Confira declarações dos pilotos após GP do Bahrein de Fórmula 1 2024

A primeira corrida da temporada 2024 da Fórmula 1 viu Max Verstappen garantir mais uma vitória, com Sergio Pérez e Carlos Sainz completando o top-3 no Bahrein

A temporada 2024 da Fórmula 1 começou com mais um domínio assustador de Max Verstappen, que venceu o GP do Bahrein, realizado neste sábado (2), com mais de 20s para o segundo colocado Sergio Pérez. Depois de garantir a 33ª pole da carreira, o tricampeão não teve adversários na etapa e venceu pela 55ª vez na categoria. 

A Ferrari, que chegou com uma série de inovações para 2024, desponta como segunda força do grid e viu Carlos Sainz completar o top-3, com Charles Leclerc logo atrás. Mercedes e McLaren estão em níveis parecidos, mas o time alemão saiu da primeira etapa da Fórmula 1 2024 com mais pontos.

Relacionadas


Assim, George Russell, Lando Norris, Lewis Hamilton, Oscar Piastri, Fernando Alonso e Lance Stroll completaram o top-10.

Max Verstappen voltou a vencer na F1 (Foto: AFP)

Confira o que os pilotos disseram após o GP do Bahrein de Fórmula 1 2024:

Max Verstappen, vencedor: Verstappen vibra com início “fantástico” e ritmo no Bahrein: “Não poderia ser melhor”

Sergio Pérez, segundo: Pérez valoriza pódio com recuperação no Bahrein: “Máximo que poderíamos alcançar”

Carlos Sainz, terceiro: Sainz celebra pódio no Bahrein, mas admite que Ferrari “ainda não está onde quer”

Charles Leclerc, quarto: Leclerc fala em “corrida frustrante” após problemas com SF-24 no Bahrein

George Russell, quinto: Russell minimiza problema no Bahrein, mas lamenta: “Dava para brigar pelo 3º lugar”

Lando Norris, sexto: Norris celebra 6º e disputa com Mercedes no Bahrein em pista “que não é nossa melhor”

Lewis Hamilton, sétimo: Hamilton lamenta Mercedes “mais atrás da Red Bull do que esperado” no Bahrein

Oscar Piastri, oitavo: Piastri reclama de estratégia da McLaren no Bahrein: “Não foi nossa melhor noite”

A Mercedes saiu do Bahrein com mais pontos que a McLaren (Foto: Mercedes)

Fernando Alonso, nono: Alonso admite resultado esperado com 9º lugar no Bahrein: “Temos análise a fazer”

Lance Stroll, décimo: É bom marcar um ponto depois de ficar em último após a primeira volta da corrida. Tive uma boa largada, mas fui tocado por Nico [Hülkenberg] e caí para o final do pelotão. Sabia que seria uma corrida longa a partir daí, mas me concentrei no gerenciamento dos pneus e fiz algumas ultrapassagens. A equipe também fez uma boa estratégia. Sabemos que temos algum trabalho a fazer enquanto desenvolvemos o AMR24 e ganhamos mais ritmo, mas é uma temporada longa e continuaremos nos esforçando.

Guanyu Zhou, 11º: “Maximizamos tudo o que podíamos e estou feliz por termos conseguido chegar tão perto dos pontos. Tivemos uma corrida limpa, com uma boa largada, onde consegui recuperar algumas posições, mas foi bastante desafiador manter as Aston Martin para trás sem comprometer os pneus. Felizmente, consegui manter Kevin [Magnussen] e o resto do grid atrás de mim. Fizemos progressos durante o fim de semana e a equipe trabalhou duro para encontrar a configuração ideal. Infelizmente, em uma corrida sem incidentes, não conseguimos somar pontos sem que nada acontecesse com os carros à nossa frente. Ainda há muito a melhorar e continuaremos trabalhando no nosso desempenho para podermos brigar por pontos em Jedá e nas próximas corridas.”

Kevin Magnussen, 12º: “Estou um pouco satisfeito – não muito feliz, pois não marcamos pontos –, mas parece que temos um carro que trata um pouco melhor os pneus este ano. Ele não é necessariamente mais rápido do que o do ano passado, mas, pelo menos, é melhor, e mostramos isso hoje. No entanto, é apenas uma pista, um tipo de asfalto e um conjunto de condições, por isso ainda temos de testar em outro lugar. Foram algumas semanas de trabalho, a equipe está indo muito bem e estamos em uma boa posição – só precisamos encontrar mais desempenho.”

Daniel Ricciardo, 13º: “Que porra é essa?” Ricciardo se irrita e aponta dedo para “imaturidade” de Tsunoda

Yuki Tsunoda, 14º: Tsunoda provoca Ricciardo e questiona RB após treta: “Não entendi decisão”

Yuki Tsunoda e Daniel Ricciardo se estranham na pista no GP do Bahrein (Vídeo: reprodução/F1 TV)

Alexander Albon, 15º: “O carro estava ok, mas ficamos muito atrás. Tivemos problemas durante toda a corrida com coisas que poderiam ter sido evitadas se tivéssemos tido mais quilometragem nos testes. Sofremos com superaquecimento durante toda a prova e estávamos abaixo em potência, então espero que possamos analisar os dados e chegar a Jedá em melhores condições. Nosso ritmo é bem semelhante na comparação aos outros, então o pelotão intermediário tem uma briga que será próxima e dura.”

Nico Hülkenberg, 16º: “É muito frustrante e decepcionante, e hoje tivemos um cenário muito semelhante ao do ano passado na curva 4, logo na largada. Olhando pelo lado positivo, nosso ritmo de corrida e desgaste dos pneus pareciam bastante razoáveis em comparação com os nossos rivais no pelotão intermediário, e acho que estamos lutando contra Williams, Sauber e RB, e consideramos isso como algo positivo. Haverá mais descobertas depois de hoje, coisas para melhorar e otimizar. Jedá é obviamente um circuito muito diferente, com características completamente distintas e, por isso, veremos o que conseguimos lá, mas parece que temos uma base muito melhor para trabalhar em comparação com o ano passado.”

Esteban Ocon, 17º: Ocon lamenta performance da Alpine no Bahrein: “Não foi o fim de semana que queríamos”

A Alpine é a grande decepção da F1 2024 (Foto: AFP)

Pierre Gasly, 18º: Gasly deixa Bahrein para trás e foca em buscar “nova oportunidade” com Alpine em Jedá

Valtteri Bottas, 19º: “Infelizmente, hoje não foi o meu dia. Tive uma boa largada, mas fui pego no incidente na curva 1 entre Nico [Hülkenberg] e Lance [Stroll], que resultou em danos na asa dianteira que me fizeram perder posições e desempenho. Além disso, tivemos um problema com a porca da roda durante minha segunda parada nos boxes, o que nos fez perder mais tempo. A sorte não estava do nosso lado hoje, mas espero que esse tenha sido todo o azar desta temporada. Como ponto positivo, nosso ritmo foi definitivamente melhor que o de nossos principais concorrentes – como vimos com [Guanyu] Zhou, que quase terminou nos pontos. Isso mostra que temos um carro com um ritmo de corrida melhor do que na temporada passada, o que nos dá confiança para Jedá na próxima semana.”

Logan Sargeant, 20º: “Foi frustrante, porque tivemos problemas com a parte eletrônica do volante ontem na classificação e apareceu novamente hoje, então o mais importante é que precisamos entender as raízes disso e consertar. A primeira volta foi bastante boa, tivemos um stint inicial ótimo e ganhamos um pouco. Parecia que as coisas estavam acontecendo para mim até que tivemos o problema. Ficamos com dificuldades no motor, o que significava que eu não podia seguir os carros da frente de perto, então foi certamente uma noite decepcionante. Nada que não possa ser consertado, mas temos de entender tudo isso.”

A temporada 2024 da Fórmula 1 continua já na próxima semana, entre a quinta-feira 7 e o sábado 9 de março, com o GP da Arábia Saudita, em Jedá. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades e transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após segundo treino livre e classificação, além de antes e depois da corrida.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.