Rins fala em 2023 “muito curioso” com “uma das maiores lesões que já tive na vida”

Álex Rins perdeu boa parte da temporada 2023 da MotoGP por causa de uma fratura na perna direita. Espanhol considerou que a lesão o tornou melhor no quesito paciência

Álex Rins classificou a temporada 2023 da MotoGP como “muito curiosa”. O espanhol perdeu boa parte das corridas por causa de uma fratura na perna direita, que definiu como “uma das maiores lesões que já tive na vida”.

Único piloto a vencer com a Honda em 2023 — no GP das Américas —, Rins caiu na corrida sprint do GP da Itália e sofreu uma dupla fratura na perna direita tíbia e fíbula. O pai do pequeno Lucas precisou passar por duas cirurgias para corrigir as fraturas, mas, após, voltar à ativa, teve de se afastar novamente por causa de uma hérnia no local da cicatriz, que exigiu uma nova intervenção médica.

No total, Álex disputou apenas 12 das 20 corridas do ano e fechou a temporada com a 19ª colocação no Mundial de Pilotos, com só 54 pontos, 413 a menos que o campeão Francesco Bagnaia.

Apesar do revés, Rins olha com otimismo para 2024, já que inicia uma nova fase na carreira. O #42 optou por deixar a Honda — já que era contratado diretamente pela HRC, mesmo correndo com a LCR — para se juntar a Yamaha, assumindo a vaga de Franco Morbidelli. A casa de Iwata será a terceira construtora defendida pelo espanhol na MotoGP.

Álex Rins teve um ano tumultuado na única temporada que fez com a LCR (Foto: Divulgação/MotoGP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“2023 foi um ano muito curioso, com uma das maiores lesões que já tive na vida e na minha carreira esportiva”, disse Rins em uma coletiva de imprensa organizada pela Estrella Galicia. “Estamos saindo disso agora e encaramos um 2024 com muitos desafios, uma mudança de equipe — passamos da equipe satélite da Honda, a LCR, para a equipe oficial da Yamaha —, então estou muito ansioso para começar esse novo projeto”, seguiu.

“Estou treinando ao máximo para chegar o mais preparado possível e com boas sensações”, avisou. “Testamos a moto em Valência e é tudo novo. Uma moto que se comporta de maneira totalmente diferente. Mas as sensações foram positivas, então estou ansioso para começar”, frisou.

Questionado sobre como o ano de 2023 o transformou, Rins respondeu: “Se melhorei em alguma coisa, e é fato que melhorei, foi na paciência”, contou. “Tive que ficar muito tempo parado em casa, sentado no sofá, olhando as motos pela televisão. É duro ver seus competidores correndo e você sem certa melhora”.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

RETROSPECTIVA 2023
📌 MotoGP estreia formato e vê Ducati ratificar reinado
📌 Ducati desfila força, bate recorde e atesta domínio na MotoGP
📌 Bagnaia e Martín brilham e iniciam rivalidade promissora na MotoGP
📌 KTM inova na aerodinâmica e vira incômodo para rivais
📌 Aleix Espargaró se salva em temporada mediana da Aprilia na MotoGP
📌 Moreira tem ano acidentado, mas brilha em 1ª vitória na Moto3
📌 Moto3 entrega ano quente com disputa feroz entre Masià e Sasaki
📌 Marc Márquez sofre com Honda e abisma MotoGP com troca histórica
📌 Honda atinge fundo do poço. E nem Marc Márquez evita desastre
📌 Yamaha evita lanterna em ano opaco e ganha esperança com concessões
📌 Acosta passeia na Moto2 e sobe para MotoGP cercado de expectativas
📌 Sprint assusta na estreia, mas conquista mesmo com resistência
📌 Festival de lesões e erros de comissários mancham ano da MotoGP

Não há injustiça em oferecer concessões para gigantes Yamaha e Honda
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.