Confira declarações dos pilotos após classificação para GP da Inglaterra da F1 2021

Com 1min26s134, Lewis Hamilton assegurou a pole-position para a primeira corrida sprint da Fórmula 1 em 2021. 0s075 mais lento, Max Verstappen fecha a primeira fila em Silverstone, com Valtteri Bottas fechando o top-3 inglês

Depois de uma derrota firme no primeiro treino do dia, Lewis Hamilton reagiu na tarde desta sexta-feira (16) e conquistou a pole-position para a corrida sprint do GP da Inglaterra. O britânico cravou 1min26s134 e assegurou a posição de honra no grid com 0s075 de margem para Max Verstappen, o segundo colocado.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Pontuação extra, pneus e até horários: tudo sobre a primeira corrida sprint da F1

Valtteri Bottas assegurou a terceira colocação, à frente de Charles Leclerc e Sergio Pérez. Lando Norris conseguiu o sexto melhor tempo, com Daniel Ricciardo, George Russell, Carlos Sainz Jr. e Sebastian Vettel fechando o top-10.

Fernando Alonso fez o 11º tempo, seguido por Pierre Gasly, Esteban Ocon, Antonio Giovinazzi, Lance Stroll, Yuki Tsunoda, Kimi Räikkönen, Nicholas Latifi, Mick Schumacher e Nikita Mazepin.

Lewis Hamilton sai na frente da corrida sprint (Foto: Mercedes)

Confira declarações dos pilotos após a classificação para a corrida sprint:

Lewis Hamilton, pole: Hamilton vibra com retorno ao primeiro lugar e joga para galera: “É um feito dos fãs”

Max Verstappen, segundo: Verstappen culpa problemas com carro por derrota, mas ignora: “Não significa nada”

Valtteri Bottas, terceiro: Bottas ajuda Hamilton com vácuo em Silverstone: “Bom resultado para a equipe”

Charles Leclerc quarto: Feliz com 4º na classificação, Leclerc aprecia dia diferente: “Gosto de ter pouca preparação”

Sergio Pérez, quinto: “Eu corri para a curva 15 e meu melhor tempo de volta foi excluído, o que é uma pena, mas essas são as regras e, felizmente, perdi apenas uma posição. A quarta colocação teria sido um pouco melhor, mas temos a corrida de classificação para subir ainda mais no grid de domingo, então ainda há muito pelo que jogar. Melhoramos muito o carro com o passar do dia, mas descobri uma pequena diferença no equilíbrio no final do Q3 e não consegui tirar o máximo proveito do carro. Estou ansioso para amanhã, pois será interessante ver o que acontece com o novo formato e quanto progresso somos capazes de fazer nessa corrida.”

Lando Norris, sexto: “Dia complicado com este formato diferente, apenas por causa dos limites de tempo que você tem. Com menos tempo de pista do que estamos acostumados é muito mais difícil saber quais decisões tomar, e você faz mais algumas apostas com base nas informações que tem. Dizendo isso, acho que não poderíamos ter feito muito melhor do que a sexta posição. Talvez houvesse algo aqui ou ali, mas no final das contas estou satisfeito por onde estamos. Temos o TL2 amanhã para nos prepararmos para a corrida sprint, então vamos ver o que podemos fazer.”

Daniel Ricciardo, sétimo: “No geral, foi um dia muito positivo. Tive uma velocidade muito boa durante toda a classificação, dei bons passos e me senti bem com o carro, então isso é importante. Eu não posso deixar de me sentir frustrado porque estive tão perto da quarta posição e é sempre quando você está no final da sessão que você mais sente. Mas de qualquer maneira, é um progresso, é bom, é positivo. Nem sempre é fácil encontrar 0s05, e sinto que provavelmente estava lá. Com a corrida sprint amanhã, vamos ver o que acontece, começar bem, tomar algumas posições e chegar ao quarto lugar, onde acredito que poderíamos ter estado hoje. Esse é o plano amanhã.”

George Russell, oitavo: Russell se rende à “torcida incrível” em casa após ir ao Q3: “O público te garante 1s”

Carlos Sainz, nono: “Foi uma classificação em que tudo parecia correr bem. Fui rápido no Q2. Mas estivemos lentos no Q3, e não entendo porque não encontrei o feeling certo com o carro. No fim das contas, não consegui tirar o mesmo tempo que no Q2, o que me levaria à quinta ou sexta posição. Temos de analisar os dados para a corrida sprint de amanhã. Acho que temos uma grande chance para avançar. Temos de ver o que podemos fazer para recuperar algumas posições porque acho que temos um carro para estar entre os seis primeiros, pelo menos.”

Sebastian Vettel, décimo: Vettel diz que ritmo “veio fácil”, mas lamenta dificuldades no Q3 em Silverstone

Fernando Alonso, 11º: Alonso lamenta tráfego em Silverstone, mas afirma: “Não mudou muito resultado final”

Pierre Gasly, 12º: “Desde o TL1 temos lutado com o equilíbrio do carro, muito mais do que o normal. Fizemos algumas alterações para a classificação, mas não foi suficiente. Eu estava feliz com minha volta no Q2, mas quando cruzei a linha de chegada, eu sabia que não seria o suficiente, estava muito parelho lá hoje. Acho que vai ser difícil nos próximos dias, porque não podemos mais fazer alterações no carro. Só temos o TL2 para entender melhor o pneu antes da corrida de classificação e da corrida de domingo, mas vamos lutar como sempre, é um formato diferente e muitas coisas podem acontecer, nunca se sabe.”

Esteban Ocon, 13º: “No geral, estou satisfeito com o dia de hoje, mesmo que o resultado seja um pouco decepcionante. Estou feliz em ver que estamos de volta ao ritmo e tirando o máximo proveito do carro. A classificação estava indo bem até a última volta, quando nos complicamos saindo da pista. Foi uma pena, pois fomos rápidos o suficiente para chegar ao Q3 hoje. É combustível para jogar amanhã na corrida de classificação.”

Antonio Giovinazzi, 14º: “Foi um dia bastante peculiar, mas foi divertido ter apenas uma hora de treino e depois ir direto para a classificação. Mais uma vez, fomos fortes o suficiente para entrar no Q2, mas isso foi o mais longe que conseguimos ir. Hoje estávamos um pouco longe do Q3. Vamos ver como vai amanhã. A corrida de classificação será importante para o domingo e vamos abordá-la com uma estratégia simples, obtendo posições na primeira volta, mas tentando não correr muitos riscos. Progredir após o início não será fácil sem paradas, mas ainda podemos ter como objetivo ganhar algumas posições no início da prova.”

Lance Stroll, 15º: “A 15ª posição não é como queríamos começar nosso corrida em casa, mas há uma oportunidade de melhorar amanhã graças ao formato à corrida de classificação. Não me senti totalmente confortável com o carro durante o treino, mas penso que fizemos alguns progressos na classificação, embora não tenha sido o suficiente para fazer ir ao Q3. Foi um desafio ter apenas uma sessão de treinos hoje antes da classificação, mas é o mesmo para todos. Vamos estudar o dia de hoje para nos certificarmos de fazermos o máximo na segunda sessão de treinos antes da corrida sprint.”

Yuki Tsunoda, 16º: “Depois do TL1, comecei a me acostumar com o circuito, mas tinha muito trânsito e não consegui fazer uma volta perfeita. Portanto, ir para a classificação depois de apenas uma sessão de treinos é difícil. É uma pena ter sido eliminado no Q1 hoje, mas a pista estava muito cheia no final e eu lutei novamente com o trânsito na minha última volta. Começar amanhã em 16º acho que vai ser difícil, mas vou dar tudo o que tenho durante a corrida de classificação e veremos o que posso fazer.”

Kimi Räikkönen, 17º: “Esperávamos mais, então sair no Q1 não é bom. Não havia nada de particularmente errado com as voltas, simplesmente não havia mais nada que eu pudesse conseguir. Agora vamos nos concentrar na corrida de classificação. É um novo formato, então vamos ver o que podemos tirar dele. Precisamos dar o nosso melhor e recuperar algumas posições como fizemos nas corridas anteriores para nos darmos uma oportunidade melhor no domingo.”

Nicholas Latifi, 18º: “Eu estava me sentindo bem e eu poderia ter feito uma volta melhor se o equilíbrio do carro estivesse um pouco melhor, mas, no geral, estou bastante satisfeito. Quando terminei a volta, fiquei feliz e depois frustrado. Feliz porque achei que era uma boa volta, mas frustrado por ter sido lento [no geral]. Temos a corrida de classificação e o GP para avançar, além de termos o TL2 para ver se podemos melhorar os problemas, então é nisso que vamos nos concentrar.”

Mick Schumacher, 19º: “Foi positivo por um lado, porque fizemos algumas mudanças que pareciam boas, mas obviamente o ritmo que temos é tudo o que temos. Claro, poderíamos ter melhorado aqui ou ali, mas não foi possível entrar no Q2. Mesmo assim, o trabalho ainda não acabou. Vamos continuar nos esforçando, tentar e continuar trabalhando em nós mesmos. Foi interessante ver como todos estavam animados para tentar algo novo e estou animado para ver como será a corrida de classificação. É uma chance para nós, se alguns carros apresentarem problemas, podemos lucrar com isso. Enquanto estivermos na corrida, podemos começar um pouco mais à frente do que estamos agora, então dedos cruzados e vamos em frente.”

Nikita Mazepin, 20º: “Foi uma das nossas melhores atuações na classificação em termos de equilíbrio. Acho que depois de uma segunda corrida muito frustrante na Áustria, foi bom conseguir isso. Parece um pouco com a Fórmula 2, de onde eu vim. Tenho ótimas lembranças da Fórmula 2 aqui no ano passado, quando ganhei minha primeira corrida. São muitas as semelhanças e devo dizer que gosto bastante deste ambiente. Eu geralmente gosto muito de como o fim de semana está sendo. Você só precisa ver quantas pessoas estavam na arquibancada em uma sexta-feira, eu nunca tinha visto isso antes na minha vida. Então foi muito legal estar lá.”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar