Stoner aponta erro em aposta da Honda apenas no estilo de Márquez: “Sem equilíbrio”

Para Casey Stoner, o grande erro da Honda nos último anos de MotoGP foi apostar no estilo único de Marc Márquez. Segundo o bicampeão mundial, faltou achar um equilíbrio no desenvolvimento da moto

AUMENTO NA IDADE MÍNIMA É REAÇÃO NECESSÁRIAS A TRAGÉDIAS DO MOTOCICLISMO | GP às 10

É muito claro que a Honda confia e aposta todas as suas fichas em Marc Márquez, que mal voltou ao bons tempos de MotoGP após nove meses de recuperação por uma lesão no braço direito, e já está afastado de novo por uma concussão cerebral, colocando em dúvida seu retorno à competição nesta reta final de temporada.

Para Casey Stoner, bicampeão mundial da MotoGP em 2007 pela Ducati e em 2011 pela Honda, o grande problema em relação à dependência da equipe nipônica com o piloto espanhol é por justamente os japoneses terem construído e desenvolvido uma moto apostando nas qualidades de Márquez, e não em um aspecto geral.

“Acredito que, nos últimos anos, um erro que a Honda cometeu foi focar apenas no estilo de Márquez, que é baseado numa frenagem violenta, ao invés de se buscar um maior equilíbrio geral da moto. A frenagem violenta dele me parece muito nítida, mas é difícil falar quando você não está correndo”, disse Stoner, em entrevista coletiva em Portugal, onde aproveitou a oportunidade para visitar a Ducati.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Marc Márquez teve sua segunda vitória na temporada de 2021 em Misano (Foto: Repsol)

O ex-piloto também falou sobre o período de recuperação de Márquez. O dono da moto #93 ficou 265 dias foras das pistas, recuperando-se de uma fratura no braço direito após uma queda no GP da Espanha, prova que abriu a temporada passada da MotoGP. O piloto da Honda passou por três cirurgias e uma infecção no local durante a recuperação, que o fez perder o campeonato passado inteiro.

Para Stoner, o espanhol ainda precisa de tempo para uma recuperação física e mental. “As lesões sempre te afetam, não adianta esconder, mas também te empurram para voltar. Se machucar faz parte da corrida, quando você cai e eu pergunto onde você errou, você procura o motivo e geralmente sabe bem o que fez e não foi bom, é uma forma de racionalizar e não ter medo. A queda em si não te assusta. Mas ele certamente vem de uma longa recuperação pela lesão de 2020, e acho que ele ainda precisa de tempo para uma recuperação física e mental”, concluiu.

Márquez retornou à MotoGP na primeira etapa de Portimão, em abril deste ano. Desde então, disputou 13 GPs, vencendo dois deles, em Austin e Misano. Mas, nesta semana, a Honda relatou que Marc caiu no último sábado durante um treino off-road e sofreu uma pequena concussão cerebral. Por isso, está fora da segunda corrida em Portimão neste fim de semana.

LEIA TAMBÉM
# Quartararo renasce após derrota dolorida e conquista merecido título na MotoGP 2021
Quartararo justifica aposta e tira Yamaha da fila após cinco anos de jejum na MotoGP

Marc Márquez vence fora da zona de conforto e ganha fôlego em recuperação na MotoGP
Pódio de Pol Espargaró é tão importante para Honda quanto vitórias de Marc Márquez
FIM precisa adotar superlicença para selecionar melhor quem pode correr na MotoGP
Yamaha e Ducati se enfrentam na reta final de 2021 por títulos de Construtores e Equipes
Morbidelli mostra sinais de recuperação e fortalece planejamento de 2022 com Yamaha

F1 CHEGA AO MÉXICO + HAMILTON x VERSTAPPEN É NOVO SENNA x PROST? | Paddock GP #263

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar