Confira declarações dos pilotos após GP de Abu Dhabi, última etapa da F1 2021

Max Verstappen aproveitou um safety-car de última hora para dar o bote em Lewis Hamilton e vencer a corrida e o campeonato. Carlos Sainz Jr. completou o pódio

F1 EM ABU DHABI: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO! | Briefing

Max Verstappen venceu o GP de Abu Dhabi deste domingo (12) e conquistou o título da Fórmula 1 de 2021. O piloto da Red Bull usou um safety-car causado por uma batida de Nicholas Latifi para dar o bote em Lewis Hamilton, que liderou a corrida praticamente toda.

5s173 atrás do vencedor, Carlos Sainz Jr. acabou em terceiro, diante de Yuki Tsunoda, Pierre Gasly, Valtteri Bottas, Lando Norris, Fernando Alonso e Esteban Ocon. Charles Leclerc fechou a lista dos dez melhores.

MAX VERSTAPPEN; GP DE ABU DHABI; CAMPEÃO MUNDIAL; FÓRMULA 1; F1;
Max Verstappen é o novo campeão mundial de Fórmula 1 (Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)

LEIA TAMBÉM
Campeão, Verstappen consolida troca de guarda e fim da dinastia Hamilton na F1
Verstappen triunfa em rivalidade contra nêmesis de uma vida apenas aos 24 anos
Verstappen vence batalha árdua em primeiro título e sinaliza nova era na Fórmula 1
Red Bull enfim entrega carro vencedor e dá condição de título a Verstappen na F1

Sebastian Vettel ficou em 11º, diante de Daniel Ricciardo, Lance Stroll e Mick Schumacher. Sergio Pérez teve uma atuação de gala em Yas Marina, mas teve de abandonar por conta de um problema de motor.

Latifi, Antonio Giovinazzi, George Russell e Kimi Räikkönen não completaram. Nikita Mazepin não correu após testar positivo para Covid-19.

Confira as declarações dos pilotos:

Max Verstappen, vencedor: Verstappen reconhece final “insano” no GP de Abu Dhabi: “Finalmente, um pouco de sorte”

Lewis Hamilton, segundo: Hamilton parabeniza Verstappen por título e valoriza Mercedes: “Nunca desistimos”

A ultrapassagem do título de Verstappen (Foto: Reprodução/TSN)

Carlos Sainz Jr., terceiro: Sainz celebra Ferrari “no lugar certo e na hora certa” em Abu Dhabi: “Temporada mágica”

Yuki Tsunoda, quarto: Tsunoda comemora “resultado incrível” em Abu Dhabi: “Reconstruí minha confiança”

Pierre Gasly, quinto: Gasly celebra 5º em Abu Dhabi e parabeniza Verstappen: “Sabíamos que seria campeão”

Valtteri Bottas, sexto: “Claro, queríamos conquistar os dois títulos. Conquistar o de Construtores novamente é enorme, mas, ao mesmo tempo, machuca que Lewis não tenha conquistado o de pilotos. Até mesmo para mim, sinto que perdi o campeonato, pois ele perdeu. Realmente me sinto mal por ele, pois sinto que ele merecia hoje. Ele teve uma grande largada, uma grande corrida e aí as coisas mudaram assim. O esporte é assim, é assim que as coisas são. Às vezes, vai contra a gente e, às vezes, a favor, mas hoje não era o nosso dia. As sensações são mistas, como eu disse. Estou feliz pelo título de Construtores e realmente orgulhoso, mas, ao mesmo tempo, lamento por Lewis. Agora é hora de algo novo e estou realmente orgulhoso e grato pelo que conseguimos juntos. Fizemos grandes coisas. Talvez não tenha sido esta a nossa melhor corrida, mas precisamos olhar para a figura maior: vencemos cinco Mundiais de Construtores. Com Lewis, fomos os companheiros de equipe mais bem sucedidos da história da F1, então é meio triste sair, mas, claro, estou ansioso pelo futuro”.

Lando Norris, sétimo: “Acho que, do meu lado, foi uma corrida decente. Perdi um pouco na largada ― talvez não tenha feito o melhor trabalho ou posicionado o carro exatamente onde deveria. Depois disso, a corrida estava indo muito bem, estava acompanhando a Ferrari, o ritmo era bem forte e aí tivemos um furo, o que nos tirou da corrida. Eu perdi muitos pontos e posições por causa disso. Foi simplesmente mais azar! Mas a equipe fez um bom trabalho hoje. Sinto que fiz uma corrida sólida e fui apenas azarado. Não há nada que pudéssemos ter feito, mas acho que ainda estamos felizes com a maneira como terminamos a temporada. Em alguns momentos, não fomos rápidos o bastante, mas não foi por falta de esforço. Obrigado a toda a equipe pelo trabalho duro. Eles foram incríveis durante toda a temporada. Ainda temos alguns dias de teste antes das férias, mas logo estará na hora de um merecido descanso antes do próximo ano”.

Fernando Alonso, oitavo: Alonso diz que ficou “surpreso com ordem” de tirar volta na decisão em Abu Dhabi

Esteban Ocon, nono: “Parabéns a Max foi vencer o campeonato. É muito merecido, já que ele foi ótimo neste ano. Tomara que eu possa estar lá brigando com ele no futuro: essa é a nossa meta. Em termos de hoje, eu diria que foi uma boa corrida. Fomos bem com a estratégia de tínhamos de macios para duros com uma parada. Não nos beneficiamos com o safety-car virtual e perdemos duas posições, infelizmente. Às vezes, as coisas acontecem do seu jeito, outras não. É assim que é. Estou muito feliz em terminar a temporada de maneira forte e isso é positivo. Obrigado a todos na Alpine F1 em Enstone e Viry pelo trabalho duro toda a temporada. Vamos seguir pressionando!”.

Nicholas Latifi bateu firme no guard-rail nas últimas voltas do campeonato de 2021 (Foto: Reprodução/ F1 TV)

Charles Leclerc, décimo: “Não foi uma grande corrida para nós. O primeiro stint não foi ruim, mas aí tentamos algo diferente e colocamos os pneus médios durante o safety-car virtual. Foi uma decisão que tomamos juntos, como equipe, e que não funcionou da maneira como gostaríamos. Parabéns à equipe pela terceira colocação no campeonato de Construtores. Não foi fácil depois de uma temporada dura no ano passado, então um grande obrigado a todos no time, seja na pista ou na fábrica em Maranello, pelo trabalho duro que fizeram para tornar isso possível. Carlos fez um grande trabalho esta temporada. Parabéns a ele pelo quinto lugar no Mundial de Pilotos. Um enorme parabéns a Max por ter vencido o título. Corremos um com o outro quando crianças no kart. Sei o quão forte ele é desde o início. Era só uma questão de tempo até que ele alcançasse isso. E ele merece. A temporada 2021 termina hoje e a temporada 2022 começa a partir de amanhã. Vamos começar a aprender muito da próxima temporada pelo teste que temos planejado para esta semana. Acreditamos que a fundação que temos é sólida e vamos seguir trabalhando para podermos lutar mais na frente no próximo campeonato”.

Sebastian Vettel, 11º: Vettel vê ritmo decente em Abu Dhabi, mas diz que ficou “tempo demais” atrás de Giovinazzi

Daniel Ricciardo, 12º: “Ganhamos uma posição na primeira volta, o que nos colocou na luta com a Alpine. Senti que tinha um pouco mais de ritmo do que eles, mas, honestamente, era realmente complicado ultrapassar. Tentamos ficar lá, mas com o safety-car virtual, perdemos posições. Acho que o ar limpo teria nos dado um pouco mais de ritmo hoje, mas foi complicado com as posições na pista. É isso que acontece quando você se classifica um pouco atrás. Algo que quero melhorar no próximo ano é a performance no sábado, acho que isso fará dos domingos mais fáceis. Obrigado ao time pelo trabalho duro deste ano. Tivemos momentos fantásticos, com Monza sendo o destaque, e mal posso esperar para construir em cima do progresso que fizemos em 2021. Antes disso, estou ansioso para ir para casa, recarregar as baterias um pouco e me aprontar para voltar à luta no próximo ano”.

Lance Stroll, 13º: “Foi uma corrida complicada hoje e nós não conseguimos tirar proveito do safety-car tardio, pois não fomos liberados para ultrapassar, o que é frustrante e eu não entendo. Era uma última chance de ganhar algumas posições e potencialmente mirar para a zona de pontuação depois que tomamos a decisão de parar mais uma vez. 13º não é como eu queria terminar a temporada e a minha 100ª corrida, mas aprendemos muito este ano e isso nos colocará em uma boa posição para 2022. Foi ótimo fazer parte do primeiro ano do retorno da Aston Marin à Fórmula 1 e tenho certeza de que um futuro brilhante está pela frente”.

Mick Schumacher, 14º: “Tentamos uma estratégia diferente da maioria do pelotão, o que acho que funcionou para nós. Deixamos o C3 por último era isso que precisávamos fazer. Estávamos lutando com Latifi, então, no geral, acho que podemos ficar felizes com o que conseguimos hoje. Temos muita coisa para trabalhar e muito para esperar no próximo ano”.

Sergio Pérez, abandonou: Pérez lamenta “interferir na briga” por título da F1, mas admite: “No final, é meu time”

Nicholas Latifi, abandonou: Latifi absolve Schumacher e admite “pequeno erro” em acidente que definiu título da F1

Antonio Giovinazzi, abandonou: “É uma pena terminar a temporada assim, com o primeiro abandono depois de uma temporada inteira completando as corridas. Estávamos tendo uma boa corrida, lutando com um campeão como Vettel, mas, pelo menos, pude assistir as últimas voltas desta corrida. Foi uma grande batalha entre Max e Lewis, os dois teriam merecido o título. No geral, foi um dia emocionante, vendo Kimi se aposentar e vendo todas as coisas que a equipe fez para nós hoje. Ele é uma ótima pessoa, muito justo e todos na F1 vão sentir falta dele. Quanto a mim, espero que seja apenas um até logo. Meu foco total é agora na Fórmula E, mas espero voltar no próximo ano. Estou feliz com a minha jornada, a forma como progredi ao longo dos anos. Dei tudo que podia”.

George Russell, abandonou: “Tivemos um problema com o câmbio, que, no fim das contas, acabou com a nossa corrida. Pode ter sido causado por algo entrando na entrada de ar. Precisamos revisar se esse foi o caso, mas não há nada que possamos fazer, então é uma pena terminar a temporada desta forma. O importante é que garantimos a oitava colocação no campeonato, o que é muito mais do que poderíamos ter esperado neste ano e a nossa meta no início do fim de semana. Estou orgulhoso do que alcançamos como equipe e grato a todos em Grove pelo trabalho duro”.

Kimi Räikkönen, abandonou: Räikkönen celebra memórias construídas na F1, mas se diz “ansioso por uma vida normal”

A última volta do GP de Abu Dhabi (Vídeo: TSN)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar