KTM cogita dividir wild-cards entre Pedrosa e Pol Espargaró, mas descarta “plano fixo”

A KTM terá direito a seis participações de wild-cards ao longo da temporada 2024 da MotoGP, por conta do novo sistema de concessões. A montadora austríaca, porém, ainda não sabe como e com quem vai usar essa ajuda

O novo sistema de concessões da MotoGP vai oferecer uma ajuda para as montadoras que sofreram nos últimos anos e não conseguiram, de alguma forma, igualar o desempenho avassalador da Ducati. A KTM é uma das beneficiadas com o aumento de testes, motores e pneus. Outra novidade será a utilização de wild-cards por parte do time austríaco, agora com três pilotos de testes.

Até o ano passado, a KTM contava com Dani Pedrosa como piloto de testes e, consequentemente, como convidado em algumas etapas — o veterano espanhol correu em Jerez e Misano, alcançando bons resultados nas duas provas. Além disso, Jonas Folger também fazia parte do projeto. Agora, porém, a dupla terá a companhia de Pol Espargaró, que perdeu sua vaga na GasGas para o novato Pedro Acosta.

Relacionadas


Para 2024, a montadora austríaca admite que vai precisar uma forma de dividir as funções entre Pedrosa e Espargaró e que ambos vão correr ao longo da temporada. Pit Beirer, diretor-esportivo do time, comentou como pretende manejar a situação neste ano.

“Queremos ser flexíveis e utilizar os wild-cards onde faça sentido. Claro, falamos que daríamos os seis convites para o Pol, mas nunca houve um acordo porque precisa fazer sentido para o projeto antes de tudo”, afirmou.

Pol Espargaró perdeu a vaga de titular no grid de 2024 (Foto: Rob Gray/Polarity Photo)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Vamos dividir os wild-cards. No momento, temos seis participações em mente. Algumas pistas são interessantes e o Dani [Pedrosa] definitivamente deveria correr nelas. O Pol deverá correr porque é excelente para o processo de testar os pneus nas corridas. Sendo assim, não há um plano claro para o Espargaró fazer os seis wild-cards disponíveis”, seguiu.

“Será uma divisão, na minha opinião, mais entre Dani e Pol do que com o Jonas Folger, mas isso pode mudar dependendo da situação de cada momento. Não há um plano fixo”, completou o dirigente.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.