Chefe da Ducati mira próximo passo e põe Bagnaia entre “possíveis campeões de 2022”

Gigi Dall’Igna considerou que teve em 2021 alguns dos melhores dias da carreira. Mesmo exaltando a atuação de Francesco Bagnaia ao longo do ano, dirigente descartou começar o campeonato privilegiando um único piloto

REGULAMENTOS CONFUSOS ATRAPALHAM F1 E MOTOGP | GP às 10

Chefe da Ducati, Gigi Dall’Igna colocou Francesco Bagnaia na lista dos possíveis campeões da MotoGP em 2022. O dirigente considerou que a casa de Borgo Panigale está preparada para dar o próximo passo, mas descartou privilegiar um ou outro piloto no início do campeonato do próximo ano.

Dall’Igna contou que viveu alguns dos melhores dias na reta final de 2021 e destacou que a Ducati está dando tudo de si para reconquistar o Mundial de Pilotos. A única vez que os italianos foram campeões foi em 2007, com Casey Stoner.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Gigi Dall’Igna avaliou que a Ducat está pronta para recuperar o título do Mundial de Pilotos da MotoGP (Foto: Ducati)

“O final da temporada em Valência, com os três pilotos no pódio, foi muito emocionante. Sem dúvida, foi um dos melhores dias da minha carreira”, disse Dall’Igna à emissora italiana Sky Sports. “Nossos pilotos terminaram em uma linha crescente: as quatro vitórias nas últimas seis corridas foram maravilhosas, incluindo a queda de Bagnaia em Misano. Agora nos sentimos bem preparados para dar o próximo passo e as expectativas são altas”, seguiu.

“Ganhar o Mundial é difícil, mas podemos dizer que estamos dando a alma para devolver o título de pilotos para a Ducati, já que ele está perdido a tempo demais”, ressaltou.

Apesar de Bagnaia ter sido a melhor Ducati em 2021, Dall’Igna não quer apostar tudo em único piloto para o próximo campeonato. Em 2022, serão oito competidores a bordo de Desmosedicis.

“Sinceramente, não apostamos em ninguém, no sentido de que não damos a um piloto algo melhor do que a outro. Temos força para poder dar a todos a mesma oportunidade”, assegurou Gigi em entrevista ao site italiano GPOne. “Claramente, ao longo do caminho vamos avaliar si existe a necessidade de fazer mudanças durante a temporada. Mas não vamos começar com isso em mente”, frisou.

“Pecco estava na melhor forma no final da temporada. Se começar assim. obviamente vamos olhar para ele com atenção especial, mas, na primeira corrida, todos terão o mesmo material”, contou.

Mesmo sem prometer tratamento especial desde o início do ano, Dall’Igna coloca Bagnaia entre os candidatos ao título da MotoGP em 2022.

“Pecco é agora um grande campeão. Os resultados que ele obteve mostram isso. Me assombra a melhora continua dele, incluindo quando parece impossível. Ele ganhou quatro das últimas seis corridas, um resultado assombroso”, elogiou. “Diria que, sem dúvida, ele está entre os possíveis vencedores do Mundial 2022. Só um ganhará, mas ele estará entre os que podem ganhar”, apostou.

A performance de Francesco, aliás, já faz a Ducati olhar para uma renovação de contrato.

“Isso é o que eu espero e o que vou tentar conseguir. Como sempre, para assinar um contrato é preciso de dois. Então não vai depender só de nós, mas dele também. Ainda assim, é algo que creio que os dois gostariam de fazer”, concluiu.

RETROSPECTIVA 2021
Quartararo usa consistência para dominar e vencer na MotoGP
Ducati fica sem cereja, mas tem bolo para lá de saboroso na MotoGP
Suzuki perde força e vira incógnita no grid da MotoGP em 2022
Marc Márquez vive montanha-russa em 2021, mas reencontra vitória
Viñales ativa ‘modo insano’ e acumula nova mancha na carreira
KTM ameniza crise com duas vitórias, mas faz ano opaco na MotoGP
Bagnaia floresce, ganha força e vira protagonista na MotoGP
Aprilia cresce, vai ao pódio e ganha reforço inesperado na MotoGP
# Rossi dá adeus e encerra carreira vitoriosa após 26 temporadas
# Honda segue perdida na MotoGP, mas vê luz no fim do túnel
Gardner e Fernández se agigantam e tomam protagonismo da Moto2
# Acosta supera obstáculos e faz por merecer título da Moto3

GRANDE PRÊMIO lança especial que celebra carreira de Valentino Rossi. ACESSE

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar