agora entra em férias e volta à ativa apenas no dia 7 de agosto, com o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

LEIA TAMBÉM
# Quem subiu, desceu ou surpreendeu até aqui na MotoGP 2022
# Suzuki anuncia acordo com Dorna e oficializa saída da MotoGP ao fim de 2022
# Dovizioso vê trajetória completa e anuncia aposentadoria da MotoGP em 2023
# Marc Márquez avança em recuperação e é liberado para fisioterapia 42 dias após cirurgia
# Quartararo é agraciado com Ordem Nacional da Legião de Honra na França
# Suzuki inicia contagem regressiva de adeus melancólico à MotoGP em 2022
# KTM volta a se perder na MotoGP e precisa buscar forças para se reerguer em 2022
# Honda sofre para cicatrizar feridas sem Marc Márquez em ano de fracasso total

QUARTARARO CRESCE E MARCA DIFERENÇA NA PRIMEIRA METADE DA MOTOGP 2022
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar