Honda destina R$ 5,5 milhões em apoio humanitário para vítimas de guerra na Ucrânia

Doação da montadora japonesa será destinada à Sociedade Japonesa da Cruz Vermelha que vai ajudar a lidar com a crise humanitária na Ucrânia e também apoiar países que recebem refugiados

MOTOGP DÁ BOLA FORA COM DOCUMENTÁRIO FANTASMA

Não foi só a Yamaha que destinou recursos financeiros para apoiar as vítimas da guerra na Ucrânia. A Honda direcionou pouco mais de R$ 5,5 milhões para a Cruz Vermelha do Japão para apoiar as vítimas do conflito com a Rússia e as ações com refugiados ucranianos.

Em um comunicado postado no site oficial da marca no último dia 11, a gigante japonesa anunciou a destinação de € 1 milhão (cerca de R$ 5,5 milhões) e torceu para que a “paz seja restaurada em todo o mundo”.

LEIA TAMBÉM
Quem é a primeira mulher a chefiar equipe vencedora na MotoGP?

Honda destinou recursos para apoio humanitário na Ucrânia (Foto: Repsol)

ANÁLISE
MotoGP peca na distribuição e transforma ‘MotoGP Unlimited’ em série limitada

“A Honda Motor Co., Ltd. Vai doar € 1 milhão (aproximadamente ¥ 130 milhões) para a Sociedade Japonesa da Cruz Vermelha como apoio humanitário para as muitas pessoas na Ucrânia e regiões vizinhas que estão enfrentando dificuldades extraordinárias”, disse a Honda em nota. “Por meio da Sociedade Japonesa da Cruz Vermelha, a doação será usada para ajudar a lidar com a crise humanitária na Ucrânia e para apoiar as atividades de apoio nos países que recebem refugiados da Ucrânia”, seguiu.

“A Honda sinceramente deseja que a atual situação emergencial chegue ao fim o mais cedo possível e que a paz seja restaurada em todo o mundo”, completou.

Piloto da marca na MotoGP, Marc Márquez foi um dos poucos pilotos a se manifestar nas redes sociais sobre o conflito. Desde o início da agressão russa, o piloto, que é embaixador da Unicef, destacou a necessidade de as crianças serem protegidas.

Desde 24 de fevereiro, soldados da Rússia avançam no território da Ucrânia. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), mais de 700 civis, incluindo 52 crianças, foram mortas desde a invasão, mas a própria entidade reconhece que o “número real é provavelmente muito maior”.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), 3,16 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia desde o início da guerra, sendo mais da metade, cerca de 1,91 milhão de pessoas, seguiu em direção a Polônia. Hungria, Eslováquia e a própria Rússia também receberam um contingente grande de refugiados.

A classificação do GP da Indonésia de MotoGP acontece neste sábado (19), às 4h05 (de Brasília), no circuito de Mandalika. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da segunda etapa do Mundial de Motovelocidade 2022.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

GUIA DA MOTOGP 2022
MotoGP abre era pós-Rossi com menu extenso e pratos para lamber os beiços
MotoGP mantém estabilidade e só tem mudanças pontuais no regulamento
Acosta chega forte, mas Moto2 é livro aberto na busca por protagonista
Volta de Carrasco e estreia de Moreira deixam olhos atentos à Moto3
Aprilia dá novo passo e mira protagonismo de novo status na MotoGP
Yamaha ainda sofre com motor, mas busca evolução na MotoGP
Aprilia dá novo passo e mira protagonismo de novo status na MotoGP
Quartararo sai da glória de campeão para a luta de se manter no topo
Sem ícone máximo, MotoGP tem de descobrir novo mundo em era pós-Rossi
Ducati cria casca e entra na temporada 2022 com pressão do favoritismo
KTM chega cercada de incertezas após tropeços e decepções na MotoGP
Bagnaia ganha Ducati e vira bola da vez na MotoGP mesmo derrotado em 2021
De campeão a surpresa, novatos invadem MotoGP com diferentes expectativas
Suzuki atende pilotos e surge vitaminada com melhora na moto e novo chefe
Honda torce por Marc Márquez inteiro para voltar do ostracismo em 2022
Marc Márquez chega a 2022 para recuperar forma e retomar domínio

BASTIANINI OFERECE ALENTO À DUCATI EM CATAR DESASTROSO NA MOTOGP
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar