Gardner critica estilo de Darryn Binder no GP do Catar: “Ainda pilota como na Moto3”

Remy Gardner conquistou um ponto na primeira corrida da MotoGP, mas reclamou muito da forma que Darryn Binder, outro estreante no grid, andou no Catar

MARC MÁRQUEZ TENTA AFASTAR CAOS PARA RETOMAR REINADO NA MOTOGP 2022

A temporada 2022 começou no último domingo (6), no Catar, e viu cinco novatos realizarem a primeira corrida na MotoGP. Remy Gardner foi um desses estreantes. E conseguiu um ponto logo de cara, ao terminar em 15º em Lusail, mas saiu incomodado com um colega de grid.

Após a corrida, o piloto da Tech3 esbravejou com o estilo de pilotagem de Darryn Binder, outro novato do grid de 2022, que terminou apenas 0s012 atrás. Gardner afirmou que o colega de grid, que acabou de subir da Moto3, ainda pilota como se estivesse na classe inferior do Mundial de Motovelocidade.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Darryn Binder e Remy Gardner em disputa durante GP do Catar (Foto: RNF)

SPEED TRAP
Confira as velocidades máximas dos pilotos no GP do Catar

“É legal conquistar um ponto mesmo que não seja onde eu queira estar. Na primeira metade, me senti bem e rápido, mas estava sofrendo para ultrapassar. Esperava ter mais velocidade do que outras motos. Em certo ponto, fiquei preso atrás do Maverick [Viñales] e do [Andrea] Dovizioso. E teria seguido a dupla, mas fiquei com o Darryn [Binder] entre a gente e não conseguia passá-lo”, afirmou o atual campeão da Moto2.

“Ele ainda piloto como se estivesse na Moto3, por todos os cantos. Ele estava voltando para a linha sem olhar, andando para todos os lados, foi um desastre. Espero que consiga encontrá-lo para conversarmos. Não estamos em motos da Moto3 e nem mesmo brigando pela liderança. Esperamos mais respeito. É normal, era sua primeira corrida pela MotoGP depois de subir para a Moto3”, completou.

A contratação de Binder pela RNF, equipe satélite da Yamaha, foi bem questionada. O sul-africano passou seis temporadas na Moto3 sem conquistar grandes resultados – com apenas uma vitória – e constantemente se envolvia em acidentes, sendo muitas vezes acusado de ser imprudente nas disputas.

MotoGP volta às pistas no próximo dia 20, com o GP da Indonésia, no circuito de Mandalika. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da segunda etapa do Mundial de Motovelocidade 2022.

GUIA DA MOTOGP 2022
MotoGP abre era pós-Rossi com menu extenso e pratos para lamber os beiços
MotoGP mantém estabilidade e só tem mudanças pontuais no regulamento
Acosta chega forte, mas Moto2 é livro aberto na busca por protagonista
Volta de Carrasco e estreia de Moreira deixam olhos atentos à Moto3
Aprilia dá novo passo e mira protagonismo de novo status na MotoGP
Yamaha ainda sofre com motor, mas busca evolução na MotoGP
Aprilia dá novo passo e mira protagonismo de novo status na MotoGP
Quartararo sai da glória de campeão para a luta de se manter no topo
Sem ícone máximo, MotoGP tem de descobrir novo mundo em era pós-Rossi
Ducati cria casca e entra na temporada 2022 com pressão do favoritismo
KTM chega cercada de incertezas após tropeços e decepções na MotoGP
Bagnaia ganha Ducati e vira bola da vez na MotoGP mesmo derrotado em 2021
De campeão a surpresa, novatos invadem MotoGP com diferentes expectativas
Suzuki atende pilotos e surge vitaminada com melhora na moto e novo chefe
Honda torce por Marc Márquez inteiro para voltar do ostracismo em 2022
Marc Márquez chega a 2022 para recuperar forma e retomar domínio

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar