Confira declarações dos pilotos após classificação do GP de Eifel 2020 de F1

O dia foi da primeira vitória de Bottas do fim de semana em Nürburgring para o GP de Eifel 2020 de F1

Após uma substituição surpresa na manhã deste sábado (10), a saída de Lance Stroll por Nico Hülkenberg, e somente um treino livre, a classificação para o GP de Eifel 2020 da F1 não apresentou panorama tão diferente. A primeira fila é das Mercedes, com Valtteri Bottas superando Lewis Hamilton.

Max Verstappen ficou bem próximo, é verdade, mas segue em terceiro e terá a companhia de Charles Leclerc na quarta colocação. Alex Albon e Daniel Ricciardo formam a terceira fila, ao passo que Esteban Ocon, Lando Norris, Sergio Pérez e Carlos Sainz encerram o top-10.

A segunda metade do grid começa com Sebastian Vettel e conta ainda com Pierre Gasly, Daniil Kvyat, Antonio Giovinazzi, Kevin Magnussen, Romain Grosjean, George Russell, Nicholas Latifi, Kimi Räikkönen e Hülkenberg.

A largada do GP de Eifel está marcada para 9h10 (de Brasília). Antes, a partir das 8h, o GRANDE PRÊMIO transmite o Briefing, programa pré-corrida na GPTV, o nosso canal no YouTube, com toda a análise da classificação e as últimas informações direto de Nürburgring.

Bottas e Hamilton se cumprimentaram após a batalha na classificação (Foto: Mercedes)
Confira as declarações do sábado do GP de Eifel 2020 de F1

Valtteri Bottas, primeiro: Bottas destaca acerto em aquecimento de pneus para pole e prega foco em largada

Lewis Hamilton, segundo: Hamilton lamenta 2º lugar na classificação do GP de Eifel: “Muito tempo perdido”

Max Verstappen, terceiro: Mesmo mais perto da Mercedes, Verstappen se diz decepcionado por falta de “algo mais”

Charles Leclerc, quarto: “Muito feliz” com 4º no grid do GP de Eifel, Leclerc admite vantagem sem treinos de sexta

Alexander Albon, quinto: 5º, Albon minimiza derrota para Leclerc no grid do GP do Eifel: “Não foi tão ruim”

Daniel Ricciardo, sexto: 6º, Ricciardo celebra resultado em Nürburgring que “expõe fraquezas” da Renault

*Esteban Ocon, sétimo: Em sétimo, Ocon avalia que deixou “um pouco a desejar” em Nürburgring

*Lando Norris, oitavo: Sem atualizações, Norris termina dia mais feliz que Sainz com McLaren

Sergio Pérez, nono: Deveríamos estar melhor classificados. Nossa estratégia foi bagunçada, pensávamos que tínhamos mais ritmo e tentamos o meio do pelotão no Q1, perdemos um jogo de pneus no Q2. No Q3, tínhamos apenas um conjunto e acho que a pista mudou muito neste momento do treino. Quando está ventando, pode nos machucar bastante. Amanhã é uma corrida desconhecida, há muita disputa em jogo. Temos de minimizar o calor e fazer uma boa jornada. Com Stroll fora, pude ver algum estresse na equipe porque não sabia o que estava acontecendo. Espero tê-lo de volta em breve. Ter a Renault e a Ferrari à frente não é o ideal, mas temos que aproveitar ao máximo.

Carlos Sainz, décimo: Sainz critica pacote de atualizações da McLaren: “Longe de onde queremos estar”

Sebastian Vettel não repetiu o desempenho do companheiro, foi apenas 11º (Foto: Ferrari)

Sebastian Vettel, 11º: 11° no grid da F1 em Nürburgring, Vettel defende que volta foi “bem boa”

Pierre Gasly, 12º: É um pouco decepcionante ser apenas 12º hoje, mas sabíamos que seria um fim de semana difícil e, depois do TL3, não achei que tivéssemos conseguido colocar o carro na direção certa. Tentamos promover algumas pequenas mudanças na classificação e o carro melhorou, mas não o suficiente para realmente lutar com nossos rivais que estavam mais rápidos hoje. Precisamos rever o que poderíamos ter feito melhor, mas, do lado positivo, temos escolha de pneus grátis para amanhã, então estou bastante confiante de que podemos ter uma corrida forte. Saindo em 12º, tentaremos fazer algo diferente com nossa estratégia e espero que isso possa jogar a nosso favor. Estou muito animado para a prova de amanhã.

Daniil Kvyat, 13º: Estava muito frio lá fora! Tivemos que analisar tudo muito rápido depois do TL3 para tentar entender a melhor configuração nessas condições. Gostei do desafio hoje, foi bastante divertido. Infelizmente, não tivemos um ritmo excelente, estava apenas OK. Dito isso, estou muito feliz com minha volta, não havia muito mais a fazer, a diferença para o Q3 foi um pouco maior do que o normal. Quanto a amanhã, sempre há uma chance de ganhar pontos porque normalmente temos um desempenho melhor na corrida do que na qualificação, então espero que seja uma boa jornada aqui em Nürburgring.

Antonio Giovinazzi, 14º: Estou muito feliz com o que fizemos como equipe. É a primeira vez que chegamos ao Q2 este ano, algo que eu realmente queria, e fazer isso em circunstâncias tão desafiadoras, com apenas uma hora de treino e em uma pista que nunca dirigi completamente antes, é especial. O carro estava muito bom desde o início, então estou confiante de que podemos lutar amanhã. Esperamos que as condições sejam difíceis por conta da temperatura, mas vamos ter uma boa oportunidade. Hoje conseguimos o máximo que podíamos, amanhã vamos dar tudo e espero trazer um bom resultado para casa.

Kevin Magnussen, 15º: Acho que tiramos o melhor do carro na qualificação. Parecia bastante forte no Q1, mas então meus adversários encontraram um pouco mais de tempo por volta do que o normal. Por fim, voltamos ao nosso ponto, o 15º lugar novamente no Q2, é onde estamos e continuaremos a tentar fazer melhor, acredito que faremos um bom trabalho amanhã. Este final de semana de corrida foi um pouco estranho, assim, podemos ter algumas oportunidades.

Romain Grosjean, 16º: A pista estava boa, é um prazer dirigir neste circuito. Obviamente, com este carro, precisamos estar prontos desde a primeira volta no Q1 para poder passar ao Q2. Infelizmente, com o segundo jogo de pneus, na minha primeira volta eu consegui ultrapassar e na segunda eu peguei tráfego. É uma pena, mas faremos melhor amanhã. Acho que o inesperado é nossa melhor chance na corrida.

George Russell, 17º: Estou um pouco desapontado, o Q2 era bem possível, mas, nessas condições frias, os pneus são realmente difíceis de fazer funcionar. No TL3, a equipe trabalhou bem e o carro estava ótimo, mas eu não conseguia ter o mesmo desempenho na classificação. Foi uma pena, estávamos tão perto do Q2, tínhamos potencial hoje. Em circunstâncias normais, sabemos exatamente onde estamos, por isso, estou muito animado com o que o tempo pode trazer amanhã, espero que misture o grid e crie um pouco de caos. Vai ser uma corrida interessante e estou pronto para lutar.

Nicholas Latifi, 18º: Acho que o Q2 era alcançável hoje. Não fiquei completamente feliz com minhas voltas no segundo e terceiro conjuntos de pneus, com alguns encaixes que prejudicaram o tempo de volta, então estou um pouco decepcionado com relação a isso. Fizemos algumas mudanças consideráveis do TL3 para a classificação no intuito de dar mais equilíbrio ao carro e sinto que fizemos isso. Amanhã, acredito que será interessante de qualquer maneira, podemos ter condições diferentes de temperatura e estou muito ansioso por isso.

Kimi Räikkönen, 19º: Não posso estar feliz com o 19º lugar, mas é o que temos. Simplesmente não tínhamos velocidade para tirar melhor proveito daquelas três voltas que fizemos. Não foram as melhores e não havia nada de muito errado com a vibração do carro, mas esperava mais. Temos que fazer um trabalho melhor amanhã, tentar fazer algum progresso, com certeza, e ver o que podemos fazer.

Nico Hülkenberg, 20º: “Mais louco que da última vez”: Hülkenberg conta como foi chamado para GP de Eifel

* Mesmas notas que os companheiros de equipe

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube