Quartararo freia Ducati, domina classificação e fatura pole na Itália. Bagnaia é 2º

Fabio Quartararo guardou o melhor da Yamaha para o sábado e garantiu a pole para o GP da Itália, em Mugello, superando a forte Ducati. Francesco Bagnaia e Johann Zarco fecham a primeira fila do grid

Jason Dupasquier sofre acidente grave no fim da classificação da Moto3 em Mugello (Vídeo: Reprodução)

O veloz circuito de Mugello foi palco de uma intensa batalha dos pilotos da MotoGP pela pole-position. Após o atraso das atividades por conta do acidente entre Jason Dupasquier e Ayumu Sasaki no fim da classificação da Moto3, a classe rainha do Mundial finalmente entrou na pista e mostrou porque é o grande espetáculo do fim de semana. No fim, a pole da Itália ficou com Fabio Quartararo, com 1min45s187.

Francesco Bagnaia, que dominou os treinos livres na Itália ficou com a segunda posição no grid. Johann Zarco completa a primeira fila do grid em Mugello.

Fabio Quartararo ficou com mais uma pole na temporada 2021 (Foto: Yamaha)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Aleix Espargaró larga em quarto, seguido pro Jack Miller, Brad Binder, Miguel Oliveira, Álex Rins, Joan Mir e Franco Morbidelli fechando o top-10. Marc Márquez, sofrendo com dores no braço direito, ficou em 11º, seguido pelo companheiro Pol Espargaró, completando a lista de pilotos no Q2.

A largada do GP da Itália, sexta etapa da temporada 2021 da MotoGP, está marcada para domingo, às 9h. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Quartararo segura Bagnaia e lidera TL4 em Mugello

O início do quarto treino livre da MotoGP foi adiado em 33 minutos por conta de um grave acidente no fim da classificação da Moto3. Jason Dupasquier caiu na Arrabbiata 2, foi atingido por Ayumu Sasaki e precisou de atendimento médico.

Depois de cerca de 40 minutos de atendimento no asfalto, o piloto de 17 anos foi colocado no helicóptero e transferido para um hospital em Florença, cerca de 30 km ao norte do circuito. Quando a MotoGP entrou na pista, ainda não se tinha informações sobre a condição de Jason.

Fazia calor de 25°C quando o cronômetro passou a contar os 30 minutos de sessão, com o asfalto chegando a 43°C. A velocidade do vento era de 8 km/h.

A atividade começou com uma escapadela de Quartararo na Materassi, a curva 4, mas o francês evitou a queda e voltou para a pista. Johann Zarco, por outro lado, abriu o trabalho no topo da tabela, 0s041 melhor que Franco Morbidelli, o segundo colocado.

Marc Márquez ainda tenta recuperar forma física (Video: MotoGP)

Rins tomou a ponta na sequência, mas foi imediatamente superado por Quartararo. O piloto da Suzuki insistiu, chegou a 1min46s822 e recuperou a liderança, com Oliveira aparecendo 0s002 atrás para ser segundo.

Na quarta volta, Quartararo foi a 1min46s647 e assumiu a ponta da tabela mais uma vez, agora com 0s175 de vantagem. Oliveira caiu para terceiro, à frente de Aleix Espargaró. Morbidelli melhorou na sequência e passou o piloto da Aprilia.

Dono do melhor tempo do fim de semana, Bagnaia apareceu em seguida e, com 1min46s940, assumiu a quarta colocação, 0s293 atrás de Quartararo.

Com pouco mais de dez minutos de sessão, Marc Márquez passou do ponto de freada na curva 1 e escapou da pista, mas conseguiu cruzar a área de escape da San Donato e voltou para a pista.

Marc Márquez deu um passeio pela brita da San Donato (Vídeo: MotoGP)

Minutos depois, Takaaki Nakagami subiu para a quinta colocação, superando Morbidelli por 0s091. Jack Miller vinha logo atrás, escoltado por Jack Miller, Joan Mir, Aleix e Brad Binder.

Com pouco mais de cinco minutos para o fim do TL4, Bagnaia melhorou para 1min46s864, mas não saiu da quarta colocação. Quartararo também vinha em bom ritmo, mas perdeu na parcial final e não baixou o tempo.

Fabio Quartararo comandou boa parte do TL4 (Vídeo: MotoGP)

Pouco antes da bandeirada, Takaaki Nakagami foi a 1min46s807 e saltou para a segunda posição, 0s160 atrás de Quartararo. No vácuo do companheiro de LCR, Álex Márquez pulou para 11º, 0s010 à frente de Viñales.

Com o cronômetro zerado, Bagnaia melhorou para 1min46s759 e saltou para a frente de Nakagami, corando a vantagem de Fabio para 0s112. Mas atrás, Binder melhorou e ficou em décimo, seguido por Viñales.

Marc Márquez usa Viñales e vai ao Q2 com Aleix Espargaró

Assim que o cronômetro foi acionado para marcar os 15 minutos da fase inicial da classificação, os pilotos deixaram os boxes para buscar as duas vagas restantes no Q2. A sessão, porém, prometia, já que contava com nomes como Maverick Viñales, Aleix Espargaró, Valentino Rossi, Michele Pirro e Marc Márquez.

Com tem acontecido ao longo de todo o fim de semana, Marc escolheu alguém para seguir e, desta vez, o vácuo veio de Viñales. Quando as primeiras voltas foram computadas, Pirro surgiu na liderança com 1min46s495, 0s065 melhor que Enea Bastainini. Marc era o terceiro, 0s009 abaixo da linha de corte.

Michele Pirro aproveitou o vácuo de Marc Márquez e Maverick Viñales (Vídeo: MotoGP)

No giro seguinte, Bastianini colocou a Avintia na ponta com 1min46s448, 0s033 melhor que Aleix. Pirro desceu para terceiro, na zona da degola por só 0s014. Em seguida, porém, Nakagami tomou a liderança, passando o novato italiano por 0s253.

Depois de uma rodada da pit-stops, os pilotos voltaram para a pista, com a Honda segurando Márquez para que ele saísse dos boxes justamente atrás de Viñales. Iker Lecuona compôs o comboio. Maverick ficou visivelmente incomodado, mas sem muita alternativa. Valentino Rossi e Lorenzo Savadori também iam na procissão.

Viñales, irritado, decidiu ir para o pit-lane, para se livrar das sombras. Marc seguiu, irritando ainda mais o conterrâneo. O #93, então, passou à frente, mas logo deu um jeito de se enfiar atrás do Top Gun, que, por sua vez, ia atrás de Bastianini.

Maverick Viñales fez de tudo para se livrar da sombra de Marc Márquez (Vídeo: MotoGP)

Aleix Espargaró logo melhorou e saltou para segundo, 0s019 atrás de Nakagami. Bastianini caiu para terceiro, seguido por Pirro e Marini.

Com 1min45s924, Marc Márquez saltou para a liderança, 0s121 melhor que o ‘guincho’ Viñales. Bastianini recebeu a bandeirada para ser terceiro, 0s084 atrás da linha de corte.

Aleix, então, foi só 0s100 mais lento que Márquez e assumiu os segundo posto, passando Maverick para terceiro. Em volta, o piloto da Yamaha perdeu na última parcial após escapar da pista na Bucine e não passou à fase seguinte.

Yamaha se desesperou com a eliminação de Maverick Viñales (Vídeo: MotoGP)

Assim, Viñales larga em 13º, à frente de Bastianini, Nakagami, Pirro, Marini, Petrucci, Rossi, Lecuona, Savadori e Álex Márquez.

Quartararo crava quarta pole seguida em 2021

Na fase final da classificação, 11 pilotos foram direto para a pista, mas Marc Márquez ficou parado nos boxes mais um pouco, ainda massageando o ombro direito. Ao entrar na pista, Quartararo mostrou preocupação com o clima, já que algumas nuvens carregadas tinham coberto o circuito.

Jack Miller abriu a sessão na pole provisória com 1min45s796, 0s064 melhor que Aleix. Bagnaia vinha em terceiro, à frente de Quartararo, Rins e Mir. Na volta seguinte, Aleix usou o vácuo de Pecco e foi a 1min45s651 e tomou a liderança, 0s138 melhor que Jack.

Fabio Quartararo vai sair na pole pela quarta vez seguida em 2021 (Vídeo: MotoGP)

Quartararo, porém, acabou com a graça da Aprilia de imediato, superando Aleix por 0s170 para ficar com a primeira colocação. Miller caiu para terceiro.

Quando o pelotão partiu para os boxes, Marc seguia sem tempo, já que sequer tinha entrado na pista. O espanhol só deixou os boxes da Honda com cerca de seis minutos para o fim, andando atrás de Brad Binder.

Oliveira foi o primeiro a melhorar e saltou para terceiro, 0s264 atrás de Quartararo. O francês, aliás, também melhorou, chegando a 0s464 de margem. Binder também avançou e agora era o terceiro.

Francesco Bagnaia conseguiu salvar o segundo posto no grid (Vídeo: MotoGP)

Sem baixar o tempo, Quartararo foi o primeiro a ver a bandeirada, mas as Ducati ainda vinham em volta rápida. Pecco conseguiu saltar para segundo, 0s230 atrás de Fabio, com Zarco, Aleix e Miller aparecendo em seguida.

LEIA TAMBÉM
⇝ Miller engrena com vitórias seguidas e assume protagonismo na temporada da MotoGP
⇝ WEB STORY: Com Miller, Zarco e Quartararo, MotoGP tem pódio incomum na França
⇝ Frio, chuva e reclamações: MotoGP precisa dar segurança e rever data do GP da França
⇝ Divertida e disputada, MotoE precisa de mudanças. E já tem parte da solução nas regras
⇝ Quartararo mostra evolução e consistência para brigar por título desperdiçado em 2020
⇝ Com Masià lesionado, Ajo escala Moreira para dois dias de testes da Moto3 em Barcelona
⇝ Yamaha e Ducati mostram forças opostas e disputam protagonismo na MotoGP em 2021
⇝ Ducati ou Yamaha: quem vai equipar a VR46 na temporada 2022 da MotoGP?
⇝ Descoberta de Barros e fruto do motocross: Moreira é nova joia do motociclismo brasileiro
⇝ Quartararo versus Miller: a trajetória dos protagonistas da temporada 2021 na MotoGP

MotoGP 2021, GP da Itália, Mugello, Classificação:

1F QUARTARAROYamaha1:45.187 
2F BAGNAIADucati1:45.417+0.230
3J ZARCOPramac Ducati1:45.432+0.245
4A ESPARGARÓAprilia Gresini1:45.548+0.361
5J MILLERDucati1:45.598+0.411
6B BINDERKTM1:45.743+0.556
7M OLIVEIRAKTM1:45.745+0.558
8A RINSSuzuki1:45.996+0.809
9J MIRSuzuki1:46.076+0.889
10F MORBIDELLISRT Yamaha1:46.084+0.897
11M MÁRQUEZHonda1:46.125+0.938
12P ESPARGARÓHonda1:46.393+1.206
13M VIÑALESYamaha1:46.045+0.858
14E BASTIANINIAvintia Ducati1:46.129+0.942
15T NAKAGAMILCR Honda1:46.195+1.008
16M PIRROPramac Ducati1:46.302+1.115
17L MARINIAvintia VR46 Ducati1:46.481+1.294
18D PETRUCCITech3 KTM1:46.548+1.361
19V ROSSISRT Yamaha1:46.770+1.583
20I LECUONATech3 KTM1:47.084+1.897
21L SAVADORIAprilia Gresini1:47.146+1.959
22A MÁRQUEZLCR Honda1:47.216+2.029

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar