Bezzecchi reclama de moto defasada da Ducati após primeiros testes: “Sofri um pouco”

Marco Bezzecchi vai correr com uma moto Ducati de 2023 neste ano, mas não gostou do desempenho apresentado durantes os testes na Malásia, quando ficou distante das primeiras posições

A MotoGP completou os três primeiros dias de pré-temporada em Sepang, na Malásia, e agora se encaminha para mais duas atividades no Catar. Para Marco Bezzecchi, a VR46 vai precisar grandes melhorias ao longo do campeonato para brigar por bons resultados após terminar no 17º lugar.

Em 2023, com uma moto defasada, Bezzecchi venceu em três ocasiões (Argentina, França e Índia), além de ter levado a melhor na sprint da Holanda. Agora, o italiano segue com uma moto desatualizada da Ducati, mas a mesma que foi campeã com sobras no campeonato passado. Apesar disso, não gostou do desempenho inicial nos testes.

“No momento, não estou satisfeito. Primeiro, me senti bem, mas depois sofri um pouco e perdi o caminho em muitas coisas. Decidimos voltar para o zero, mas ainda não me sinto bem. A moto possui um motor diferente e uma maneira distinta de frear. Sofri um pouco em relação ao equipamento anterior”, afirmou o italiano.

“O motor trabalha de um jeito diferente e estou sofrendo nas entradas e saídas de curvas, então precisamos um jeito de evoluir. Mas é apenas o primeiro teste”, completou.

Marco Bezzecchi durante primeiros testes na Malásia (Foto: VR46)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Em 2024, Marco Bezzecchi vai seguir por mais uma temporada na VR46, equipe satélite da Ducati, onde correu no ano passado e terminou o campeonato na terceira colocação. Neste ano, porém, vai ter a companhia de Fabio Di Giannantonio pela primeira vez.

MotoGP retoma as atividades entre os dias 19 e 20 de fevereiro em Lusail, no Catar, para concluir a pré-temporada. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.