Ducati fala em aprender com erros e faz nota: “Temos ótima moto e pilotos excelentes”

Chefe da Ducati Corse, o departamento de corridas, Gigi Dall’Igna fez um balanço do fim de semana do GP da Alemanha e além de elogiar a atuação de Jack Miller, reconheceu que o abandono de Francesco Bagnaia foi dolorido. Dirigente considerou que a equipe precisa se unir para buscar a única meta que ainda falta: o título do Mundial de Pilotos da MotoGP

DO DOMÍNIO DE MARC MÁRQUEZ AO ZERO: A HONDA DE PONTA CABEÇA NA ALEMANHA

Chefe da Ducati Corse, a divisão de corridas da marca de Borgo Panigale, Gigi Dall’Igna falou em aprender com os erros da temporada 2022 da MotoGP. Mesmo assumindo o abalo com o abandono de Francesco Bagnaia no GP da Alemanha do último fim de semana, o engenheiro frisou que a casa italiana tem uma “ótima moto e, acima de tudo, pilotos excelentes”.

Assim como no GP da Catalunha, Pecco começou a corrida em Sachsenring entre os favoritos à vitória, mas caiu ainda na terceira volta, quando perseguia Fabio Quartararo, que tomou a ponta ainda na curva 1. Com o abandono, o quarto do ano, Bagnaia caiu para a sexta colocação no Mundial de Pilotos, 91 pontos atrás do francês da Yamaha, que lidera a disputa.

LEIA TAMBÉM
# Quartararo quebra jejum de 13 anos da Yamaha com vitória no GP da Alemanha
# Honda termina corrida sem pontuar pela primeira vez em 40 anos na MotoGP

Gigi Dall’Igna elogiou a moto e os pilotos da Ducati (Foto: Ducati)

CLASSIFICAÇÃO DA MOTOGP
▶️ Quartararo vence 3ª e amplia vantagem na MotoGP 2022

Apesar do desfecho ruim com Pecco, a corrida não foi desastrosa para a Ducati. Johann Zarco garantiu o segundo lugar, com Jack Miller superando Aleix Espargaró pelo terceiro lugar já na parte final da disputa.

De saída para a KTM, a australiano foi elogiado por Gigi, não só pela atuação na Alemanha, mas pela contribuição com o projeto da Desmosedici.

“Antes de mais nada, quero fazer um tributo a Jack, reiterando todo nosso apresso pela lealdade e comprometimento que ele sempre demonstrou com talento e profissionalismo, além do espírito de equipe com o qual ele contribuiu para o crescimento do nosso projeto”, disse Dall’Igna. “Estou particularmente satisfeito com a corrida excelente dele, teimosa e tenaz, recompensada por um pódio, um sinal inconfundível de inteligência e determinação”, elogiou.

Além disso, Dall’Igna destacou a atuação de Zarco e da Pramac e também elogiou Luca Marini, que confirmou o crescimento apresentado desde o GP da Itália com um quinto lugar.

“A explendida reconfirmação de Zarco no topo diz muito sobre a solidez e a qualidade do piloto e da equipe Pramac, enquanto considero o quinto lugar de Marini um empolgante passo no crescimento dele e da VR46”, pontuou.

O dirigente, contudo, não escondeu que a marca do fim de semana foi mesmo o abandono de Pecco, mas cobrou união da Ducati para superar o momento difícil e buscar a meta final: o título do Mundial de Pilotos. A marca de Bolonha foi campeã uma única vez, ainda em 2007, com Casey Stoner.

“Lamentavelmente, no entanto, todo o desapontamento pelo zero de Pecco prevalece, ainda mais depois da enésima e promissora pole-position obtida, enquanto nossos rivais alcançaram, meritoriamente, mais uma decisiva vitória, com o campeonato mundial em mente”, comentou Dall’Igna. “Agora é essencial que nos sintamos como uma equipe, sabendo que temos uma ótima moto e, acima de tudo, pilotos excelentes. Ainda temos de crescer juntos, aprender com nossos erros e humildemente buscar soluções de que precisamos para atingirmos a única meta que ainda nos falta”, falou.

“Vamos, Ducati!”, concluiu.

A MotoGP volta às pistas na próxima semana, para o GP da Holanda, em Assen, 11ª etapa da temporada 2022. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2.

LEIA TAMBÉM
Ducati prolonga avaliação e adia escolha entre Bastianini e Martín para vaga de Miller em 2023
MotoGP disponibiliza documentário ‘MotoGP Unlimited’ no Star+ para América Latina
Nakagami reitera culpa por “queda feia” e diz: “Aprecio muito, muito estar vivo”
Oliveira diz que “mostrou ser digno” de vaga na KTM e agora busca “novas oportunidades”
Aleix Espargaró fica ‘off’ e vai à Disney com família para “esquecer erro” da Catalunha
MotoGP anuncia inclusão de tricampeão Taveri no rol das Lendas no GP da Áustria
Mir diz que ainda “espera explicação” da Suzuki e vê Honda “fora do seu estilo de pilotagem”
Yamaha confirma “colaboração multianual” com ex-chefe de motores da Ferrari
RNF desconversa sobre Oliveira e diz buscar “combinação perfeita” para 2023
# Quartararo joga partida perfeita, anula potência alheia e dá outro passo rumo ao bi

MILLER MANTÉM STATUS, MAS DÁ PASSO ATRÁS COM IDA PARA KTM NA MOTOGP
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar