Confira declarações dos pilotos após GP da Áustria, 1ª etapa da Fórmula 1 2020

Valtteri Bottas dominou o GP da Áustria e assegurou sua oitava vitória na Fórmula 1. Lewis Hamilton recebeu a bandeirada em segundo, mas foi punido com 5s por um incidente com Alex Albon, promovendo Charles Leclerc e Lando Norris

Valtteri Bottas começou a temporada 2020 da Fórmula 1 com o pé direito. Dono da pole, o #77 dominou a corrida deste domingo (5) e venceu o GP da Áustria, dividindo o pódio com Charles Leclerc e Lando Norris.

Lewis Hamilton recebeu a bandeirada no Red Bull Ring na segunda colocação, 5s689 atrás do companheiro de Mercedes, mas cumpriu 5s de punição por conta de um toque com Alex Albon já na reta final da corrida. Assim, o #44 caiu para quarto, à frente de Carlos Sainz Jr.

Sergio Pérez passou boa parte da corrida flertando com o pódio, mas acabou em sexto, seguido por Pierre Gasly, Esteban Ocon, Antonio Giovinazzi e Sebastian Vettel. Em 11º, Nicholas Latifi foi o último a ver a bandeirada.

Max Verstappen teve problemas com o carro da Red Bull após apenas 12 voltas e abandonou a corrida, assim como Daniel Ricciardo, Lance Stroll, Kevin Magnussen, Romain Grosjean e George Russell. Kimi Räikkönen perdeu o pneu dianteiro direito após uma parada e também abandonou.

Já na reta final da corrida, Alex Albon, que tinha rodado após um toque com Lewis Hamilton numa disputa pela segunda colocação, acabou abandonando com problemas na Red Bull. Daniil Kvyat também teve problemas na parte final da disputa e não viu a bandeirada.

Confira as declarações:
Valtteri Bottas, Vencedor: Bottas celebra vitória com lista de feitos: segurar pressão, Hamilton e drama com SC

Charles Leclerc, segundo: Leclerc comemora pódio “surpreendente” e fala em sorte com “acidentes aqui e ali”

Lando Norris, terceiro: De tudo estragado a sem palavras: Norris acelera no fim para ser “muito feliz” com pódio

Lewis Hamilton, quarto: “Não acredito”: Hamilton lamenta toque com Albon na Áustria, mas se vê sem culpa

Carlos Sainz Jr., quinto: Parabéns e cutucada: Sainz reclama de Norris em disputa na Áustria: “Me jogou pra fora”

Sergio Pérez, sexto: Pérez lamenta estratégia que custou pódio na Áustria: “Parecia decisão correta”

Pierre Gasly, sétimo: “Foi ótimo voltar a correr depois de uma pausa tão longa e acho que começamos a temporada com uma corrida realmente empolgante. Se alguém tivesse nos dito que estaríamos na sétima colocação no domingo, teríamos aceitado de cara, então acho que podemos ficar felizes com o meu resultado de hoje depois de um início difícil de fim de semana. Sabíamos que a corrida seria um desafio, porque as Renault, McLaren e Racing Point são realmente fortes, mas eu tive algumas disputas na pista e consegui ficar longe de problemas até o final. Hoje foi realmente bom”.

Pierre Gasly

Esteban Ocon, oitavo: “Foi bom voltar a correr. Terminar nos pontos é um ótimo resultado, especialmente por ainda estar um pouco enferrujado. Estou satisfeito em com o andamento da corrida, mas precisamos classificar um pouco melhor para ficar um pouco mais para frente. Nosso ritmo de corrida era bom e fiquei feliz com o comportamento do carro. Vamos revisar a corrida e ver o que podemos melhorar para a próxima corrida. Sabemos que vai ser uma oportunidade para brigar por posições melhores e estou realmente ansioso”.

Antonio Giovinazzi, nono: “Eu fico muito feliz com o resultado de hoje. Depois da classificação difícil de ontem, conseguir pontos hoje era o máximo possível. Não foi uma corrida fácil, sofremos um pouco no começo, mas ficamos mais fortes conforme a corrida andou. Claro que é necessário um pouco de sorte numa corrida caótica, mas estávamos prontos para agarrar qualquer oportunidade com as duas mãos. Foi uma grande luta e conseguimos um nono lugar, que é uma ótima forma de começar o ano. Eu estou muito feliz pelo pessoal na garagem e na fábrica. Ainda há muito a se melhorar, mas é só a primeira corrida do ano. Ainda temos muito pela frente e já estou ansioso pela próxima semana”.

Sebastian Vettel, décimo: Vettel fala em corrida difícil na Áustria e se diz feliz por ter rodado “só uma vez”

Nicholas Latifi, 11º: “Primeiramente, obrigado à equipe por nos colocar aqui, foi um longo caminho. Hoje foi sobre aprender. Sofri no começo da corrida com problemas de resfriamento então não pude forçar o tanto que eu queria. Foi sobre controlar diversas coisas, mas isso é parte da Fórmula 1, acontece. Na maior parte da corrida eu não estive na briga, mas foi legal ter os safety-cars na pista para que eu pudesse experimentar pilotar próximo aos outros carros. Estou frustrado pois cheguei perto de conquistar um ponto, mas é uma experiência de aprendizado e voltarei mais forte no próximo final de semana.”

Nicholas Latifi

Daniil Kvyat, abandonou: “A corrida estava indo muito bem para mim até o contato com Ocon. Tinha um ritmo muito bom e pneus mais novos. Depois da colisão, minha asa dianteira e suspensão quebraram, também tive um furo de pneu, então a minha corrida acabou. Esse momento me custou muitos pontos hoje, então é uma verdadeira pena e muito desapontador terminar o dia desse jeito. Hoje poderia ter sido uma corrida forte para mim”.

Alex Albon, abandonou: De cabeça quente, Albon diz que “decisão de bater ou não” era de Hamilton

Kimi Räikkönen, abandonou: “É uma pena a corrida terminar desse jeito depois de tudo parecer bem. Comparando com ontem, demos um passo adiante e mostramos uma reviravolta razoável no nosso ritmo. O timing do primeiro safety-car nos custou posições, mas ainda estávamos bem. Poderia lutar por pontos com pneus novos. Abandonamos depois, infelizmente. O problema foi uma surpresa, sem avisos de que aconteceria. Precisamos investigar. Por ora, tiramos alguns aspectos positivos do nosso ritmo de corrida para seguir melhorando o carro”.

George Russell, abandonou: “Não tivemos o ritmo que esperávamos hoje, e sofri bastante lá na pista. Tentei ao meu máximo segurar as Haas e as Alfa Romeo, mas eles estavam mais rápidos. Tive o problema com a pressão do combustível, mas não sei todos os detalhes, sei que tive que desligar o carro. Foi uma pena, já que muitos erros foram cometidos hoje e muitos carros abandonaram. Acontece. Ainda temos que melhorar algumas coisas e teremos a próxima semana para isso.”

Romain Grosjean, abandonou: “Estávamos cuidando deles desde a primeira volta. Obviamente, algo não estava no nível certo no resfriamento, então vamos trabalhar e resolver isso para a próxima semana. Uma das nossas principais preocupações é também o ritmo. Parece que somos o carro mais lento. É um carro muito complicado de guiar, especialmente no tráfego. Para mim, o problema mais grave no momento é a performance do carro por si só”.

Romain Grosjean

Kevin Magnussen, abandonou: “Sinto como se os dois dianteiros [tivessem falhado]. Me diziam o tempo todo para fazer mais e tirar mais o pé para salvar os freios. Mas, no fim, fiz tudo que pude e eles explodiram. Não é como se soubéssemos que teríamos problemas com os freios. Sabíamos que teríamos de fazer algumas manobras com os freios, mas não desse jeito. Então pode ter alguma relação com detritos ou algo assim no duto de freio”.

Lance Stroll, abandonou: “Tivemos um bom começo de corrida, mas eu comecei a perder potência ainda nas primeiras voltas. Tentamos algumas mudanças para diversas configurações, mas depois decidimos abandonar. Vamos analisar o problema e voltar com mais força na próxima. O carro tinha uma sensação boa e acho que nosso ritmo seria forte. Dava para somar um bom número de pontos hoje”.

Daniel Ricciardo, abandonou: “Hoje foi um lembrete de como a Fórmula 1 pode ser e, às vezes, é triste. É uma pena abandonar tão cedo, mas tinha um problema de resfriamento e tive de tirar o carro em precaução antes de causar maiores danos. Acho que temos muitos positivos do fim de semana. Nosso ritmo com pouco combustível pareceu forte e sei que temos um pouco a aprender com tanque cheio. Podemos tirar muito disso e o bom é que temos outra chance semana que vem. Vamos aprender e seguir em frente.”

Max Verstappen, abandonou: Verstappen lamenta abandono que custou “pódio tranquilo” na casa da Red Bull

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube