Viñales se desculpa com Yamaha após sabotagem e suspensão: “Sentia muita raiva”

Maverick Viñales finalmente se pronunciou sobre o incidente durante o GP da Estíria, quando forçou o motor da moto e foi suspenso pela Yamaha. O espanhol mostrou-se arrependido, mas não sabe se vai retornar para a equipe em 2021

Maverick Viñales finalmente se pronunciou após ser suspenso pela Yamaha e se ausentar do GP da Áustria, neste fim de semana, no Red Bull Ring. O espanhol foi acusado pela equipe de “operação irregular do equipamento”, ao forçar diversas vezes o motor da moto nas voltas finais da prova na Estíria.

A situação entre Viñales e Yamaha não é das melhores. O ponto de ruptura foi no fim de semana do GP da Alemanha. Maverick largou em 21º lugar e foi o último a receber a bandeira quadriculada. Para piorar, viu o companheiro Fabio Quartararo largar na primeira fila e terminar novamente no pódio, mantendo a liderança da MotoGP. Com isso, perdeu a paciência e foi para o ataque contra a própria equipe.

Outro ponto que gerou desconforto foi a troca de engenheiro: saiu Esteban García, entrou Silvano Galbusera, ex-parceiro de Valentino Rossi, às vésperas do GP da Catalunha. Na época, de modo bem educado, Viñales falou que a mudança era dolorosa, mas agradeceu a Yamaha pelo empenho em extrair o máximo dele. Logo após o GP da Holanda, quando chegou em segundo lugar, o espanhol anunciou a saída da montadora japonesa no fim da atual temporada.

Maverick Viñales foi suspenso e está fora do GP da Áustria (Foto: Divulgação/MotoGP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Estou muito triste. É uma situação estranha, é difícil compreender, mas tenho muita sorte de ter pessoas me ajudando. Também estou bem frustrado com os resultados, não estamos onde queríamos”, disse Viñales à emissora italiana Sky Sports.

Questionado sobre os motivos de ter forçado o motor da Yamaha, Maverick tentou explicar e colocou a culpa nos sentimentos vividos durante a corrida. De acordo com a equipe, a ação do espanhol poderia danificar o motor da moto, expondo não só Maverick, mas também outros pilotos ao risco de lesão.

“Eu estava frustrado porque na segunda largada a moto não estava como na primeira parte. Sentia muita raiva. Quero me desculpar com a Yamaha porque eu canalizei minha energia da maneira equivocada e tive um comportamento ruim”, afirmou. “Não sei se essa situação pode ser contornada. Neste momento, quero tentar refletir e encontrar paz para voltar mais forte do que antes”, completou o espanhol.

Viñales também comentou o apoio que recebeu de outros pilotos do grid nos últimos dias. “Quero agradecer aqueles que se mostraram solidários. Recebi mensagens de colegas que não possuem relacionamentos próximos comigo e isso me deixou feliz”, finalizou.

LEIA TAMBÉM
Aos 42, Rossi decide por aposentadoria e encerra história na MotoGP em 2021
Maior da história ou não, Rossi teve impacto transformador e popularizou MotoGP
Ídolo, referência e lenda: mundo do esporte a motor reage à aposentadoria de Rossi
Obrigada, Vale
Martín tira atraso de lesão e ratifica adaptação rápida com vitória no GP da Estíria
Fabio Quartararo: 2020 x 2021
Fim triste mostra que relação entre Viñales e Yamaha deveria ter acabado antes

Imagem onboard relata como Maverick Viñales tentou danificar o motor da Yamaha no fim do GP da Estíria (Vídeo: MotoGP)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar