Marcos Baumgart e Cincea ratificam domínio da X Rally e confirmam conquista do Sertões

Juntos há cerca de 13 anos, Marcos Baumgart e Kleber Cincea chegaram ao título do maior rali das Américas pela primeira vez. A dupla tricampeã brasileira de rali cross-country consolidou o domínio das Toyota Hilux da equipe X Rally. Da mesma equipe, mas com Ford Ranger, Sylvio de Barros e Rafael Capoani venceram a última etapa

Etapa 7: Bolha 6 (Bacabal/MA) a Barreirinhas/MA
7 de novembro, sábado
Deslocamento inicial: 258 km
Trecho de especial: 223 km
Deslocamento final: 34 km
Total: 515 km

A edição 2020 do Sertões foi um verdadeiro feudo da equipe X Rally. A equipe, liderada pelo navegador Beco Andreotti, venceu todas as cinco etapas em disputa na prova deste ano — duas foram canceladas em virtude do mau tempo. E na tarde deste sábado (7), em Barreirinhas, Marcos Baumgart e Kleber Cincea subiram a rampa da vitória nos Lençóis Maranhenses para receber, pela primeira vez, a medalha de campeões do Sertões na disputa dos carros.

A grande atração da prova deste ano na competição em quatro rodas foi a chegada de duas Toyota Hilux IMA, adquiridas junto à preparadora belga Overdrive. Com um desses carros, Nasser Al-Attiyah foi campeão do Dakar em 2019 e Fernando Alonso disputou a prova na Arábia Saudita em janeiro deste ano. Mesmo com outros competidores contando com conjuntos fortes, como Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, a bordo da nova Mitsubishi L200 Triton Sport Racing, e Lucas Moraes e Kaique Bentivoglio, com a Ford Ranger, preparada pela X Rally, e dotada de motor da chamada geração 3.

KLEBER CINCEA; MARCOS BAUMGART; SERTÕES; CARROS;
Com um rali impecável, a dupla confirmou pela primeira vez o título do Sertões (Foto: Cadu Rolim/Shez)

Leia no GRANDE PREMIUM
Como Sertões almeja superar Dakar e ser o maior rali do mundo
A galeria com todos os campeões e as lendas do Sertões

Mas prevaleceu, de longe, a força das Toyota Hilux dos irmãos Marcos e Cristian Baumgart, que dominaram a competição. Ao lado de Beco Andreotti, Cristian venceu a primeira especial e, com os tempos revisados e corrigidos, Marcos e Kleber triunfaram nas etapas 2, 4 e 5. O cancelamento da sexta e penúltima especial, decisiva para a definição dos vencedores, acabou sendo benéfica para a dupla do carro #303, que confirmou a conquista do título nesta tarde.

Na especial de 223 km deste sábado, a vitória ficou com outro carro da equipe X Rally. Desta vez, não as Toyota Hilux dos irmãos Baumgart, mas o Ford Ranger guiado por Sylvio de Barros, que conta com a navegação de Rafael Capoani. A dupla completou o percurso em 3min23s01 e foi 39s mais rápida que outra Ford Ranger, dos campeões de 2019 Lucas Moraes e Kaique Bentivoglio, da MEM Motorsport.

Leia também: Motul une forças com Sertões, traz expertise de lubrificantes e batiza categoria dos fortes

Com o terceiro lugar na especial, 53s atrás dos vencedores, Marcos e Kleber Cincea confirmaram a conquista do primeiro Sertões da dupla. Piloto e navegador competem juntos há cerca de 13 anos e já conquistaram títulos importantes como o tricampeonato do Brasileiro de Cross-Country. Neste sábado, o título do Sertões veio na esteira do terceiro lugar dos dois na especial e da quinta colocação dos seus maiores oponentes na luta pela taça: Cristian Baumgart e Beco fecharam o top-5 da etapa.

Destaque também para Zé Hèlio Rodrigues e Lauro Sobreira, com um buggy V8 4×2 construído pela Giaffone Racing. O piloto, que é pentacampeão do Sertões nas motos, terminou o dia na quarta colocação, 3min51s atrás da dupla vencedora.

SERTÕES 2020; CRISTIAN BAUMGART; BECO ANDREOTTI; QUINTA-FEIRA;
Cristian Baumgart e Beco Andreotti fecharam a dobradinha da X Rally no Sertões 2020 (Foto: Marcelo Maragni)

Cinco outros buggies da Giaffone Racing completaram a lista dos dez primeiros colocados da especial: Carlos Ambrósio e Cadu Sachs, em sexto; Marcelo Gastaldi e Lourival Roldan, em sétimo; Rafael Cassol — piloto que assumiu o volante do buggy #357 da RMattheis após a participação de Rubens Barrichello — e Edu Bampi, em oitavo; Luiz Facco e Humberto Piauí, em nono; e Júlio Capua e Emerson Cavassin, em décimo.

Leia também: “Orgulhoso”, Barrichello fecha participação no Sertões 2020 com top-10 e promete voltar

Na classificação geral, o top-3 foi todo da X Rally: Marcos Baumgart e Cincea fecharam com 4min23s de vantagem, de acordo com os tempos ainda extraoficiais, para Cristian Baumgart e Andreotti. Sylvio de Barros e Capoani, em terceiro, concluíram o Sertões 2020 com 28min04s de atraso para os vencedores, enquanto Lucas Moraes e Bentivoglio finalizaram o rali na quarta posição.

Zé Hélio Rodrigues e Sobreira fecharam a prova em quinto lugar, com 54min03s atrás de Marcos Baumgart e Cincea. Marcos Moraes e Fábio Pedroso, com o protótipo T-Rex, concluíram a disputa na sexta colocação, à frente do buggy de Júlio Capua e Emerson ‘Bina’ Cavassin. Outra Ford Ranger preparada pela X Rally, de Mauro Guedes e Filipe Bianchini, terminou em oitavo na classificação geral, à frente dos buggies de Carlos Ambrósio e Cadu Sachs e de Facco e Piauí.

Leia também: Da luta contra morte ao renascimento: pilota coroa história de um milagre no Sertões
Jutta Kleinschmidt acompanha Sertões 2020 “feliz por ser inspiração para tantas mulheres”

Sertões 2020, classificação geral final, carros (tempos extraoficiais):

1MARCOS BAUMGART
KLEBER CINCEA
TOYOTA HILUX IMA 20:08:08 
2CRISTIAN BAUMGART
BECO ANDREOTTI
TOYOTA HILUX IMS 20:12:32+0:04:24
3SYLVIO DE BARROS
RAFAEL CAPOANI
FORD X RALLY RANGER 20:36:12+0:28:04
4LUCAS MORAES
KAIQUE BENTIVOGLIO
FORD X RALLY RANGER 20:37:16+0:29:08
5ZÉ HÉLIO RODRIGUES
LAURO SOBREIRA
GIAFFONE RACING BUGGY V8 21:02:12+0:54:04
6MARCOS MORAES
FÁBIO PEDROSO
PROTÓTIPO T-REX 21:36:05+1:27:57
7JULIO CAPUA
EMERSON CAVASSIN
GIAFFONE RACING BUGGY V8 22:07:32+1:59:24
8MAURO GUEDES
FILIPE BIANCHINI
GIAFFONE RACING BUGGY V8 27:55:42+7:47:34
9CARLOS AMBRÓSIO
CADU SACHS
GIAFFONE RACING BUGGY V8 27:58:12+7:50:04
10LUIZ FACCO
HUMBERTO PIAUÍ
GIAFFONE RACING BUGGY V6 28:26:42+8:18:34

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube