Confira declarações dos pilotos após GP da Emília-Romanha 2020 de Fórmula 1

Lewis Hamilton contou com seu talento e uma dose de sorte para vencer o GP da Emília-Romanha. Enquanto o britânico estava feliz com o resultado, outros pilotos fizeram análises variadas sobre seus desempenhos. O GRANDE PRÊMIO junta tudo que foi comentado aqui

O GP da Emília-Romanha terminou mais uma vez com Lewis Hamilton no lugar mais alto do pódio, com a 93ª vitória na Fórmula 1. Mesmo largando mal e perdendo o segundo posto, o britânico acertou na estratégia, poupou pneus e com um oportunio VSC para assumir a liderança até o fim.

Valtteri Bottas largou na pole, mas teve problemas no carro e foi superado após o primeiro pit-stop. Daniel Ricciardo, da Renault, completou o pódio em Ímola.

Daniil Kvyat surpreendeu e mostrou bom rendimento para terminar em quarto. Charles Leclerc foi o quinto, seguido por Sergio Pérez, Carlos Sainz, Lando Norris, Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi completando o top-10. Max Verstappen abandonou a 13 voltas do fim.

O GRANDE PRÊMIO compilou todas as entrevistas feitas, dando voz aos 20 pilotos que disputaram a primeira corrida da F1 em Ímola dese 2006.

A Mercedes conseguiu mais uma dobradinha na temporada 2020 (Foto: Mercedes)

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Confira as declarações dos pilotos após o GP da Emília-Romanha:

Lewis Hamilton, vencedor: Hepta para “contar aos netos”, Hamilton diz que sente como se fosse primeiro título

Valtteri Bottas, segundo: Bottas lamenta 2º lugar e diz que detritos no assoalho “fizeram a diferença” em Ímola

Daniel Ricciardo, terceiro: Ricciardo celebra pódio em corrida “bizarra” em Ímola e pressiona Abiteboul por ‘shoey’

Daniil Kvyat, quarto: 4º, Kvyat celebra melhor resultado em 2020 após “corrida valente” em Ímola

Charles Leclerc, quinto: 5º, Leclerc destaca avanço da Ferrari em “resultado melhor que esperado” em Ímola

Sergio Pérez, sexto: Pérez evita criticar estratégia da Racing Point, mas diz que perder pódio em Ímola “dói”

O pelotão intermediário teve boas disputas no GP da Emília-Romanha (Foto: Renault)

Carlos Sainz Jr., sétimo: Sainz destaca “milagre” para fugir de rodada de Albon. E Norris lamenta Ímola díficil de passar

Lando Norris, oitavo: Sainz destaca “milagre” para fugir de rodada de Albon. E Norris lamenta Ímola díficil de passar

Kimi Räikkönen, nono: Räikkönen diz que “poderia ter parado depois”, mas celebra top-10 duplo da Alfa Romeo

Antonio Giovinazzi, décimo: Räikkönen diz que “poderia ter parado depois”, mas celebra top-10 duplo da Alfa Romeo

Nicholas Latifi, 11º: “Foi uma corrida forte, especialmente após fim de semana complicado em Portugal. Fizemos uma primeira parte bem longa buscando vantagem com os pneus no fim. Parecia que o pneu duro não estava bom em termos de corrida e aderência, não consegui ser mais rápido. Torci para capitalizar na segunda parte da prova, mas minha relargada foi ruim. O Antonio [Giovinazzi] teve um erro na chicane na última volta, que de meu a chance do DRS. Mais uma volta e eu teria passado para terminar em décimo. É um pouco decepcionante, o ritmo era bom.”

Sebastian Vettel, 12º: Vettel diz que queria estratégia diferente, mas com pit-stop da Ferrari “daria em nada”

Sebastian Vettel terminou a corrida em Ímola apenas em 12º (Foto: Ferrari)

Lance Stroll, 13º: “Foi um dia muito difícil. O contato com o Esteban [Ocon] na primeira volta realmente arruinou minha corrida e tive danos significativos na asa dianteira. É uma pena porque tinha conseguido muitas posições na largada. Depois do toque, entrei nos boxes no fim da primeira volta e coloquei os pneus duros. Sabia que seria complicado porque é muito difícil ultrapassar aqui. No último pit-stop, eu tinha frios frios e errei. Fico feliz que os mecânicos estejam bem, isso é o importante.”

Romain Grosjean, 14º: “Foi uma longa tarde. Tentamos e demos o máximo, mas nos faltou ritmo e velocidade em retas, então não havia muita chance. Achei que poderia ter uma oportunidade depois do safety-car, mas continuamos perdendo demais nas retas. É uma boa pista, me diverti, mas é hora de seguir para a próxima.”

Alexander Albon, 15º: Albon insiste que foi tocado, mas culpa pneus frios e falta de downforce por rodada em Ímola

George Russell, abandonou: Russell lamenta batida que impediu primeiros pontos na F1: “Inaceitável da minha parte”

Verstappen era o 2º colocado quando abandonou em Ímola (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Max Verstappen, abandonou: “Grande pena”: Verstappen diz que corrida estava divertida e lamenta estouro de pneu

Kevin Magnussen, abandonou: “Tivemos um problema com o câmbio, assim como ontem, na minha volta rápida da classificação. O problema retornou na corrida, desde a primeira volta. Eu sentia um golpe toda vez que subia marcha. Parecia ok por alguns giros, mas depois começou a balançar minha cabeça de maneira bizarra. No fim, estava com uma enorme enxaqueca. Acho que o time sentiu que não havia muito para brigar e me chamou para os boxes. Quero dizer, fui rocado na primeira volta e ali acabou qualquer chance. Perdi muito tempo tentando voltar para a pista. O ritmo era bom, melhor do que o esperado, mesmo com os problemas nos custando meio segundo por volta.”

Esteban Ocon, abandonou: “No geral, foi um fim de semana difícil, com uma sequência de azares. Tivemos alguns problemas nesta tarde. Um problema no freio nos fez parar mais cedo, depois foi no câmbio. Apesar de tudo, estou feliz por mais um pódio para a equipe e queria dar parabéns ao Daniel [Ricciardo], pois é importante para o time. Estamos evoluindo no fim da temporada e os próximos meses são promissores. Estamos em terceiro no campeonato e sabemos que estamos na luta.”

Pierre Gasly, abandonou: “Muito difícil analisar. Tive uma boa largada, lado a lado com o Lewis [Hamilton], mas ele fechou a porta, tirei o pé e fui superado pelo Daniel [Ricciardo]. Depois disso, senti o carro muito bem. O pessoal identificou uma vazamento indo para o grid, tentou arrumar tudo, mas infelizmente tive que abandonar após algumas voltas. É triste porque hoje tínhamos uma grande oportunidade. Todo o fim de semana foi muito bom, nos sentimos fortes desde o início. Nunca é legal abandonar, especialmente por Ímola ser nossa corrida em casa e porque sabíamos que o top-5 era possível.”

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube