Zarco nega que incidente com Dovizioso na Catalunha tenha impedido ida para Ducati

Francês da Avintia considerou que Francesco Bagnaia fez por merecer o lugar no time principal da Ducati. O bicampeão da Moto2 se mostrou feliz com a mudança para a Pramac

Johann Zarco garantiu que o incidente do GP da Catalunha não teve influência na decisão da Ducati de promover Francesco Bagnaia ao time de fábrica. Hoje na Avintia, o francês vai guiar pela Pramac na temporada 2021 da MotoGP.

Zarco disputava com Pecco a indicação ao time de fábrica, mas acabou preterido pelo italiano, que vai formar par com Jack Miller no próximo ano. O timing da decisão, porém, aconteceu justamente após a prova em Barcelona.

No GP passado, Zarco não passou da curva 2 e ainda carregou junto Andrea Dovizioso, que perdeu a liderança do campeonato e caiu para a quarta colocação na tabela de classificação. Apesar do impacto do acidente, Johann contou que o revés não pesou na escolha da Ducati.

Johann Zarco vai defender a Pramac em 2021. E o contrato pode ser renovado para 2022 (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Gigi Dall’Igna [chefe da Ducati Corse] me ligou um dia antes do anúncio e me disse que eu iria para a Pramac”, contou Zarco. “Eles me disseram que não foi por causa da queda em Barcelona”, seguiu.

“Eu disse: ‘Não se preocupe, Gigi. Estou muito feliz em ir para a Pramac’. Honestamente, eles fizeram um ótimo trabalho nas últimas corridas. Mas eu estava com medo de ter perdido a posição por causa do que aconteceu em Barcelona”, admitiu. “Falei com Dovi e fui até ele, pois estava me sentindo mais. Mas ele também viu que o que eu fiz foi normal, foi só uma queda”, ressaltou.

Johann, aliás, acredita que Bagnaia fez por merecer uma vaga no time oficial e celebrou o fato de contar com uma moto atualizada no próximo ano.

“É bom saber para onde ir no próximo ano e, no geral, com uma moto vencedora. Ainda tenho muitas coisas para aprender na Ducati e, nas últimas corridas, o trabalho foi bom, mas claramente não conseguimos um bom resultado no domingo”, analisou. “Então, ainda preciso colocar todas as coisas no lugar, mas acredito que estou no caminho certo. Graças à Ducati, todas as coisas que farei no fim desta temporada serão úteis no próximo ano”, considerou.

“Além disso, também estou feliz por Pecco, que nessas últimas três corridas claramente mostrou que o lugar no time de fábrica era para ele. Tenho esse passo com a moto, receber a moto nova, mas será muito similar no próximo ano, então, estou feliz e muito motivado, porque há um ano, essa não era a situação em outubro”, completou o francês, que em 2019 acabou abandonado a KTM no meio do contrato, insatisfeito com a performance da RC16.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da França, décima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Peter Pan, Rossi ainda tem espaço na MotoGP. Mesmo aos 41 anos
Viñales mostra velocidade e talento de Top Gun, mas decepciona com irregularidade
Dovizioso desperdiça chance de ouro e nem experiência parece ajudar na busca do título
27 anos após Schwantz x Rainey, Suzuki e Yamaha reeditam rivalidade na MotoGP
Bola da vez na MotoGP, Mir cresce e vira elemento surpresa na briga pelo título
Novos talentos e velhos conhecidos: MotoGP une experiência e frescor no grid de 2021

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube