Binder puxa 1-2 da KTM com Miller em treino na Austrália. Martín é 4º e Bagnaia, 11º

Brad Binder voou nos minutos finais do treino da MotoGP em Philip Island e, único a rodar na casa de 1min27s, puxou uma dobradinha da KTM com Jack Miller. Maverick Viñales fecha o top-3. Jorge Martín ficou em quarto, enquanto Francesco Bagnaia terá de passar pelo Q1 pela segunda corrida seguida

O treino da MotoGP para o GP da Austrália terminou movimentado na tarde desta sexta-feira (20). Melhor para a KTM, que viu Brad Binder baixar para a casa de 1min27s e liderar uma dobradinha com Jack Miller. Pior para a Ducati, que assistiu Francesco Bagnaia ficar sem uma vaga direta para o Q2 pela segunda corrida seguida.

O treino da tarde desta sexta-feira (20) em Phillip Island viu diversos pilotos passarem pelo topo da tabela. Mas, ao final da 1h de sessão, foi o sul-africano Binder quem alcançou 1min27s943 para liderar com 0s148 de margem para Miller.

Relacionadas


Maverick Viñales chegou a liderar, mas acabou em terceiro, 0s269 atrás de Binder. Vice-líder do campeonato, Jorge Martín não repetiu a liderança de mais cedo, mas, mesmo cutucando Francesco Bagnaia no fim da sessão, ficou em quarto.

Pol Espargaró surpreendeu na quarta colocação, diante de Marco Bezzecchi e Fabio Di Giannantonio. 0s510 mais lento que o líder, Enea Bastianini ficou em oitavo, com Aleix Espargaró e Johann Zarco fechando a lista dos dez melhores.

Depois de se livrar da perseguição de Martín nos instantes finais da sessão, Bagnaia perdeu a última volta e, com 1min28s642, ficou só em 11º, a 0s186 de uma vaga direto na fase final da classificação.

Brad Binder colocou a KTM na ponta na Austrália (Foto: Gold & Goose/ Red Bull Content Pool)

O segundo treino livre da MotoGP para o GP da Austrália, em Phillip Island, acontece ainda na noite desta sexta-feira, às 20h10 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade.

LEIA TAMBÉM
🏍️ ‘Vitória muito importante’: Granado se emociona com Moreira na Indonésia na Moto3
🏍️ ‘Visibilidade muito maior’: pilotos acreditam em impacto positivo da vitória de Moreira
🏍️ ‘Foi difícil chegar até aqui’: pais narram emoção da primeira vitória de Moreira na Moto3

Saiba como foi o treino da MotoGP para o GP da Austrália:

A tarde em Phillip Island começou com sol e pista seca. Na hora do treino da MotoGP, a temperatura estava na casa dos 24°C, com o asfalto chegando a 44°C. A umidade relativa do ar era de 65%, com o vento soprando a 13 km/h.

Raúl Fernández abriu a sessão na ponta, com 1min31s191, 0s070 melhor do que Fabio Quartararo, o segundo colocado. Logo depois, porém, Fabio Di Giannantonio tomou a frente, chegando a 1min29s828, 0s323 à frente de Jack Miller.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Jorge Martín foi dominante no primeiro treino em Phillip Island (Vídeo: MotoGP)

Sem muita demora, Brad Binder anotou 1min29s365 e se instalou na liderança, abrindo 0s286 de vantagem para Marco Bezzecchi, o segundo colocado. Miller, Pol Espargaró e Jorge Martín formavam o top-5.

Líder do campeonato, Francesco Bagnaia, que já tinha tido uma sessão apagadinha mais cedo, era apenas o 13º, 0s846 mais lento que o sul-africano da KTM.

Com pouco mais de 20 minutos de treino, Marc Márquez sofreu uma queda na curva 10, mas escapou de lesões maiores. O espanhol conseguiu tirar a RC213V da pista e foi para a área de escape tentar fazer a moto funcionar. Foi o segundo tombo do espanhol nesta sexta-feira na Austrália.

Marc Márquez caiu pela segunda vez no fim de semana no treino da MotoGP (Vídeo: MotoGP)

Alheio aos problemas do colega, Maverick Viñales foi a 1min29s419, pulou para o segundo posto e cortou a vantagem de Binder para 0s054. No giro seguinte, o piloto da Aprilia foi 0s001 melhor e manteve a posição.

O Top Gun fez uma nova tentativa, mas perdeu muito no setor final da pista e não conseguiu avançar. O #12 não entregou os pontos, mas, mais vez, não passou de 1min29s418.

Superada a metade da sessão, Binder seguia no comando, mas sem melhorar de 1min29s365. Viñales era o segundo, com Bezzecchi, Miller, Pol Espargaró, Martín, Álex Márquez, Di Giannantonio, Quartararo e Johann Zarco formando a lista dos dez mais rápidos. Bagnaia era só 16º.

Procurando emprego após perder o lugar na Gresini para Marc Márquez em 2024, Di Giannantonio começou a avançar. Depois de se colocar em terceiro, o italiano foi a 1min29s359 e tomou a ponta, mas ficou lá apenas brevemente, já que Johann Zarco virou 0s093 melhor e ficou com a liderança. Parece que o número persegue Fabio!

Augusto Fernández pulou para quinto pouco depois, mas perdeu uma posição com a evolução de Aleix Espargaró, que foi a min28s841 para liderar, 0s425 melhor do que Zarco. O único novato na MotoGP 2023, então, cortou para 0s387 a margem do catalão e se colocou em segundo.

Viñales, porém, bateu o tempo do companheiro de Aprilia por 0s058 e assumiu a liderança. Augusto, Zarco e Di Giannantonio formavam o top-5.

Fabio Di Giannantonio se mostrou forte em Phillip Island (Vídeo: MotoGP)

Na 21ª volta nesta tarde na Austrália, Martín foi a 1min28s299 e tomou a ponta, com Zarco passando 0s157 mais lento para ser segundo. No vácuo do #89, Marc Márquez pulou para quinto.

Binder também respondeu à queda dos tempos e se instalou em terceiro, 0s253 atrás do líder. Di Giannantonio foi mais rápido para se colocar em sexto. Bagnaia também melhorou e agora era décimo, a 0s943 de Martín.

Com 1min28s683, o ainda lesionado Álex Márquez pulou pra a quinta posição, diante de Aleix Espargaró, Di Giannantonio, Marc Márquez, Raúl Fernández e Miller.

Com pouco mais de 7 minutos para o fim, Bagnaia, que tinha descido para a 14ª colocação, voltou aos boxes da Ducati antes do último ataque à tabela. O italiano tinha 0s943 de atraso para o rival na briga pelo título, que permanecia no comando.

Já na reta final da sessão, Di Giannantonio foi a 1min28s452 e saltou para a segunda colocação, 0s153 atrás de Martín. O italiano tinha um pneu duro na frente e um macio atrás.

Logo em seguida, Viñales passou em 1min28s212 e tomou a ponta, mas ficou apenas brevemente por lá, já que Binder virou 0s269 melhor, já entrando na casa de 1min27s.

Atrás, Pol Espargaró pulou para a quarta colocação, com Bezzecchi vindo para sexto.

Enquanto isso, Martín vinha embutido na traseira de Bagnaia, que não tinha tempo para abrir passagem, já que era apenas o 17º na sessão, 1s277 atrás de Brad.

Francesco Bagnaia foi pressionado por Jorge Martín no fim do treino (Vídeo: MotoGP)

Na penúltima volta do #1, Martín perdeu contato, deixando o italiano mais ou menos livre para saltar para 11º, 0s186 atrás de uma vaga direto na fase final da classificação.

Na ponta, Miller foi 0s148 mais lento que Binder e formou um 1-2 da KTM, diante de Viñales e Martín.

Já com a bandeira quadriculada tremulando, Bagnaia errou e não teve como melhorar, obrigado a passar pelo Q1 pela segunda semana seguida. O destino foi o mesmo para Fabio Quartararo, que, atrapalhado por Augusto Fernández na volta final, não conseguiu melhorar o 17º tempo.

Fabio Quartararo foi atrapalhado por Augusto Fernández (Vídeo: MotoGP)

MotoGP 2023, GP da Austrália, Phillip Island, Treino:

1B BINDERKTM1:27.943 
2J MILLERKTM1:28.091+0.148
3M VIÑALESAprilia1:28.212+0.269
4J MARTÍNPramac Ducati1:28.222+0.279
5P ESPARGARÓGasGas Tech31:28.363+0.420
6M BEZZECCHIVR461:28.368+0.425
7F DI GIANNANTONIOGresini Ducati1:28.452+0.509
8E BASTIANINIDucati1:28.453+0.510
9A ESPARGARÓAprilia1:28.456+0.513
10J ZARCOPramac Ducati1:28.456+0.513
11F BAGNAIADucati1:28.642+0.699
12A RINSLCR Honda1:28.644+0.701
13A FERNÁNDEZGasGas Tech31:28.656+0.713
14R FERNÁNDEZRNF Aprilia1:28.659+0.716
15Á MÁRQUEZGresini Ducati1:28.661+0.718
16M MÁRQUEZHonda1:28.790+0.847
17F QUARTARAROYamaha1:28.937+0.994
18J MIRHonda1:29.007+1.064
19L MARINIVR461:29.164+1.221
20M OLIVEIRARNF Aprilia1:29.711+1.768
21T NAKAGAMILCR Honda1:29.750+1.807
22F MORBIDELLIYamaha1:29.908+1.965
Moreira prova na Indonésia que educação sempre vence. Inclusive no esporte
🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.