Smith bate Ducati e põe Aprilia na ponta em TL1 com chuva na França. Quartararo é 18º

Na últimas das 15 voltas que completou na manhã desta sexta-feira (9), o britânico estabeleceu 1min43s804 como melhor marca do primeiro treino livre em Le Mans. Johann Zarco, Danilo Petrucci e Andrea Dovizioso aparece na sequência

A Aprilia começou o fim de semana do GP da França com o pé direito. Em uma sessão realizada com pista molhada, Bradley Smith colocou a casa de Noale no topo da folha de tempos da manhã desta sexta-feira (9) em Le Mans.

Em um manhã dominada pelos pneus de chuva, o substituto de Andrea Iannone anotou 1min43s804 na última de suas 15 voltas e assegurou a liderança com 0s154 de margem para Johann Zarco, o segundo colocado. Danilo Petrucci aparece na sequência, com Jack Miller e Andrea Dovizioso colocando quatro Ducati no top-5 matutino.

Bradley Smith, MotoGP 2020, Aprilia, Le Mans, Treino Livre
Bradley Smith colocou a Aprilia na ponta (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Melhor Yamaha, Maverick Viñales foi 0s376 mais lento que o ponteiro e ficou com o sexto posto, à gente de Franco Morbidelli e Valentino Rossi. Cal Crutchlow e Pol Espargaró fecham um top-10 coberto por 0s956.

Líder do Mundial, Fabio Quartararo fez a melhor de suas 19 voltas em 1min46s494 e acabou em 18º, 2s690 atrás de Smith. Vice-líder do Mundial, Joan Mir ficou em 13º.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da França, décima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Saiba como foi o treino livre 1 da MotoGP em Le Mans:

Como previsto pelos meteorologistas, o fim de semana do GP da França começou com frio e chuva. Na hora do TL1, os termômetros marcavam 15°C, com a pista chegando apenas a 14°C. A chuva caia fina nesta manhã, com o vento soprando a uma velocidade de 6 km/h.

Dadas as condições, os pilotos partiram para a pista com pneus de chuva, macios na totalidade. Os calçados médios também estavam à disposição. Líder do Mundial, Quartararo permaneceu nos boxes no início da sessão.

Com 1min50s609, Jack Miller começou a sessão no topo da tabela de tempos, 2s420 à frente de Joan Mir. Danilo Petrucci era o terceiro, seguido por Miguel Oliveira e Takaaki Nakagami.

No giro seguinte, Pol Espargaró foi a 1min50s184 e assumiu o comando, 0s125 melhor que Álex Rins. Miller caiu para terceiro, seguido por Andrea Dovizioso e Johann Zarco.

O catalão da KTM melhorou no giro seguinte e manteve a ponta, mas agora com um respiro de só 0s063 em relação a Dovizioso. Valentino Rossi apertou o passo e agora era o quarto, 0s167 mais lento que Rins, o terceiro.

Apesar das condições traiçoeiras, Pol seguiu imprimindo um ritmo forte, mas não conseguiu conservar a liderança, já que Dovizioso virou 0s359 melhor. Rins era o terceiro, agora acompanhado por Maverick Viñales, Francesco Bagnaia e Rossi.

Uma vez na ponta, Dovizioso engatou uma sequência de boas voltas, mas Pol conseguiu responder e manter contato, deixando a diferença na casa de 0s097. Terceiro, Viñales era 1s173 mais lento que o ponteiro.

Com pouco menos de 26 minutos para o fim do primeiro treino em Le Mans, Stefan Bradl era o único ainda sem tempo. Piloto de testes da Honda, o alemão participou de dois dias de testes em Portimão essa semana e volta a subir na RC213V para substituir o lesionado Marc Márquez.

Miller, então, cravou 1min45s436 e assumiu o comando da atividade, mas ficou pouco por lá, já que Bagnaia foi 0s040 melhor e ficou com a primeira posição. Dovizioso caiu para terceiro, fechando um 1-2-3 da Ducati. Melhor do resto, Viñales tinha o quarto posto.

Na sequência, Danilo Petrucci deu o ar da graça com 1min45s326 e avançou para a liderança, 0s070 melhor que Bagnaia. Viñales, então, quis furar a festa da Ducati e assumiu a ponta, mas foi quase que imediatamente destronado por Petrucci, que passou 0s190 melhor.

Morbidelli, então, começou a avançar. O campeão de 2017 da Moto2 avançou primeiro para a quinta colocação e, a sequência, subiu para segundo, 0s185 atrás de Petrucci. Na 17ª volta nesta manhã, Franco foi a 1min44s816 para tomar o controle, 0s115 melhor que Danilo.

Apesar de ainda sentir os efeitos de complicações decorrentes de uma cirurgia, Cal Crutchlow vinha bem na sessão. Com menos de dez minutos para o fim, o britânico saltou para a terceira colocação, mas logo caiu um posto, já que Miller tomou a ponta de Morbidelli por 0s081.

Com as condições da pista ligeiramente melhor, os tempos começaram a baixar, mas os pneus de chuva ainda se faziam presentes.

Com 1min44s409, Petrucci retomou a ponta, 0s326 melhor que Miller. O australiano, porém, respondeu na hora e se instalou no comando, 0s06 melhor. Viñales entrou na brincadeira e assumiu o topo da tabela, 0s166 melhor que Miller. Dovizioso e Danilo vinham na sequência.

Instantes antes de o cronômetro travar, Zarco saltou para o segundo posto, mas caiu uma posição na sequência, já que Dovizioso destronou Viñales por 0s032.

A surpresa, porém, ainda estava por vir. Bradley Smith foi a 1min43s804 e assumiu a ponta, 0s220 melhor que Petrucci, que pulou para segundo, à frente de Miller e Dovizioso.

LEIA TAMBÉM
Peter Pan, Rossi ainda tem espaço na MotoGP. Mesmo aos 41 anos
Viñales mostra velocidade e talento de Top Gun, mas decepciona com irregularidade
Dovizioso desperdiça chance de ouro e nem experiência parece ajudar na busca do título
27 anos após Schwantz x Rainey, Suzuki e Yamaha reeditam rivalidade na MotoGP
Bola da vez na MotoGP, Mir cresce e vira elemento surpresa na briga pelo título
Novos talentos e velhos conhecidos: MotoGP une experiência e frescor no grid de 2021

MotoGP 2020, GP da França, Le Mans, treino livre 1

1B SMITHAprilia Gresini1:43.804 
2J ZARCOAvintia Ducati1:43.958+0.154
3D PETRUCCIDucati1:44.024+0.220
4J MILLERPramac Ducati1:44.132+0.328
5A DOVIZIOSODucati1:44.148+0.344
6M VIÑALESYamaha1:44.180+0.376
7F MORBIDELLISRT Yamaha1:44.441+0.637
8V ROSSIYamaha1:44.511+0.707
9C CRUTCHLOWLCR Honda1:44.654+0.850
10P ESPARGARÓKTM1:44.760+0.956
11F BAGNAIAPramac Ducati1:44.783+0.979
12A RINSSuzuki1:44.846+1.042
13J MIRSuzuki1:44.980+1.176
14A MÁRQUEZHonda1:44.981+1.177
15A ESPARGARÓAprilia Gresini1:46.122+2.318
16B BINDERKTM1:46.245+2.441
17T NAKAGAMILCR Honda1:46.474+2.670
18F QUARTARAROSRT Yamaha1:46.494+2.560
19M OLIVEIRATech3 KTM1:46.518+2.714
20I LECUONATech3 KTM1:46.618+2.814
21T RABATAvintia Ducati1:46.856+3.052
 S BRADLHonda  

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube