Acosta diz que vai mostrar “desempenho real” apenas em Portimão: “Estou com pés no chão”

Único novato da temporada 2024 da MotoGP, Pedro Acosta tem lutado contra as altas expectativas e comparações com grandes pilotos, mas admite que o nível verdadeiro nas pistas só será visto depois da segunda etapa

Pedro Acosta será o único novato na temporada 2024 da MotoGP. Cercado de expectativas depois do título conquistado com antecedência na Moto2, o jovem espanhol vai correr pela GasGas — equipe satélite da KTM — e já surpreendeu nas primeiras atividades de 2024, sendo o mais rápido do shakedown realizado em Sepang.

Apesar de carregar todos os olhares do paddock, Acosta tenta mostrar cautela para sua primeira temporada na classe rainha do Mundial de Motovelocidade e nem fazer previsões de resultados ou do que pode alcançar no campeonato. Às vésperas do primeiro teste no circuito malaio, voltou a mostrar humildade no discurso.

Relacionadas


“Na Moto2, aprendi as expectativas são delicadas. No meu primeiro ano [em 2022], todo mundo criou expectativas e eu também acreditei nelas, mas erram irreais para o momento. Desta vez, estou tranquilo e com os pés no chão”, pontuou o espanhol.

“Nem um bom resultado na corrida do Catar [que abre a temporada] vai apontar qualquer conclusão, pois teremos cinco dias de atividades nessa pista entre testes e a prova. Meu desempenho real na MotoGP só será visto quando chegarmos em Portimão [segunda etapa do calendário]”, seguiu.

Pedro Acosta durante o shakedown que abriu o 2024 da MotoGP (Foto: Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Quando acelerarmos em Portugal, um circuito novo e que ainda não andei [na MotoGP], será uma grande diferença para compararmos com as oito horas por dia que temos aqui”, completou o novato.

Na GasGas, Acosta vai correr ao lado de Augusto Fernández. Os dois compatriotas vão dividir novamente uma garagem após correrem juntos na Moto2, em 2022. Em evento virtual, a equipe já apresentou o equipamento para o próximo campeonato.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.