Martín domina dia 1 de teste da MotoGP na Malásia. Marc Márquez sofre com problemas

Jorge Martín não deu muitas chances aos rivais e garantiu o melhor tempo desta terça-feira (6) em Sepang. Primeiro dia de trabalho oficial em 2024 foi complicado para Marc Márquez, que sofreu com quebras e queda

Jorge Martín começou a temporada 2024 da MotoGP praticamente de onde parou. O piloto da Pramac dominou o primeiro dia de testes da bateria da Malásia e grudou no topo da folha de tempos desta terça-feira (6).

O teste começou às 10h locais (23h de Brasília), com Álex Rins sendo o primeiro a romper o silêncio. A sessão, contudo foi interrompida em bandeira vermelha cerca de dez minutos depois, por causa de dois incidentes — separados — na curva 11. Francesco Bagnaia tombou ainda na primeira volta, mas retornou aos boxes da Ducati sem maiores problemas. Raúl Fernández, por outro lado, levou um tombo mais forte, viu a moto da Trackhouse pegar fogo e foi levado ao centro médico para exames, mas não teve fraturas diagnosticadas.

Cerca de 15 minutos depois, a sessão foi reiniciada, com Maverick Viñales logo colocando a Aprilia na ponta, seguido por Joan Mir. Os problemas, porém, não tinham terminado. Depois de só quatro voltas, Marc Márquez parou na curva 4 com um problema na moto.

Alheio aos problemas dos rivais, Jorge Martín seguiu adiante e, com menos de uma hora de sessão, aproveitou a 15ª volta para registrar 1min58s904 e tomar a liderança da sessão. No giro seguinte, o espanhol melhorou ainda mais, chegando a 1min58s210.

Jorge Martín foi o único a rodar em 1min57s (Foto: David Goldman/ Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Passadas as primeiras duas horas de treino, Martín seguia na ponta, mas com as Aprilia de Maverick Viñales vindo atrás, também na casa de 1min58s. Uma hora mais tarde, o espanhol — que tem a companhia de Michele Pirro nos boxes da Pramac já que Franco Morbidelli está ausente — se sustentava na liderança, mas agora era o estreante Pedro Acosta que vinha na segunda colocação.

Perto da marca de 4 horas de sessão, Marc Márquez enfrentou um segundo problema técnico e ficou parado na curva 1. Pouco mais de dez minutos depois, o #93 já estava de volta na pista.

Na 22ª de 59 voltas, o #89 anotou 1min57s951 e ampliou para 0s269 a margem no topo da tabela de tempos.

Na metade das oito horas de atividade, Martín liderava um top-5 formado por Acosta, Fabio Di Giannantonio, Enea Bastianini e Viñales. Marc, por outro lado, sofreu mais um revés: uma queda sem maiores consequências na curva 15.

Depois do almoço, a tabela de tempos ainda viveu momentos de calmaria, mas com cerca de 1h40min para o fim, Johann Zarco saltou de 20º para sétimo, se colocando como a melhor Honda. Marco Bezzecchi seguiu o mesmo passo, se instalando e sexto.

Antes de entrar na última hora da sessão, Fabio Quartararo foi a 1min58s228 e tomou terceiro posto, 0s277 mais lento que Martín.

Na hora final, alguns poucos pilotos ficaram na pista, o que inclusive resultou em uma queda de Marco Bezzecchi.

Restando menos de 20 minutos para o fim da atividade, Marc Márquez foi a 1min58s621 e avançou para nono, 0s670 atrás de Martín.

Cerca de dez minutos depois, Jack Miller, que tinha o 18º tempo, caiu na curva 8, mas escapou de lesões mais fortes.

Com o cronômetro travado, ninguém superou Martín, que foi mesmo o único em 1min57s. 0s269 mais lento, o novato Pedro Acosta ficou em segundo, diante de Quartararo, Di Giannantonio e Bastianini. Viñales foi sexto, seguido por Álex Márquez, Marco Bezzecchi e Marc Márquez. Johann Zarco completa o top-10.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

MotoGP 2024, Teste, Dia 1, Sepang:

1J MARTÍNPramac Ducati1:57.951
2P ACOSTAGasGas Tech31:58.220+0.269
3F QUARTARAROYamaha1:58.228+0.277
4F DI GIANNANTONIOVR461:58.325+0.374
5E BASTIANINIDucati1:58.357+0.406
6M VIÑALESAprilia1:58.470+0.519
7Á MÁRQUEZGresini Ducati1:58.542+0.591
8M BEZZECCHIVR461:58.605+0.654
9M MÁRQUEZGresini Ducati1:58.621+0.670
10J ZARCOLCR Honda1:58.670+0.719
11A RINSYamaha1:58.716+0.765
12B BINDERKTM1:58.724+0.773
13A ESPARGARÓAprilia1:58.738+0.787
14J MIRHonda1:58.741+0.790
15M OLIVEIRATrackhouse Aprilia1:58.750+0.799
16F BAGNAIADucati1:58.813+0.862
17L MARINIHonda1:58.969+1.018
18J MILLERKTM1:59.048+1.097
19C CRUTCHLOWYamaha1:59.137+1.186
20T NAKAGAMILCR Honda1:59.212+1.261
21A FERNÁNDEZGasGas Tech31:59.543+1.592
22R FERNÁNDEZTrackhouse Aprilia2:00.120+2.169
23M PIRROPramac Ducati2:00.402+2.451

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.