Hamilton evita postura “de vingança” para 2022: “Temos muitas barreiras pela frente”

Lewis Hamilton quer dar o melhor que pode para ser o campeão mundial de 2022 na Fórmula 1, mas nega postura de "vingança" após final controverso do último campeonato

GUIA DA FÓRMULA 1 2022: 5 RAZÕES PARA PRESTAR ATENÇÃO NA TEMPORADA DA F1

Heptacampeão mundial, Lewis Hamilton não abre a temporada 2022 da Fórmula 1 defendendo o título. Após uma batalha bastante apertada e de final controverso, o inglês da Mercedes amargou o vice-campeonato para Max Verstappen em 2021. Mesmo assim, a impressão deixada pelo piloto de 37 anos é que ainda está no auge, especialmente pela arrancada final no campeonato passado, com 3 vitórias consecutivas antes da final em Abu Dhabi, que deixaram ele e Max empatados.

Na coletiva de imprensa do GP do Bahrein, Hamilton foi perguntado sobre a agressividade nas pistas, e se a postura em 2022 é de “vingança” pela derrota controversa no ano passado, mas se esquivou, afirmando que deseja apenas melhorar a sua pilotagem.

“Não é a forma com que estou abordando a temporada. Vou abordar o ano tentando ser o melhor que posso. Quero ver se existe alguma maneira de melhorar meu jogo, pilotar como estava pilotando no fim da temporada passada”, afirmou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Lewis Hamilton afirmou que Mercedes não é a mais rápida do grid neste início de temporada (Foto: Mercedes)

No primeiro treino livre do GP do Bahrein, Hamilton ficou com o sétimo melhor tempo. Ele crê em trabalho conjunto com a Mercedes para superar as adversidades dentro e fora das pistas, voltando a falar sobre maneiras de aumentar a inclusão no esporte a motor.

“E com a colaboração do time, teremos muitas barreiras pela frente, mas eu amo isso. Não tenho o ponto de vista de vingança. Vou tentar ser o melhor que posso esse ano, acho que ainda há mais o que fazer, dentro e fora do carro. Temos muito trabalho a fazer na parte de diversidade no esporte, então vou lutar por isso também”, completou.

Fórmula 1 abre a temporada 2022 com o GP do Bahrein, neste fim de semana. Nesta sexta-feira, os treinos livres estão marcados, respectivamente, para as 9h e 12h (no horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GUIA FÓRMULA 1 2022
Fórmula 1 vive temporada de revolução e torce por reedição de batalha épica
Caçador experiente, campeão Verstappen passa a ser maior das caças da F1
Desafiante e mordido, Hamilton vai atrás de melhor versão em revanche na F1
Novo regulamento vira prato cheio para chance de ouro de veteranos do grid da F1
Fórmula 1 volta ao passado para acertar futuro e equilibrar forças do grid
Ferrari atropela McLaren e entra na temporada com top-3 como meta mínima
Alpine e Aston Martin investem alto por escalada improvável no pelotão

De Sainz a Norris: a turma de jovens que pode fazer estrago na F1
Mercedes e Red Bull contam com protagonistas e fiéis escudeiros para duelo 2.0
Williams, Alfa Romeo e Haas miram subida no grid em ano de renovação
Magnussen e Albon retornam, e Zhou é único estreante da Fórmula 1
Fórmula 1 mira calendário recorde em ano de guerra, pandemia e Copa do Mundo
Schumacher e Tsunoda entram em segundo ano pressionados por menos erros

Com VAR para fazer ‘tira-teima’, FIA tenta evitar pressão das equipes
F1 traz novos locais para sprint race e muda tradição dos fins de semana
Talentoso Russell enfim recebe carro à altura e vira peça-chave na Mercedes
F1 tem pré-temporada com muitas novidades e igualdade no grid

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar