Rins comprova força da Suzuki e lidera TL2 da MotoGP no Catar. Marc Márquez é 2º

A Suzuki andou muito bem no segundo treino livre para o GP do Catar e fechou com Álex Rins na ponta e Joan Mir em terceiro. Marc Márquez foi o segundo mais veloz em Lusail

GUIA MOTOGP 2022: FAVORITOS, NOVATOS E PALPITES PARA TEMPORADA

A Suzuki mostrou nesta sexta-feira (4) que realmente deu um salto à frente para 2022. No primeiro dia de treinos em Lusail, a montadora japonesa colocou os dois pilotos entre os três primeiros, com Álex Rins na frente, cravando o tempo de 1min53s432.

Marc Márquez também viu evolução da Honda e fechou o TL2 em segundo lugar, com 1min53s467, apenas 0s035 atrás de Rins. Joan Mir, com a outra Suzuki, ficou na terceira colocação. Jorge Martín, com a melhor Ducati do dia, e Franco Morbidelli fecharam o top-5.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Álex Rins fechou o dia na primeira colocação em Lusail (Foto: Suzuki)

Em sexto, ficou Jack Miller, após quase se acidentar com Remy Gardner na sessão. Aleix Espargaró foi o sétimo, seguido por Fabio Quartararo, Pol Espargaró e Francesco Bagnaia, fechando o top-10 que estaria garantido automaticamente no Q2 da classificação.

A classificação da MotoGP para o GP do Catar, em Lusail, acontece neste sábado (5), às 12h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da abertura do Mundial de Motovelocidade 2022.

Confira como foi o Treino Livre 2 da MotoGP em Lusail:

Com a noite estabelecida em Lusail, a MotoGP encarou temperaturas mais amenas, na faixa dos 23°C, enquanto na pista estava na casa de 27°C. Assim que a luz verde pintou, todo mundo saiu dos boxes de forma apressada.

Álex Rins foi o primeiro a melhor tempo, com 1min54s978, mas não evoluiu na tabela de tempos. Logo depois, foi a vez de Enea Bastianini cravar 1min55s768 e pular para a liderança.

Fabio Quartararo demorou para se acertar no treino (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

Mostrando que está recuperado da lesão no olho, Marc Márquez evoluiu e pulou para a ponta, com 1min55s137. Durou pouco, no entanto, já que em seguida Aleix Espargaró marcou 1min54s490 e subiu para o topo.

Como no primeiro treino, Joan Mir voltou a andar bem e pulou para terceiro, com 1min54s763. Quem sofria, porém, era Fabio Quartararo apenas em oitavo.

Depois de alguns minutos parados nos boxes, os pilotos retornaram à pista com 25 minutos restantes de sessão. Pol Espargaró foi o primeiro a melhorar seu tempo e fez 1min54s155, assumindo a pole. O irmão Aleix bem que tentou recuperar o posto, mas não conseguiu e ficou a 0s304.

Com 20 minutos para o fim, Luca Marini caiu no fim da reta principal e se levantou sozinho, sem ajuda dos fiscais de pista. Logo depois, foi a vez de Álex Márquez sofrer uma queda na curva 10.

Álex Márquez sofreu duas quedas durante o TL2 (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

Em ritmo forte, Joan Mir fez 1min54s387 e saltou para segundo. Miguel Oliveira mostrou a força da KTM também e saltou para o quarto lugar, a 0s445 do líder.

A Honda seguiu dominante no TL2, e Marc Márquez fez 1min53s711, chegando à liderança. Atual campeão do mundo, Fabio Quartararo foi para a quinta posição, com 1min54s299. A decepção, porém, era Francesco Bagnaia, que não passava de 18º.

A dez minutos do encerramento da prática, Rins voltou para a frente, com 1min53s537. Segundos depois, Pecco Bagnaia reagiu e pulou para sétimo.

Os minutos finais do TL2 foram agitados em Lusail (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

No fim, Mir ainda cravou 1min53s815, mas foi suficiente para ficar apenas em terceiro. Oliveira também melhorou e foi para a sexta colocação.

Os instantes finais foram corridos em Lusail. Mir pulou para segundo e formou a dobradinha da Suzuki. Marc Márquez aproveitou a carona do companheiro e fez 1min53s467.

E ainda houve tempo para Jack Miller colocar a Ducati dentro do top-5, além de Enea Bastianini se enfiar entre os mais velozes. No minuto final, Rins reagiu. O espanhol da Suzuki fez 1min53s432 e retomou a ponta.

MotoGP 2022, GP do Catar, Lusail, Treino Livre 2:

1Á RINSSuzuki1:53.432 
2M MÁRQUEZHonda1:53.467+0.035
3J MIRSuzuki1:53.579+0.147
4J MARTÍNPramac Ducati1:53.562+0.130
5F MORBIDELLIYamaha1:53.845+0.413
6J MILLERDucati1:53.870+0.438
7A ESPARGARÓAprilia1:53.886+0.454
8F QUARTARAROYamaha1:53.906+0.474
9P ESPARGARÓHonda1:53.963+0.531
10F BAGNAIADucati1:53.971+0.539
11E BASTIANINIGresini Ducati1:54.013+0.581
12T NAKAGAMILCR Honda1:54.038+0.606
13M OLIVEIRAKTM1:54.053+0.621
14A DOVIZIOSORNF Yamaha1:54.153+0.721
15B BINDERKTM1:54.247+0.815
16A MÁRQUEZLCR Honda1:54.475+1.043
17M VIÑALESAprilia1:54.524+1.092
18J ZARCOPramac Ducati1:54.565+1.133
19R FERNÁNDEZTech3 KTM1:54.884+1.452
20M BEZZECCHIVR46 Ducati1:54.900+1.468
21R GARDNER Tech3 KTM1:54.929+1.497
22F DI GIANNANTONIOGresini Ducati1:55.371+1.939
23L MARINIVR46 Ducati1:55.775+2.343
24D BINDERRNF Yamaha1:55.975+2.543

GUIA DA MOTOGP 2022
MotoGP abre era pós-Rossi com menu extenso e pratos para lamber os beiços
MotoGP mantém estabilidade e só tem mudanças pontuais no regulamento
Acosta chega forte, mas Moto2 é livro aberto na busca por protagonista
Volta de Carrasco e estreia de Moreira deixam olhos atentos à Moto3
Aprilia dá novo passo e mira protagonismo de novo status na MotoGP
Yamaha ainda sofre com motor, mas busca evolução na MotoGP
Aprilia dá novo passo e mira protagonismo de novo status na MotoGP
Quartararo sai da glória de campeão para a luta de se manter no topo
Sem ícone máximo, MotoGP tem de descobrir novo mundo em era pós-Rossi
Ducati cria casca e entra na temporada 2022 com pressão do favoritismo
KTM chega cercada de incertezas após tropeços e decepções na MotoGP
Bagnaia ganha Ducati e vira bola da vez na MotoGP mesmo derrotado em 2021
De campeão a surpresa, novatos invadem MotoGP com diferentes expectativas
Suzuki atende pilotos e surge vitaminada com melhora na moto e novo chefe
Honda torce por Marc Márquez inteiro para voltar do ostracismo em 2022
Marc Márquez chega a 2022 para recuperar forma e retomar domínio

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar