Confira declarações dos pilotos após classificação do GP da Cidade do México 2021

Valtteri Bottas surpreendeu com atuação de gala e cravou a pole no México. Lewis Hamilton larga em segundo, com Max Verstappen na terceira colocação e Sergio Pérez no quarto posto

Valtteri Bottas surgiu do nada para conquistar uma pole improvável na Cidade do México, colocando a Mercedes na ponta neste sábado (6). Lewis Hamilton ficou em segundo, 0s145 mais lento que o finlandês, que fez 1min15s875. Max Verstappen, que era favorito, acabou com o terceiro posto, sem conseguir melhorar na tentativa final do Q3.

Verstappen, aliás, saiu bem incomodado com Yuki Tsunoda, que saiu da pista antes de Sergio Pérez escapar. O mexicano, por sua vez, era quem dava vácuo para Max na definição da pole. Não deu certo, mas Checo ao menos sai do quarto lugar.

Pierre Gasly vai partir de quinto, com Carlos Sainz, Daniel Ricciardo, Charles Leclerc, Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen fechando o top-10.

Fernando Alonso, que caiu no Q1, ainda sai de 12º, por uma série de punições: George Russell, trocando câmbio, perdeu 5 posições, enquanto Lance Stroll, Lando Norris, Esteban Ocon e Tsunoda trocaram motores, saindo do fim da fila.

Fórmula 1 acelera com a disputa do GP da Cidade do México, 18ª etapa da temporada 2021, neste domingo a partir de 16h (de Brasília, GMT-3), com transmissão ao vivo da Band na TV aberta e do serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Valtteri Bottas sai na pole no México (Foto: AFP)

Confira as declarações dos pilotos após o sábado de classificação no México:

Valtteri Bottas, pole: Bottas comemora pole no México com Q3 iluminado: “Foram voltas incríveis”

Lewis Hamilton, segundo: Hamilton se diz “chocado” com 2º lugar no grid do México: “Red Bull estava 0s6 à frente”

Max Verstappen, terceiro: Verstappen diz que “volta da pole” no México foi destruída após erro de Tsunoda e Pérez

Sergio Pérez, quarto: Pérez lamenta erro e diz que podia melhorar tempo, mas “Mercedes era bem veloz”

Pierre Gasly, quinto: Gasly vibra com “classificação fantástica” no México e valoriza vácuo de Tsunoda

Pierre Gasly sai de quinto (Foto: AlphaTauri)

Carlos Sainz, sexto: Sainz sente fim de semana “estressante” no GP da Cidade do México

Daniel Ricciardo, sétimo: “É um pouco agridoce porque, obviamente, Carlos [Sainz] está 0s002 à frente, mas dividir as Ferraris não é tão ruim por aqui. Trabalhamos bem em equipe, com o Lando me ajudando. Acho que o lado limpo da grid deve estar bem amanhã. Cometi um pequeno erro na curva 13, que acho que me custou o sexto lugar, mas o lado limpo da grid não é ruim, então vamos trabalhar com isso. Fizemos melhorias no dia de hoje, ontem foi complicado porque perdemos muito tempo. Nós começamos a andar e acho que devemos estar bastante satisfeitos com sétimo. Vamos tentar largar bem amanhã”.

Charles Leclerc, oitavo: Leclerc admite decepção pessoal na classificação do México

Sebastian Vettel, nono: Vettel prega otimismo para pontuar por “bom ritmo de corrida” da Aston Martin no México

Sebastian Vettel larga em nono no México (Foto: Aston Martin)

Kimi Räikkönen, décimo: “Acho que podemos estar felizes com o resultado de hoje: é minha melhor classificação do ano, estava muito perto e provavelmente poderia ter sido um pouco melhor ou um pouco pior, um lugar a mais ou um lugar a menos, então no geral está tudo bem. Ainda é apenas a classificação e temos de fazer um bom trabalho amanhã também se quisermos somar alguns pontos. Vamos sair e fazer o nosso melhor para ver onde vamos parar na bandeira quadriculada”.

Antonio Giovinazzi, 11º: “Outra batalha no grid em que sinto que estivemos muito perto de um lugar no Q3. 11º teria sido possível, mas no final não o conseguimos: na minha última volta, travei as rodas traseiras na frenagem – até aquele momento, a volta não foi tão ruim. Veremos o que podemos fazer de onde começamos: será uma corrida longa, especialmente considerando o desgaste dos pneus que esperamos, mas se tivermos uma corrida limpa, podemos ter uma boa chance para os pontos.”

Fernando Alonso, 12º: Alonso lamenta saída no Q1, mas vê pontos “perfeitamente possíveis” largando em 12º

Nicholas Latifi, 13º: “O fim de semana em geral tem sido difícil, pois não é a melhor pista para o nosso carro. Para a aderência que eu tinha, parecia uma volta decente, mas eu simplesmente não consegui colocar os pneus na janela certa, então temos algumas coisas para olhar. Espero uma tarde difícil amanhã, mas, com o número de punições no grid, vamos ganhar algumas posições e começar mais à frente. Vamos nos concentrar em nossa própria corrida e tentar manter os carros para trás”.

Mick Schumacher, 14º: “No geral, não foi a melhor das minhas atuações, mas espero compensar na corrida. Eu estava tentando fazer o meu melhor, mas foi um pouco irregular e é uma pista que não perdoa. Espero que amanhã as temperaturas da pista não estejam muito altas, pois isso tornará as coisas um pouco mais difíceis, mas vamos apenas tentar fazer o nosso melhor para tentar permanecer na posição em que começaremos amanhã.”

Nikita Mazepin, 15º: “Foi uma sessão de qualificação OK – fiquei feliz com a melhoria gradual que fiz. Sabíamos que estávamos perdendo ritmo em comparação com os outros no início do fim de semana. Espalhei na última curva da minha última volta, o que me custou um pouco de tempo, mas fora isso, a volta estava boa. Tive treinos livres muito difíceis, então acho que nos recuperamos muito bem para terminar com um carro com o qual estou mais ou menos confortável – tentei maximizar o que tenho hoje”.

George Russell parte de 16º no México (Foto: Williams)

George Russell, 16º: “Os engenheiros e os mecânicos fizeram um ótimo trabalho, pois trabalharam muito nas últimas 24 horas trocando duas caixas de câmbio e uma unidade de potência entre TL3 e classificação. Em determinado momento, parecia improvável que conseguiríamos chegar à sessão e aqui estamos nos classificando em 13º, então, um grande obrigado a eles. Minha volta no Q1 foi muito forte. Eu realmente não consegui melhorar no Q2, então fiquei um pouco decepcionado, mas considerando tudo que foi uma boa sessão. Vai ser uma corrida difícil amanhã e todos terão que controlar seus motores por causa da altitude. Quem melhor administrar isso sairá por cima, então há oportunidades a serem aproveitadas”.

Yuki Tsunoda, 17º: Tsunoda se exime de responsabilidade e diz que Red Bull “errou por culpa própria”

Lando Norris, 18º: “Um dia bom o suficiente, não acho que havia muito mais que poderíamos fazer. Ajudamos o Daniel a chegar à melhor posição possível, o que conseguimos. Lutamos um pouco com o carro em geral, mas ainda temos esperança de um resultado positivo. Acho que podemos fazer uma boa corrida, mas vamos precisar trabalhar muito esta noite para nos dar um bom plano para amanhã”.

Esteban Ocon, 19º: “A classificação de hoje sempre foi um desafio, especialmente sabendo que tenho uma punição de grid para a corrida com a troca do motor. Tínhamos um plano que era ajudar Fernando o máximo possível com vácuo para colocá-lo no Q3 Infelizmente, isso não funcionou. Amanhã vai ser uma corrida difícil, começando do fundo do grid, mas vamos lutar o máximo que pudermos e tentar tirar vantagem de quaisquer incidentes ou safet0car. Pode ser uma corrida difícil aqui, então estou confiante de que ainda podemos fazer uma boa corrida. Faremos o nosso melhor como equipe para fazer algum progresso e vamos tentar conseguir alguns pontos”.

Lance Stroll, 20º: “Estou bem. Espalhei na última curva, estava um pouco sujo na parte de fora e perdi o carro na saída por falta de aderência. É um grande trabalho para a equipe e para os mecânicos [para consertar], então é uma pena. Queria ver o que podíamos fazer na classificação e ver como o carro se comportava, embora estivéssemos definidos para começar na parte de trás do grid de qualquer forma. Faremos o nosso melhor para trabalhar o nosso caminho no pelotão e ganhar algumas posições amanhã”.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar