Quartararo domina classificação e sai na pole no GP da Espanha. Marc Márquez é 14º

Fabio Quartararo voltou a mostrar que segue em grande fase na temporada 2021 da MotoGP e marcou a segunda pole seguida, agora no GP da Espanha. Franco Morbidelli e Jack Miller fecham a primeira fila do grid. Enquanto isso, Marc Márquez sofreu após o acidente no TL3 e larga apenas em 14º

Marc Márquez sofreu forte acidente no fim do TL3 (Vídeo: MotoGP)

A boa fase de Fabio Quartararo parece estar seguindo o francês. Depois de duas vitórias consecutivas, agora são duas pole seguidas na temporada 2021 da MotoGP. Com 1min36s755, o piloto da Yamaha garantiu a primeira posição no grid para o GP da Espanha, comprovando o favoritismo da montadora japonesa em Jerez.

Franco Morbidelli ficou com a segunda posição. Após um sábado agitado, com duas voltas canceladas no TL3, o italiano passou pelo Q1 e larga na primeira fila. Jack Miller ficou em terceiro.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Franco Morbidelli sofreu no sábado, mas larga em 2º (Foto: Divulgação/MotoGP)

WEB STORY
⇝ Fatos e curiosidades sobre o GP da Espanha de MotoGP

Francesco Bagnaia, Takaaki Nakagami, Johann Zarco, Maverick Viñales, Aleix Espargaró, Álex Rins e Joan Mir fecham o top-10 na pista espanhola. Brad Binder e Stefan Bradl completam os pilotos que disputaram o Q2 neste sábado.

Com 1min37s407 no Q1, Pol Espargaró vai largar em 13º, seguido por Marc Márquez, que foi 0s082 mais lento. Enea Bastianini sai em 15º, seguido por Miguel Oliveira, Valentino Rossi, Luca Marini, Danilo Petrucci, Álex Márquez, Iker Lecuona, Lorenzo Savadori e Tito Rabat.

A largada do GP da Espanha de MotoGP, neste domingo (2), está prevista para 9h (horário de Brasília). Acompanhe a cobertura completa do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Quartararo lidera 1-2 da Yamaha em treino 4 de muitas quedas

A última sessão livre da MotoGP começou com temperaturas menos baixas, mas longe de ser um tempo quente. Quando o cronômetro começou a contar os 30 minutos do TL4, o termômetro media 19°C, com o asfalto chegando a 39°C. A velocidade do vento era de 8 km/h.

Depois do forte acidente desta manhã, Marc Márquez deu uma passada no hospital para uma avaliação médica mais detalhada, mas foi liberado para treinar e não perdeu tempo antes de ir para a pista nesta tarde.

Com 1min37s695, Fabio Quartararo abriu a sessão com um caminhão de vantagem no topo da tabela: 1s341 para Franco Morbidelli, o segundo colocado. Álex Rins era o terceiro, seguido por Joan Mir.

Marc Márquez voltou rápido para a pista após o acidente desta manhã (Vídeo: MotoGP)

No giro seguinte, Morbidelli cortou para 0s389 a vantagem de Quartararo. Rins se manteve em segundo, agora com Brad Binder para ocupar a quarta colocação, seguido por Mir, Maverick Viñales e Pol Espargaró.

Na quinta volta, Quartararo alcançou 1min37s341, abrindo 0s711 de margem para Rins, o novo ocupante do segundo posto. Morbidelli era terceiro, à frente de Mir, Aleix Espargaró e Marc Márquez.

Ainda nesse começo de sessão, Aleix sofreu uma queda na curva 2, mas levantou rapidamente e voltou para a pista de imediato para dar sequência ao treino.

Maverick também baixou o tempo e, com 1min37s871, assumiu a terceira colocação, 0s530 atrás de Quartararo. Mais atrás, Miguel Oliveira também tinha sido mais rápido e era sexto.

Apesar da importância do TL4, Jack Miller perdeu parte da sessão nos boxes (Vídeo: Ducati)

Perto da marca de oito minutos para o fim, Lorenzo Savadori sofreu uma queda sem maiores consequências físicas. O italiano marcou os primeiros pontos na MotoGP na corrida passada, no GP de Portugal.

Depois de adiar a entrada na pista, Jack Miller aproveitou a sexta volta para saltar para a sexta colocação, 0s005 atrás de Pol Espargaró, que tinha avançado pouco antes.

Enquanto isso, Aleix Espargaró sofreu a segunda queda da sessão, de novo na curva 2 de Jerez, mas também saiu sem maiores lesões. Logo em seguida, Álex Rins caiu na cinco e teve de voltar aos boxes de carona.

Praticamente em uma cópia do que aconteceu mais cedo com Marc Márquez, Pol Espargaró caiu na sequência na curva 7, danificando bastante a RC213V. O piloto, felizmente, não parece ter sofrido nenhuma lesão mais séria.

Pol Espargaró sofreu uma queda similar a de Marc Márquez (Vídeo: MotoGP)

Ao mesmo tempo em que rolava pela brita, Pol teve tempo cancelado por não respeitar os limites da pista e escorregou para a 12ª colocação.

O festival de quedas se seguiu logo depois, com um tombo de Danilo Petrucci também na curva 2. O italiano da Tech3 deixou a pista em seguida, caminhando sem maiores problemas.

Com a bandeira quadriculada tremulando em Jerez, Quartararo ficou como melhor tempo, com Viñales em segundo, 0s050 atrás. Rins fechou em terceiro, com Nakagami, Morbidelli, Miller, Mir, Oliveira, Binder e Marc Márquez fechando o top-10.

Morbidelli avança ao Q2 com Binder. Marc Márquez larga em 14º

A temperatura subiu 1°C antes do Q1, mas o que mudou mesmo foi a velocidade do vento, que saltou para 16 km/h. Outra mudança foi a presença de Morbidelli na primeira fase da classificação após ter os melhores tempos cancelados por exceder os limites da pista no TL3.

Quando as primeiras voltas foram contabilizadas, Marc Márquez se instalou na liderança com 1min37s489, 0s046 melhor que Pol Espargaró. Brad Binder vinha em terceiro, 0s017 abaixo para linha de corte para a fase seguinte.

No giro seguinte, Marc, que vinha rodando atrás de Binder, deu uma escapadela da pista e não conseguiu melhorar na parcial final. O sul-africano, porém, foi a 1min37s350 e assumiu o comando, 0s139 melhor.

Marc Márquez evitou uma queda na primeira fase da classificação (Vídeo: MotoGP)

Na sequência, Morbidelli saltou para o segundo lugar, 0s039 atrás de Binder. Marc caiu para terceiro, 0s100 abaixo da zona de corte.

Passada a parada nos boxes, Marc Márquez foi buscar tempo, mas precisou fazer a primeira de suas salvadas desde que voltou à MotoGP para evitar uma queda na curva 1 de Jerez.

Com 1min36s916, Morbidelli assumiu a ponta, 0s434 melhor que Binder. Pol Espargaró vinha em terceiro, à frente de Marc Márquez e Miguel Oliveira.

Com a bandeira quadriculada exibida na pista andaluz, Oliveira avançou para terceiro, 0s022 abaixo da linha de corte, mas teve o tempo cancelado e voltou para a sexta colocação. Assim, Pol Espargaró larga em 13º, seguido por Marc Márquez, Bastianini, Oliveira, Rossi, Marini, Petrucci, Álex Márquez, Iker Lecuona e Lorenzo Savadori.

Franco Morbidelli avançou ao Q2 depois de passar inesperadamente pelo Q1 (Vídeo: MotoGP)

Quartararo crava pole do GP da Espanha

Quartararo abriu a fase final da classificação no cume da folha de tempos, com 1min36s807, 0s437 melhor que Miller. No giro seguinte, Morbidelli avançou para segundo, reduzindo para 0s005 a margem de Fabio. Takaaki Nakagami também melhorou e se instalou em terceiro.

Na metade da sessão, quando o pelotão partiu para a rodada de pit-stops, Quartararo seguia no comando, à frente de Morbidelli, Nakagami, Miller, Viñales, Aleix Espargaró, Rins, Mir, Bagnaia, Zarco, Bradl e Binder.

Fabio Quartararo garantiu a pole em Jerez (Vídeo: MotoGP)

Após passar pelos boxes, Miller foi a 1min36s860 e assumiu o terceiro posto, 0s053 atrás de Quartararo. O francês, porém, melhorou logo em sequência, chegando a 1min36s755.

Com a bandeira quadriculada tremulando, Zarco alcançou o quinto posto, mas caiu uma posição com Bagnaia saltando para quarto.

LEIA MAIS
⇝ Quartararo leva melhor em revanche com Portimão e mostra maturidade na MotoGP
⇝ Polêmicas em Portimão ligam alerta da MotoGP com novos painéis e limites de pista
⇝ Inconstante, Viñales tem desafio de provar que GP de Portugal pífio foi acidente
⇝ Até quando? Haters sobem tom e afastam pilotos da MotoGP das redes sociais
⇝ Chegada à Europa confirma evolução da Aprilia e aproxima Aleix Espargaró do pódio
⇝ Permuta e homenagem conjunta: a nova relação entre MotoGP e Fórmula 1
⇝ Rossi fornece máquina de lavar e macula imagem unindo VR46 e Arábia Saudita

MotoGP 2021, GP da Espanha, Jerez, Classificação:

1F QUARTARAROYamaha1:36.755 
2F MORBIDELLISRT Yamaha1:36.812+0.057
3J MILLERDucati1:36.860+0.105
4F BAGNAIADucati1:36.960+0.205
5T NAKAGAMILCR Honda1:37.008+0.253
6J ZARCOPramac Ducati1:37.054+0.299
7M VIÑALESYamaha1:37.070+0.315
8A ESPARGARÓAprilia Gresini1:37.085+0.330
9A RINSSuzuki1:37.124+0.369
10J MIRSuzuki1:37.154+0.399
11B BINDERKTM1:37.467+0.712
12S BRADLHonda1:37.502+0.747
13P ESPARGARÓHonda1:37.407+0.652
14M MÁRQUEZHonda1:37.489+0.734
15E BASTIANINIAvintia Ducati1:37.675+0.920
16M OLIVEIRAKTM1:37.746+0.991
17V ROSSISRT Yamaha1:37.915+1.160
18L MARINIAvintia VR46 Ducati1:37.925+1.170
19D PETRUCCITech3 KTM1:38.065+1.310
20A MÁRQUEZLCR Honda1:38.069+1.314
21I LECUONATech3 KTM1:38.139+1.384
22L SAVADORIAprilia Gresini1:38.325+1.570
23T RABATPramac Ducati1:38.641+1.886

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube