Espargaró vive conto de fadas na Catalunha após confirmar ‘última dança’ na MotoGP

Aleix Espargaró desembarcou em Montmeló com o peso de comunicar ao mundo que 2024 será a última temporada dele na MotoGP. Feito o anúncio, o fim de semana em casa virou um legitimo conto de fadas no GP da Catalunha

A fada de madrinha de Aleix Espargaró está de plantão neste fim de semana. Em contagem regressiva para a aposentadoria da MotoGP, o #41 viu o GP da Catalunha se transformar em um legítimo conto de fadas, com pole e vitória na corrida sprint neste sábado (25).

Cria da casa, já que Granollers fica coladinha ao circuito de Montmeló, Aleix chegou em Barcelona com o peso de comunicar ao mundo a decisão de se retirar da MotoGP ao fim da temporada. Logo na quinta-feira, o irmão de Pol compareceu diante da imprensa para fazer o anunciou em uma coletiva emocionada, acompanhada não só por jornalistas, cinegrafistas e fotógrafos, mas também por muitos dos colegas que compareceram para prestigiar um piloto definido por alguns como “irmão” ou até mesmo “pai”.

Relacionadas


Superada as emoções, veio a parte prática do trabalho. E Aleix se colocou a altura do desafio. Forte em 2023, o pai de Max e Mia preparou um repeteco do ano passado, mas, até aqui, as coisas saíram ainda melhores, já que, desta vez, a liderança de sexta-feira veio seguida pela pole-position, o que faltou no ano passado.

A largada não foi assim tão boa, mas o mais velho dos Espargaró soube se manter não só focado, mas também de pé. Em uma prova onde três lideres diferentes caíram sozinhos na ponta — Raúl Fernández, Brad Binder e Francesco Bagnaia, respectivamente —, Aleix foi o último protagonista a permanecer de pé e teve um sábado de sonho no quintal de casa.

Aleix Espargaró garantiu a vitória na corrida sprint deste sábado (Foto: Gold & Goose/ Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Esses dois últimos dias foram incríveis, como um conto de fadas. Não tenho nem palavras”, disse Aleix.

O piloto de 34 anos ressaltou, porém, a dificuldade da corrida e destacou que a tática foi pressionar Bagnaia até o fim para ver se o italiano sucumbia.

“A corrida era muito difícil, patinava muito e não via os tempos de volta, tentava guardar pneu para o final. Pecco estava arriscando um pouco e eu tratei de pressioná-lo até o final e conseguir uma vitória incrível”, seguiu.

Mesmo animado com o triunfo em casa, Aleix evitou falar em fim de semana perfeito, já que quer aguardar pelo desenrolar do GP da Catalunha.

“Te falo no domingo de tarde, mas está sendo um conto de fadas. Não tenho palavras para descrever o quão bonito está sendo”, comentou. “Estou me esforçando muito, fui muito complicado, a pista estava como gelo e o ritmo no início não era muito forte, difícil de manter. Eu tinha a sensação de que será muito complicado manter esse ritmo, aí começaram a acontecer as quedas. Não podia me aproximar de Pecco Bagnaia, porque a pressão [do pneu] e tive de manter a distância da Ducati e pressioná-lo até o final para ver se ele cometia um erro. Como aconteceu”, explicou.

Piloto mais velho do grid atual, Aleix destacou que ser um veterano se provou uma vantagem, já que o permitiu controlar o ritmo, diferente do que aconteceu com alguns dos colegas.

Raúl Fernández tinha muita velocidade, mas era impossível manter aquele ritmo. Quando você gasta tanto pneu no início, paga no final. Não dá para recuperar. Pedro Acosta, no início, estava muito forte e pagou no final. Algumas vezes, ser o veterano tem seu lado bom”, ponderou. “Foi uma corrida mais tática do que parece. No início, tinha um ritmo muito bom, mas mantive a minha linha e a direção travava o tempo todo, eles estavam rápidos demais. Aguentei e esperei o erro”, indicou.

Resta saber se as badaladas da meia noite vão acabar com a magia ou se o encanto do fim de semana só vai se quebrar com a bandeirada de domingo.

A largada da MotoGP para o GP da Catalunha, 6ª etapa da temporada 2024, está marcada para às 9h (de Brasília), na pista de Barcelona. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.